Tag: Astronomia

A constelação de Cetus
constelações

A constelação de Cetus

Cetus é uma grande constelação do hemisfério sul do céu sendo adjacente as constelações de Peixes e Áries. Aliás, durante um dia do ano (27 de março) o sol, astronomicamente, sai dos limites da constelação de Peixes e faz uma rápida passagem pela constelação de Cetus. Daqui a algumas centenas de anos o ponto vernal , que é o dia do equinócio da primavera, vai coincidir com essa região. Essa curiosidade é interessante pra mostrar a arbitrariedade das constelações, porque são um construto humano, uma forma de organização do céu que é arbitrária. A constelação de Eridanus faz o limite sul de Cetus. Apesar de grande,Cetus não tem estrelas muito brilhantes, destacando-se somente 4 estrelas. Dessas, 2 de razoável importância pra astrologia: Deneb Kaitos e Menkar. A palavra Cetus est...
constelações

A constelação de Andrômeda

Andrômeda é uma constelação localizada próxima ao equador celeste, no hemisfério norte do céu, paralela as constelações zodiacais de Peixes e Áries; Do lado oposto na parte sul está a constelação de Cetus. Mais ao norte de Andrômeda estão também as constelações de Cepheu e Cassiopéia, seus pais. ao lado de Andrômeda está a constelação de Perseus, seu herói e amado. Todas essas constelações juntas fazem parte do mesmo esquema mitológico e estão intimamente relacionadas com as constelações de Peixes, Áries e Touro. Andrômeda particularmente é uma constelação que tem uma natureza muito semelhante a de Peixes, mas isso indo muito mais para o lado da exaltação de Vênus neste signo: é uma constelação venusiana por excelência. É a clássica representação da donzela indefesa que é salva pelo ...
A constelação de Órion
constelações

A constelação de Órion

A constelação de Órion é uma das mais belas e fáceis de se localizar no céu, e é uma das mais tradicionais e também cultuadas ao longo da história. É composto por um trapézio formado por 4 estrelas: Betelgeuse (Alfa), Rigel(Beta), Bellatrix (Gamma) e Saiph (Kappa). No centro deste trapézio se encontra o famoso cinturão de Órion, um asterismo em forma de linha conhecido também como as três Marias: Mintaka, Alnilam e Alnitak. Ainda na região desta constelação encontramos uma das poucas nebulosas que são visíveis a olho nu, a Nebulosa de Órion. A importância dessa constelação para navegação, especialmente nos meses que vão de setembro a março, quando ela é mais visível no céu, foi incalculável. Isso porque é uma constelação próxima do equador celeste, e por isso é visível em quase todo o ...
A constelação de Perseu
constelações

A constelação de Perseu

Perseu ou Perseus é uma constelação que fica na região norte do céu, não muito distante do equador celeste (a linha imaginária por onde ocorre o trânsito do sol). Está próxima das constelações de Áries e Touro. Na região desta constelação ocorre a chuva de meteoros conhecida como “Perséiades”, fenômeno em que se pode observar diversas estrelas cadentes e que é observado a mais de 2000 anos. Perseu era filho do próprio Zeus com a mortal Danae, ele a visitou na forma de uma chuva de ouro, engravidando-a nessa forma de Perseu. As Perséiades seriam portanto uma referência a este feito do Deus dos deuses. Na Europa cristã este fenômeno é conhecido como “As lágrimas de São Lourenço”. O fenômeno é visível anualmente a partir de meados de Julho, registrando-se a maior atividade entre os dias ...
constelações

A Constelação de Cepheus

Cepheus e Cassiopeia fazem parte do ciclo mitológico envolvendo Perseu, Cetus e Andrômeda. Cepheu era o rei da Etiópia, e Cassiopeia sua esposa. Andrômeda era a filha deles. Localizam-se inteiramente no hemisfério norte do céu, sendo Cepheus impossível de se visualizar nas regiões sul e sudeste do Brasil. Cassiopeia é visível somente em regiões bem planas (no sul ou sudeste do brasil) porque suas estrelas aparecem na borda norte do céu numa determinada época do ano. Nas regiões norte e nordeste do Brasil as duas constelações são visíveis, especialmente Cassiopeia. No hemisfério norte ambas as constelações são plenamente visíveis e passam boa parte do tempo visualizáveis no céu de outono e inverno. Nas zonas próximas ao circulo polar ártico, Cepheus é visível o ano inteiro, com sua alfa já...
Ceres na Astrologia
Sem classificação

Ceres na Astrologia

Não espere por uma listinha falando sobre Ceres nos signos, não é disso que eu quero falar aqui. Eu na verdade tenho olhado Ceres em alguns mapas, mas os textos que eu tenho encontrado sobre Ceres são , digamos assim, simplórios pra dizer o mínimo sem ofender seus bem-intencionados autores.  A questão é que eu não posso concordar  com essa história de que "Ceres é a nossa forma pessoal de nutrir" seja la o quê, simplesmente porque essa atribuição já pertence a lua, que responde muito bem por ela. O mito de Ceres é muito vasto, não se resume somente a essa questão da "nutrição". Passa por exemplo pela questão das estações do ano, do rancor, do aspecto mesquinho e miserável de uma deusa que não teve piedade de ninguém ao instaurar o inverno quando lhe tiraram uma coisa da qual ...
Entendendo a Super Lua do dia 23 de junho
Sem classificação

Entendendo a Super Lua do dia 23 de junho

O fenômeno da "super lua" nada mais é do que um fenômeno que ocorre todo mês, a conjunção da lua com seu perigeu, seu máximo em velocidade, brilho e proximidade com a terra. A questão é que esse perigeu coincide com uma lua cheia no dia 23 de junho de 2013, e a coincidência é na ordem de menos de 1° de distância do ponto exato. É importante primeiro que saibamos que o perigeu da lua é o oposto do apogeu, máximo afastamento, mínima velocidade e brilho da lua. O apogeu/perigeu da lua tem sido usado mais recentemente, na astrologia antiga não era um ponto que recebia grande importância. Por influencia dos círculos esotéricos britânicos do final do século 19, alguns astrólogos associaram o Apogeu da lua a uma entidade mitológica chamada "Lilith", ou lua negra. Associaram esse elemen...
Como identificar as constelações no céu
Sem classificação

Como identificar as constelações no céu

As vezes mais do que simplesmente estudar a astrologia ou a astronomia, o mais interessante é olhar na prática, no céu propriamente, onde estão todos esses astros, constelações e elementos que aparecem no mapa e nas teorias astrológicas. Esse guia serve pra que você mesmo consiga visualizar qualquer constelação ou planeta visível a olho nu, desde que esteja num local de céu limpo e com pouca poluição luminosa. Em primeiro lugar, você vai precisar de um mapa, mas não exatamente de um mapa astral. Existem cartas astronômicas do céu que mostram a localização de todas as constelações. Antigamente na revistas Super Interessante vinha em todas as edições uma carta do céu pra ajudar na visualização das constelações. Não sei se isso continua até hoje. Existem programas que fornecem a ...
Os Eclipses
Sem classificação

Os Eclipses

  No ultimo dia 9 de Maio ocorreu um eclipse aos 19° de Touro, um eclipse solar.  Os eclipses são ocorrências muito importantes para a astrologia. Numa visão mundial, estão normalmente ligados a desastres naturais, não necessariamente em grande escala ou destrutivos, mas que tem algum impacto no imaginário coletivo. Um exemplo disso foi o eclipse solar de Capricórnio em 2010, quando ocorreu um terrível terremoto no Haiti.  Individualmente, incidindo sobre um mapa natal eles são igualmente intensos, no mínimo indicando que a área da vida afetada precisa de uma urgente reorganização. Há quem associe eclipses a ocorrências nefastas na vida de um nativo quando estes incidem sobre pontos importantes do mapa natal, e eu tenho notado que isso não deixa de ser verdade, mas nem sempre...
Sem classificação

O Ciclo Vênus – Sol

Vênus pode ser vista como a estrela D’alva, ou estrela da amanhã, ou como afirmou Rudhyar, Vênus-Lúcifer. Lúcifer é nada mais nada menos do que uma palavra hebraica (originalmente heilel Ben-shachar ou הילל בן שחר) cujo significado é justamente estrela D'Alva, o planeta Vênus,"desvio", mas também foi o nome dado ao anjo caído, da ordem dos Querubins. Sempre que Vênus retrogride e realiza a conjunção inferior com o sol ela se desloca para a sua aparição oriental,surgindo como a estrela da manhã. Em sua aparição vespertina, Vênus é nomeada como a estrela vésper, Estrela da Tarde, ou Vênus-Héspero. Após a conjunção superior com o sol, Vênus começa a aparecer todos os dias logo após o por do sol. Vênus é um planeta com muito conteúdo pra ser estudado. Os planetas mercúrio, Vê...