Tag: Virgem Page 1 of 3

Ceres na Astrologia

Não espere por uma listinha falando sobre Ceres nos signos, não é disso que eu quero falar aqui. Eu na verdade tenho olhado Ceres em alguns mapas, mas os textos que eu tenho encontrado sobre Ceres são , digamos assim, simplórios pra dizer o mínimo sem ofender seus bem-intencionados autores.  A questão é que eu não posso concordar  com essa história de que “Ceres é a nossa forma pessoal de nutrir” seja la o quê, simplesmente porque essa atribuição já pertence a lua, que responde muito bem por ela. O mito de Ceres é muito vasto, não se resume somente a essa questão da “nutrição”. Passa por exemplo pela questão das estações do ano, do rancor, do aspecto mesquinho e miserável de uma deusa que não teve piedade de ninguém ao instaurar o inverno quando lhe tiraram uma coisa da qual ela gostava, mas que não lhe pertencia (sua filha);  Esses autores costumam ignorar também os elementos astronômicos sobre Ceres, os períodos dela, afélio, periélio, etc. Eu acho que é muito precipitado definir Ceres sem nenhum tipo de observação séria. Fugir do excessivo uso das analogias com mitologia  é essencial. Se for pra encontrar um significado tem que se observar de que forma o planeta vai se inserindo no cotidiano como nova qualidade de tempo e não como um processo psicológico meramente humano. Este é o problema mais sério em toda a astrologia moderna: a busca de entendimento sobre processos psicológicos, antes de se encontrar uma definição em termos de qualidade de tempo. Os astrólogos modernos simplesmente ignoram que a psicologia não é um assunto da alçada da astrologia!

Ceres , pra quem não sabe é um asteroide, um dos mais de 4000 corpos que fazem parte do cinturão de asteroides, localizados entre Marte e Júpiter. Só que Ceres se destaca por ser o maior desses asteroides, por conter 1 terço da massa do cinturão de asteroides, e por ser arredondado como um planeta; Em determinadas condições, ceres é inclusive passível de observação a olho nu como um ponto pálido e diminuto, observável (a olho nu) somente ao passar pelas constelações de leão ou virgem quando em oposição com o sol.

Foi descoberta em 1801 enquanto passava pelo signo de Touro. Foi encarada como um Planeta até meados do século XIX, época da descoberta de Netuno, quando também se descobriram diversos outros corpos menores que Ceres na região que ficou conhecida a partir de então como “cinturão de asteroides”; Não tem sido exatamente ponto pacífico a questão de Ceres ser considerada asteroide, com alguns outros cientistas tendo postulado a reconsideração na classificação de Ceres já na época da descoberta de Plutão, que tem dimensões parecidas com as de Ceres em alguns pontos, mas a descoberta de uma série de outros corpos celestes foi mantendo essa questão “na gaveta”, isso até a descoberta de Éris em 2005. Chegou a ser chamada de Deméter por gregos e Hera por astrônomos alemães, mas a questão da nomenclatura ja no século XX era ponto pacífico e é até hoje “Ceres”, a deusa romana da agricultura.

A descoberta de Éris criou uma nova categoria intermediária entre o Planeta e o Asteroide, a de planeta-anão e é nessa categoria que atualmente encontramos Ceres e Plutão, bem como Éris, de acordo com as prerrogativas astronômicas.

Ceres tem um período orbital de aproximadamente 4 anos e 7 meses. Podemos dizer que possui um ciclo maior que dura 23 anos (5 revoluções completas), quando então encontramos Ceres quase exatamente no mesmo ponto do zodíaco em paralelo com a posição do sol (em outras palavras: quando vivemos uma revolução solar que coincide com um retorno de Ceres, com uma diferença de -2° aproximadamente). na minha opinião, esse deveria ser o ponto de partida pro estudo de Ceres. Será que existe algo em comum a todas as pessoas que costuma ocorra na época do 23° aniversário? Se houver, Podemos tirar daí pistas sobre possíveis significados de Ceres.

Outra questão importante se refere ao afélio e periélio de Ceres. O Afélio, ponto de maior distanciamento em relação ao sol, se encontra no signo de Peixes (aproximadamente 2°, oscilando aparentemente entre aquário e peixes quando visto geocentricamente, mas sempre caindo nessa região dos 2° de Peixes quando observado do ponto de vista heliocêntrico). Significa que Ceres é mais lenta no signo de Peixes e suas adjacências (Capricórnio, aquário, peixes, áries e touro); Já o periélio é o momento em que Ceres se encontra mais próxima do sol e por esse motivo é também mais rápida e isso ocorre por volta dos 02° de Virgem, sendo os signos que vão de Câncer a Escorpião relativamente mais rápidos no trânsito de Ceres.

Existe uma sub-crença mística de que o cinturão de asteroides seriam os restos de um antigo planeta que teria explodido em algum momento da história do sistema Solar, mas atualmente evidências levam os astrônomos  a acreditar no Oposto: O cinturão seria na verdade um amontoado de matéria dispersa que estaria se concentrando pra formar um planeta. Aparentemente esse processo foi interrompido por interferência da órbita de Júpiter, que não teve força o suficiente pra capturar todos os objetos para seu sistema de satélites, mas teve força o suficiente pra impedir a formação de tal planeta.

Alguns astrólogos modernos desejam atribuir a Ceres a regência sobre o signo de Virgem. Sem me delongar muito sobre a questão referente ao quanto é desnecessária essa coisa de se querer encontrar o “novo regente”, já que essa é uma falsa necessidade, ainda assim, não precisamos ver como absurda uma associação entre Ceres e o signo de Virgem. O periélio de Plutão também fica precisamente na região do zodíaco em que se deseja atribuir sua “nova regência”, em Escorpião. O mesmo ocorrendo com Éris, cujo periélio é Libra. Por conta dessa associação , muito do que se entende de Ceres vem tão somente dessa associação com o signo de Virgem e também de alguns elementos relacionados a mitologia de Ceres;

Não me sinto necessariamente confiante em relação ao foco em uma associação puramente mitológica para algo tão estrutural na astrologia como a definição do significado de um Planeta. É simplesmente ridículo partir somente deste ponto.  O fato de isso ser ponto pacifico em relação aos planetas do septanário não significa que devemos buscar a mesma coisa para planetas recém descobertos, especialmente porque o mundo não gira mais em torno do olimpo como costumava fazer na época em que recebemos as principais definições em relação ao sentido dos planetas do septanário na forma como as conhecemos hoje, incluindo seus nomes. É necessário lembrar que em outras culturas que ignoravam sumariamente a mitologia grega o sentido dos planetas do septanário era muito parecido com aquilo que foi absorvido posteriormente por gregos e romanos.

O principal argumento pra isso é que no Caso de Urano e Netuno, elementos novos da astrologia cuja atribuição de condição de planeta não é nem de longe colocada em prova, seus atributos astrológicos tem uma associação praticamente inexistente com relação a mitologia dos seus nomes. Urano, deus dos céus, pouco tinha de bizarro, original, revolucionário ou iconoclasta, já que ele mesmo foi a primeira forma de “tradição” a ser derrubada por seu filho, Cronos-Saturno; E Netuno , o deus, nada tem a ver com o planeta das ilusões e do êxtase: Nesse sentido, valeria muito mais uma renomeação de Netuno para Dionísio, Deus que contém em sua mitologia muito mais atributos relacionáveis a Netuno do que o próprio deus das águas, cavalos e terremotos.

Ceres (mitologicamente) e Virgem tinham uma forte associação na mitologia romana, tanto que Firmicus Maternus atribuía a deusa Ceres o posto de guardiã deste signo. Acontece que diversas outras deusas das mais variadas culturas tinham também uma forte associação com o signo de Virgem, porque era esta a única representação feminina entre as constelações do zodíaco. Assim o planeta anão Ceres está mais pra uma representação da própria condição de mulher do que uma representação exclusiva de predicados da deusa Ceres . Só que os significados que se deseja atribuir a Ceres atualmente são muito errôneos porque a Lua já responde por tais predicados (como a questão da ‘nutrição’ e do ‘cuidado’). Ceres poderia muito bem estar relacionada a elementos femininos que vão além dos atributos lunares (maternais) e venusianos (eróticos), especialmente porque o signo de Virgem representa o elemento estéril no espectro feminino; Algo que talvez responda por aquilo que vamos entendendo como “a mulher moderna” dentro da cultura ocidental, que vai além dos aspectos reprodutivos/sexuais ou lunares/venusianos. Tanto Ceres quanto Éris parecem ir nessa direção. Querer que Ceres seja uma segunda lua é como querer retroceder, como se o feminino nos dias de hoje não tivesse nada além daquilo que ja é esteriótipo ultrapassado (a cuidadora, a que nutre, etc);

Ceres, até mesmo pelo seu símbolo (que lembra uma foice, tal qual o símbolo de saturno) poderia ser uma forma feminina de Saturno, ou algo que se aproxime disso, mantendo suas próprias características inerentes. Não é uma questão de trocar elementos lunares por saturninos, mas de entender que Ceres é um elemento um pouco mais complexo, mas ao mesmo tempo não tão distante quanto os elementos simbolizados pelos transaturninos.

Ceres, se tiver que representar algo será algo relacionado a cotidiano, a uma dimensão mais imediata da vida, por conta de sua órbita, que é o dobro do tamanho da órbita de Marte, mas ao mesmo tempo pouco menor do que 2/5 da órbita de Júpiter; Sua periodicidade é curta, mais ou menos o tempo de duração ideal de uma graduação universitária. Na média fica cerca de 4 meses e meio em cada signo, ficando retrógrada quase todos os anos ou a cada 1 ano e 3 meses aproximadamente.

O grande problema em relação a produção de significados pra Ceres que eu tenho observado atualmente gira em torno da necessidade dos autores em fabricar respostas prontas e automáticas que englobam um nível miserável de raciocínio em cima do planeta em questão. Uso como exemplo a fixação que eu tenho encontrado em relação ao termo “nutrir”. Tenho visto diversos autores se fixando nisso, e somente nisso pra falar de ceres, e todo o sentido do planeta gira em torno de uma ginástica mental em torno de associações que revelam o jeito de nutrir de cada signo, cada casa ou cada aspecto. Isso se chama simplificação, redução, e é muito simplório. Não significa que Ceres não tenha relação nenhuma com esse termo (se tiver, acredito que a relação é mínima e se dá num nível mais sutil já que nutrição é um assunto da alçada da lua), significa que está se construindo um sentido muito equivocado  em cima de Ceres, muito reduzido, e que antes de ser aplicada em mapas, mereceria estudos mais sérios.

Eu quero acreditar que Ceres seja um ponto a ser considerado sim, mas não da forma que eu tenho visto atualmente. Motivos pra se ignorar sumariamente a existência de Ceres na minha opinião não existem, especialmente pela condição especial que Ceres tem em face aos demais asteroides, por ser o maior e por ser a maior concentração de massa de todo cinturão. Palas e Vesta tem menos da metade do tamanho de Ceres, uma massa muito menor e seu formato não é arredondado como o de ceres (talvez a questão do formato nem seja de todo relevante). De qualquer maneira, trata-se de um tema que precisa ser encarado como algo em aberto! Não é momento de se assimilar nada nem em relação a ceres e nem em relação a Éris. Qual conceito trazido agora seria temerário, porque uma coisa necessária pra verificação do sentido de um elemento novo na astrologia é o tempo e a experimentação. Urano levou mais de 1 século pra ter seu sentido compreendido depois que começou a ser empregado em mapas astrológicos de forma experimental em meados do século XIX;

Saturno em Virgem

 

Virgem é do elemento terra, da mesma natureza de Saturno. Mesmo assim, saturno por este signo é considerado somente peregrino. Se você já leu outros posts desta série que fala sobre saturno pelos signos, deve ter visto que, como maléfico, saturno não fica bem ao ter sua própria natureza aumentada. A única exceção é para o domicílio noturno de saturno (capricórnio). Esse é então um posicionamento que indica conservadorismo, medos e certa tendência ao pessimismo, tudo isso manifesto à maneira do signo de Virgem, através de suas características peculiares.   O apego à rotina e o perfeccionismo ganham um tom mais mórbido quando saturno está em Virgem. As rotinas correm o risco de se transformar em prisão e o perfeccionismo exagerado castra a autoestima e impede uma visão realista do mundo ao redor.
Virgem é o signo que empunha uma tesoura e remove tudo
aquilo que ele considera ruim, mal feito, desnecessário, excessivo,
pretensioso, resplandecente demais, grande ou pequeno demais, tudo aquilo que
desvia de um determinado padrão que ele elegeu como sendo o correto, como o ideal
de perfeição. O efeito que isso tem na vida é o de promover o aperfeiçoamento
de tudo através da remoção do que não contribui pra se chegar ao objetivo
desejado. Mas quem tem saturno em virgem pode ser muito rígido e severo na hora
de realizar a poda, frequentemente arruinando coisas que eram robustas e
saudáveis, mutilando, castrando, esquartejando sem dó nem piedade, sem levar em
consideração que todo corte gera uma ferida e um sangramento, e que cortes
profundos demais podem causar hemorragias e a morte. Claro, tudo isso num
sentido figurado.
Vivemos na prática o perfeccionismo de saturno em virgem
principalmente através da crítica. Criticar um aspecto essencial de um projeto
pode ter o efeito de realmente ajudar o autor a remodelar o que estava fazendo
em algo realmente melhor. Mas se por exemplo todos os aspectos de um projeto
forem criticados, isso pode  instaurar a
dúvida sobre a própria capacidade do autor, que pode eventualmente ser levado a
desistir do que pretendia fazer. Sendo assim, a crítica de saturno em virgem
tem um lado que pode ser profundamente destrutivo. O nativo de saturno em
virgem pode partir do princípio de que sempre haverá algo errado em tudo e que
basta procurar com cuidado que a falha sempre estará ali. O amadurecimento
começa a acontecer quando a pessoa aprende a discernir quando a crítica é
necessária, e quando a crítica tem o efeito de apenas promover amargura,
sofrimento e destruição. Compreender que sempre haverá falhas, que a perfeição
é tão somente um ideal, e que a crítica ao excesso de crítica também é algo
pertinente e deve ser levado em consideração.
A autocrítica em saturno em virgem pode ser especialmente
perniciosa. Partindo do princípio de que em tudo podemos encontrar falhas, a
pessoa acaba encontrando algo de errado em praticamente tudo o que diz respeito
a ela mesma. Quanto mais tenso saturno estiver no mapa, mais forte é esse
efeito e piores são os rombos que este excesso de crítica produz na autoestima
do nativo. O sentimento de inadequação, a sensação de que se está sempre em
falta, de que quase tudo é errado, termina por fatalmente tolher a liberdade e isso
pode levar a um sentimento constante de desconforto consigo mesmo que pode
sabotar diversas áreas da vida do nativo. Isso se observa, sobretudo nos
aspectos tensos deste saturno com o sol, marte e com a lua. O amadurecimento
neste caso surge quando a pessoa aprende a relaxar e a relevar alguns erros,
quando a pessoa aprende a aceitar e conviver com a existência da imperfeição e
da diferença.
A observação das regras e normas em saturno em virgem pode
assumir um aspecto tirânico. Em nome da ética e da moral, a pessoa ignora
completamente a existência dos sentimentos e do aspecto humano e as
consequências que uma simples denúncia pode ter sobre a vida de quem é
denunciado. Como um ciborgue de filmes de ficção científica, a pessoa pode
ignorar as circunstâncias e agir com completa falta de empatia com o seu
semelhante. O maior problema é que é bem possível que o próprio nativo aja
assim consigo, através de sua visão sempre muito crítica de si mesmo. Por nunca
se perdoar a pessoa acaba tendo grande dificuldade pra perdoar aos outros
também. Pode ser a sensação de que aparentemente todos podem “se dar bem” menos
ela mesma, que leva o nativo de saturno em virgem a ter uma postura sempre tão
policiadora.
Se saturno em virgem estiver em muita evidência ou tensão, a
pessoa pode ser pouco generosa e desnecessariamente frugal. Pode se dar pouco
prazer, pouco descanso e acaba aproveitando pouco da vida. Existe a mesma
característica poupadora que se observa em saturno em touro, mas neste caso há
mais habilidade e argúcia para os negócios, especialmente se outros fatores confirmarem
essa disposição. O grande problema é que a pessoa pode se privar de coisas
básicas, de conforto, de sabores, de sons, de vida, tudo pra evitar o “desperdício”.
Isso pode estar intimamente relacionado a falta de autoestima: por não enxergar
nada que seja digno de premiação em si mesma, a pessoa se pune através da
privação de diversas formas de prazer. O pior é quando a pessoa exerce
autoridade ou poder sobre outras, como seus filhos, por exemplo, e impõe o regime
de penúria sobre eles também. Ela amadurece quando aprende a reconhecer o
próprio valor e os próprios méritos, e a brindar a si mesma com o que a vida
tem de bom a oferecer.
Esta posição de saturno pode ser bastante cética e ter uma
abordagem naturalmente empírica, preferindo observar por si mesma um fato antes
de acreditar numa história qualquer. São apegadas a técnica, a ciência e a
modelos tradicionais. Outras podem ser religiosas e serem muito apegados a rituais.
São pessoas mais orientadas a ser intelectuais em algum nível.  Costumam ter uma preocupação natural com
higiene, saúde, dieta e exercícios; A pessoa pode ser muito preventiva em
relação a saúde, a ponto de poder desenvolver alguma forma de hipocondria.
Épocas marcadas pelo trânsito de Saturno em Virgem são
caracterizadas pela valorização da técnica, da norma, da correção e do
perfeccionismo. A crítica se torna algo frequente e passa a ter um peso mais
opressor do que em outros momentos. Existe também uma tendência básica a um
comportamento policiador das pessoas em relação umas as outras.  Tende a ser uma época produtiva, marcada pela
valorização do trabalho bem executado. A precisão, o conteúdo e utilidade das
coisas vale mais do que a mera apresentação das mesmas. Por outro lado,
questões relacionadas a etiqueta, higiene ou a aparência física das pessoas
ficam mais sérias, acaba existindo uma exigência maior em relação a uma padronização
das pessoas. Tudo o que desvia do normal chama uma atenção negativa em épocas
como essa, sendo encarado como doentio.
Períodos em que saturno passou ou vai passar pelo signo de
Virgem:
1889-1892
06/10/1889 a 25/02/1890 & 27/06/1890 a 27/12/1891 &
22/01/1892 a 29/08/1892
1919-1921
12/08/1919 a 07/10/1921
1948-1951
19/09/1948 a 03/04/1949 & 29/05/1949 a 20/11/1950 &
07/03/1951 a 13/08/1951
1977-1980
16/11/1977 a 05/01/1978 & 26/07/1978 a 21/09/1980
2007-2010
02/09/2007 a 29/10/2009 & 07/04/2010 a 21/07/2010
2036-2039

 

16/10/2036 a 11/02/2037 & 06/07/2037 a 05/09/2039

Sol em virgem com Ascendente em Peixes

A personalidade é um misto de caos e ordem, pragmatismo e confusão, virtude e permissividade, liberdade e constrição. Na verdade o que acontece é que espontaneamente o seu ascendente em Peixes faz de você uma pessoa meiga, doce, de convivência fácil, generosa, apegada à liberdade e permissiva ao extremo. Mas com o Sol em Virgem, os valores para os quais você da importância contradizem essa natureza, e em geral você tem um discurso pragmático, de quem parece ser muito exigente ou crítico, mas que no fundo não age de forma condizente com estes princípios. Em geral você é simpático, carismático e as pessoas querem estar perto de você, que tem uma influência que acalma e deixa qualquer um à vontade. Mas seu Sol em virgem provavelmente faz com que você não consiga entender o que as pessoas enxergam em você, porque é muito auto-crítico. Há uma forte tendência a negar as próprias qualidades e aumentar os próprios defeitos, e pior, permitir que outras pessoas façam isso. As características mais notáveis são o altruísmo, uma capacidade de ajudar o próximo sem esperar nada em troca e um lado muito compassivo em relação a quem sofre, uma habilidade de se colocar no lugar de quem passa por dificuldades ou sofre abusos que faz com que você automaticamente ajude quem considera que precise de ajuda. É necessário ao longo da vida adquirir a habilidade de resistir a pessoas donas de personalidades muito imperativas, e principalmente, aprender a resistir aos pedidos de ajuda, restringindo sua generosidade realmente a quem precisa e merece. É também importante aprender a iniciar coisas, já que pra você o mais fácil é atuar na manutenção e na conclusão de atividades iniciadas por outros.

Brian de Palma

Brian Russell De Palma (Newark, 11 de Setembro de 1940) é um cineasta norte-americano. Os seus trabalhos exploram principalmente temas de suspense, assassinato, e desordem psíquica, entre outros. Pelo seu estilo cinematográfico, De Palma é considerado por muitos como o sucessor de Alfred Hitchcock.

Georges Bataille

Georges Bataille (Puy-de-Dôme, 10 de Setembro de 1897 – 8 de Julho de 1962) foi um escritor francês, cuja obra se enquadra tanto no domínio da Literatura como no campo da Antropologia, Filosofia, Sociologia e História da Arte. O erotismo, a transgressão e o sagrado são temas abordados em seus escritos. A obra de Bataille atravessou campos diversos, da literatura à filosofia. Considerado como um dos escritores mais polêmicos e originais do século XX, transitava entre os boêmios na cena intelectual parisiense, além de trabalhar como arquivista da Biblioteca Nacional de Paris durante décadas, sua obra foi marcada por duas experiências centrais – a experiência estética no âmbito do surrealismo e a experiência política ligada ao radicalismo da esquerda.

Sol em Virgem e Ascendente em Aquário

Esta combinação gera uma personalidade excêntrica, que quase sempre escolhe fazer as coisas de uma maneira nunca antes pensada pelos outros, sendo ao mesmo tempo perfeccionista, apegado a rotinas e extremamente libertário. Ter o Ascendente em Aquário faz o virginiano ser muito consciente do lado mais negativo do seu signo solar. Nesta combinação existe plena consciência do como o apego a rotina pode ser algo destrutivo, do como todas as regras não devem ser seguidas de forma tão rígida porque sempre existem as exceções e o Ascendente em Aquário representa justamente o inusitado, o que foge a regra geral. Assim quem tem essa combinação tende a ficar muito consciente do como as pessoas acabam tornando-se escravas de si mesmas e de seus hábitos, sendo você uma pessoa que sempre tenta mostrar aos outros que existe um caminho paralelo, diferente, mas que leva ao mesmo local, que não é necessário se seguir cegamente por uma trilha apenas porque todos sempre seguem esta trilha. Você é um pouco inseguro e secretamente adoraria ter certeza de que seria aprovado antes de fazer qualquer coisa, mas de modo geral ignora completamente o que s outros pensam, se obrigando a ousar e colocando a si mesmo em situações inusitadas, forçando a si mesmo a quebrar regras, a não corresponder a expectativas. Você detesta tudo o que é vulgar, tudo o que é comum, tem padrões elevados, gostos inusitados e incomuns. Seu modo de lidar com as pessoas pode ser um tanto frio porque demonstra desprezo pelo que elas pensam ao seu respeito (por mais que vc seja inseguro e se contorça de agonia quando está quebrando alguma regra ou ousando de alguma maneira), mas o fato é que você é amigável, cooperativo, prestativo e bastante sociável.    
Ivan, O Terrível

Ivã IV (português brasileiro) ou Ivan IV (português europeu) (em russo: Иван IV Васильевич Грозный, Ivan Vassiliévitch Grozny, 25 de Agosto de 1530, Moscou – 18 de Março de 1584, Moscou), grão-duque de Moscou desde os três anos de idade, foi o primeiro governante a utilizar o título de czar (césar, ou imperador) de todas as Rússias. Na tradição russa, é conhecido como Ива́н Гро́зный (Ivan Grozny), geralmente traduzido como Ivã, o Terrível. Ivã estendeu o seu domínio para o oriente, anexando em 1552 o Canato de Kazan e em 1556 o Canato de Astrakhan, para absorver a Sibéria. Estabeleceu relações comerciais com o Ocidente.No entanto, a sua capacidade para uma boa governação ficou manchada pela excessiva crueldade. A sua polícia secreta, os Oprichniks, torturou e assassinou todos os suspeitos de traição, como o povo de Novgorod, acusado de rebelião.

Gustav Holst

Gustav Holst (Cheltenham, 21 de setembro de 1874 — Londres, 25 de maio de 1934) foi um compositor inglês, conhecido pela sua obra Os Planetas e por obras baseadas na literatura hindu e nas canções folclóricas inglesas. É o pai da compositora e directora de orquestra Imogen Holst.

Sol em Virgem e Ascendente em Capricórnio

A principal palavra que permeia sua natureza psicológica é “controle”. Em diversos sentidos pode-se aplicar este termo a você, começando pela sua natureza básica que é a de promover a manutenção da ordem a todo custo em qualquer situação onde esteja inserido. O senso de disciplina e compromisso é algo que brota naturalmente de você, que não tem dificuldade alguma para lidar com a autoridade, quer seja assumindo uma postura de autoridade ou se submetendo a alguém que detém a autoridade. Suas ambições não estão relacionadas necessariamente a vencer ou ser famosos, mas não são, nem por isso, pequenas. Você deseja ter controle absoluto de sua vida, dos seus relacionamentos, deseja segurança material e deseja de alguma forma controlar e vencer o próprio tempo, e por maior que pareça tal empreitada, ela não lhe intimidade e normalmente você consegue aquilo que deseja, uma vez que está longe de ser uma pessoa que deseja o improvável, você quer o que é possível e só ousa querer aquilo que tem absolutas condições de conquistar. Realismo e praticidade são outros termos que o descrevem muito bem, mas também o pessimismo, o cinismo, e uma intensa propensão a estados melancólicos e letárgicos que mergulham sua vida momentaneamente em inércia. Ter fé em situações de crise pode ser uma coisa que você está longe de possuir, mas em compensação, sua praticidade fica aguda normalmente nos momentos em que ela é mais necessária. Ao mesmo tempo você possui uma natureza filosófica e ao mesmo tempo muito racional e sensata tornado-o alguém que produz críticas pertinentes e construtivas, ainda que frequentemente seja um tanto ácido e rabugento. Você é rígido e sofre bastante quando alguém tenta persuadi-lo ou induzir você a qualquer coisa, porque sua natureza virginiana facilmente se deixa influenciar, mas a postura capricorniana do ascendente o impede de se desviar. Perceba que no fundo isto é muito bom, pois ao final você se mantém em seu caminho, por mais tentadora que pareça a proposta vinda de fora, por mais inteligente que seja a sugestão, ou por mais imperativa que seja a ordem, você detém o controle de si mesmo e não se permite desviar nem um centímetro se quer daquilo que planeja pra si mesmo.

Sean Connery

Sir Thomas Sean Connery (Edimburgo, 25 de agosto de 1930) é um ator britânico, nascido na Escócia. É famoso desde a década de 1960 pelo papel no cinema do agente secreto do MI-6 britânico, James Bond, criado pelo escritor Ian Fleming.
Nestes mais de quarenta anos de estrelato, Connery construiu uma sólida carreira cinematográfica após deixar o personagem de 007 em 1971, estrelando filmes importantes e populares nos anos seguintes como O Homem que Queria Ser Rei, O Nome da Rosa , Os Intocáveis e Caçada ao Outubro Vermelho , entre outros. Por sua contribuição às artes cinematográficas e ao Império Britânico, foi sagrado Sir pela Rainha Elizabeth II em 2000, apesar de ao longo de toda a vida ter lutado pela causa da independência da Escócia do Reino Unido.

Sophia Loren

Sophia Loren, nome artístico de Sofia Villani Scicolone, (Roma, 20 de setembro de 1934) é uma atriz italiana.
Quando ainda era muito pequena, sua família transferiu-se ao município napolitano de Pozzuoli, onde viveu até a adolescência em uma situação econômica muito difícil.
Descoberta em 1952 no set do filme Africa sotto i mari pelo produtor de cinema Carlo Ponti, que posteriormente viria a se tornar seu marido, mesmo sendo 22 anos mais velho. Com seu marido teve dois filhos, Carlo Jr. e Edoardo. Foi também cunhada de Romano Mussolini, filho de Benito Mussolini.
Trabalhou com grandes diretores como Vittorio De Sica, Federico Fellini, Ettore Scola, Robert Altman, Lina Wertmüller, entre outros.
Sophia Loren ganhou fama mundial em 1962, quando foi premiada com o Oscar de Melhor Atriz pelo filme La ciociara (Duas mulheres).
Lina Wertmüller desejava filmar Tieta de Jorge Amado, antes da produção de Cacá Diegues e a protagonista seria Sophia Loren.

Shirley Manson

Shirley Ann Manson (Edinburgo, 26 de agosto de 1966) é uma ex-modelo da Calvin Klein, actriz e cantora escocesa, mais conhecida como vocalista da banda Garbage. Nascida na capital escocesa, era filha de uma cantora e desde cedo já demonstrava talento.
Com apenas 16 anos, ela entrou na banda de seu namorado, que se chamava Goodbye Mr. Mackenzie, tocando teclados e fazendo backing vocals. Dez anos depois, com o fim do Goodbye Mr. Mackenzie (que nunca obteve muito sucesso), Shirley se tornou a vocalista da banda Angelfish.
Nessa época, os outros integrantes do Garbage já estavam trabalhando no projeto e procuravam por uma vocalista. Eles conheceram Shirley pelo videoclip da música “Suffocate Me”, do Angelfish, durante o programa 120 Minutes da MTV estadunidense (o equivalente ao Lado B brasileiro). À frente do Garbage, Shirley Manson tornou-se ícone do rock alternativo dos anos 90, esbanjando talento, carisma e muita atitude no palco. A banda teve seu ápice em meados dos anos 90 com os álbuns Garbage e Version 2.0 e emplacou hits como Only Happy When it Rains, When I Grow Up e Stupid Girl. Em 2005 a banda entrou em um hiato por tempo indeterminado. O lançamento do álbum solo de Shirley Manson estava previsto para 2008, porém, por pressão da gravadora, ele foi adiado.
Atualmente, ela interpreta a gananciosa empresária Catherine Weaver, no seriado Terminator: The Sarah Connor Chronicles, cuja história se passa entre os filmes Terminator 2: Judgment Day e Terminator 3: Rise of the Machines.

Príncipe Harry de Gales

Príncipe Henrique de Gales (nascido Henry Charles Albert David; 15 de setembro de 1984 -), popularmente conhecido como Príncipe Harry, é um membro da Família Real Britânica, e neto da Rainha Elizabeth II (Isabel II). Harry é o terceiro na linha de sucessão para o trono britânico (atrás de seu pai, o Príncipe de Gales, e de seu irmão, o Príncipe William). É considerado o mais descolado membro da Família Real.

Sol em Virgem e Ascendente em Sagitário

Sua personalidade é um tanto dividida, mas o que predomina em seu caráter é um forte senso de ética, compromisso  e uma honestidade quase exagerada. Crítico e espontâneo, você detecta falhas e as expõe sem dó nem piedade, não importa a situação ou a pessoa que tenha cometido o erro. Pra você assumir que errou é a coisa mais simples que existe, o difícil pra você é ter de lidar com mentiras, sustentar engodos e desempenhar papéis, você pode até tentar, mas quase nunca convence. A verdade você diz com veemência, sua sinceridade é algo espontâneo e genuíno, mas a mentira você diz com vacilação e sentimento de culpa. Você sempre será alguém muito devoto e apegado a algum tipo de verdade, seja uma verdade religiosa, científica ou filosófica, e você tende a tentar convencer a todos em seu redor da validade do seu pensamento. Pra você, ser respeitado em suas filosofias pessoais é algo imprescindível, e ser reconhecido como alguém inteligente e eficiente também é importante. A divisão que ocorre em sua personalidade se dá pelo fato de Virgem ser um signo metódico e perfeccionista, e Sagitário um signo livre e espontâneo. Enquanto pra você o importante é ser simples, comedido e humilde, como indica o Sol em Virgem, você na verdade mostra um comportamento espontâneo, às vezes exagerado, e muitas vezes fica se punindo quando acidentalmente “transborda”, seja de alegria ou de irritação. É comum que você dê a impressão de que tem muito mais pique e energia do que realmente tem, e as vezes força a si mesmo a se exceder, seja em trabalho ou qualquer outro tipo de atividade. Isso o leva a assumir coisas demais em sua vida e cria sérias dificuldades pra manejar todos os compromissos, já que nem sempre a energia da qual você dispõe corresponde a sua intenção de viver a vida tão intensamente. Você é um misto de modéstia e autoconfiança, inteligência criativa com abordagem científica e exata, humor jocoso e espontâneo e criticismo rabugento e antipático. Como os signos mutáveis têm forte influência sobre você, às oscilações de humor são freqüentes, quase sempre variando entre o riso, a irritação e a rabugice. 

Ronaldo

Ronaldo Luís Nazário de Lima, mais conhecido como Ronaldo, Ronaldinho ou Ronaldo “Fenômeno” (Rio de Janeiro, 22 de setembro de 1976), é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Corinthians. É o maior artilheiro da história das Copas do Mundo com quinze gols. Iniciou seu caminho no futebol no futsal do Valqueire Tênis Clube , transferindo-se cedo para o Social Ramos Clube do Rio de Janeiro, para logo em seguida mudar-se para o São Cristóvão, também carioca. Porém foi no Cruzeiro que se profissionalizou e alcançou a fama como atleta no segundo semestre de 1993. Recebeu a alcunha “fenômeno” quando jogava na Itália na Internazionale de Milão.

Madre Tereza de Calcutá

Madre Teresa de Calcutá, também chamada Beata Teresa de Calcutá, cujo nome verdadeiro é Agnes Gonxha Bojaxhiu (Skopje, 26 de Agosto de 1910 — Calcutá, 5 de Setembro de 1997), foi uma missionária católica albanesa, nascida na República da Macedônia e naturalizada indiana, beatificada pela Igreja Católica em 2003. Considerada, por alguns, a missionária do século XX, fundou a congregação “Missionárias da Caridade”, tornando-se conhecida ainda em vida pelo cognome de “Santa das sarjetas”.

Dave Mustaine

David Scott Mustaine (La Mesa, Califórnia, 13 de setembro de 1961) é vocalista, guitarrista e líder do grupo Megadeth, o qual fundou após sua saída da banda de Thrash Metal Metallica. Dave é um pioneiro do estilo thrash/speed metal no mundo. Em 2009, ficou em primeiro lugar no livro The 100 Greatest Metal Guitarists de Joel McIver.

Luana Piovani

Luana Elídia Afonso Piovani (Jaboticabal, 29 de agosto de 1976) é uma modelo e atriz brasileira.

Sol em Virgem e Ascendente em Escorpião

Misterioso, antipático e ao mesmo tempo carismático, sua personalidade exigente e perfeccionista recebe a carga do vigor e da intensidade de escorpião no Ascendente, fazendo da sua personalidade algo complexo, insondável e ao mesmo tempo irresistivelmente atraente. Você não se deixa conhecer facilmente, está muito longe de ser óbvio e sempre que pode é reticente. A principal marca da sua existência é a capacidade de modificar a si mesmo e aos outros, realizando transformações profundas e irreversíveis, tendo o dom de promover a cura, remover os males, limpar, purificar e renovar qualquer coisa por mais impossível que pareça a cura ou a transformação. Você tem uma incrível capacidade para se comprometer e levar até o fim qualquer tipo de coisa com a qual tenha se envolvido, agindo como fiscal de si mesmo e dos outros, sempre cuidando para que tudo realmente chegue até seu máximo, a sua verdadeira conclusão. Você não tem medo e nem pena de arrancar aquilo que não lhe faz bem ou que já está velho e é inútil, tende a ser enérgico com as pessoas e se necessário é impiedoso. Independente disso, você atrai amigos, atrai a simpatia alheia e embora não goste de admitir, também é dotado de sorte, já que o sol está no décimo primeiro signo em relação ao ascendente. Em geral você não gosta do que vem facilmente e sente orgulho do seu próprio esforço, sente-se bem consigo mesmo quando é merecedor das dádivas que recebe, mas a vida, caso seu mapa confirme esta tendência dada pelo sol, sempre será generosa com você. Você é muito crítico e se beneficiaria muito se conseguisse moderar esta tendência ao longo de sua vida, impedindo que ela se transforme num hábito. Você não lida bem com as críticas, sugestões ou propostas alheias, mas se beneficiaria se conseguisse ao menos aprender a ouvir, respeitar e conviver com uma sugestão, sem necessariamente se sentir na obrigação de cumpri-la.

Julio Iglesias

Julio Iglesias (Madrid, 23 de setembro de 1943) é um cantor espanhol de fama internacional.
É filho de Julio Iglesias Puga (1915-2005), prestigiado médico ginecologista espanhol, e de Maria del Rosario de la Cierva y Periñon(1918-2002). Casaram-se em 1942 e divorciaram-se em 1983. Iglesias tem um irmão, Carlos (nascido em 1945) e, dois meios-irmãos: Jaime (nascido em 2004) e Ruth (nascida em 2006), fruto do segundo casamento do pai, em 2001.
Sempre teve especiais apetidões para o desporto, chegando a jogar no Real Madrid, na posição de Guarda-Redes entre 1958 e 1963. Neste ano sofrera um terrível acidente de viação, fruto de conduzir com excesso de álcool, que lhe pôs fim à carreira futebolística, devido a graves lesões nas pernas e braços, do qual nunca recuperou na totalidade. Daí, optara então, alternativamente, a uma carreira musical.
Marcado pela voz e seu detalhismo nas canções, além de grande carisma, se tornou o mais bem sucedido artista latino em todos os tempos, com números impressionantes: 250 milhões de cópias vendidas, 2600 discos de ouro e de platina, quatro mil espetáculos em mais de quinhentas cidades do mundo e uma canção tocada a cada trinta segundos. Seu talento musical se estende a um de seus filhos, que também seguiu carreira musical: Enrique Iglesias.

Liz Greene

Liz Greene é tida em grande consideração pelos astrólogos de todo o mundo, profissionais e não profissionais. Greene é uma prolífica autora de livros e diversas publicações, e tem desempenhado um papel importante na construção da Astrologia Psicológica moderna.Formada em Psicologia, Liz Greene é uma qualificada analista Jungiana. Detém ainda um diploma em Aconselhamento, obtido no Centro de Psicologia Transpessoal de Londres, e também um diploma da Faculdade de Estudos Astrológicos, da qual é Patrona desde sempre.Nasceu em 4 de setembro de 1946.

Claudia Schiffer

Claudia Schiffer (Rheinberg, Nordrhein-Westfalen, 25 de agosto de 1970) é uma supermodelo alemã.Claudia Schiffer surgiu na década de 80 junto com outras renomadas top models, como Tyra Banks,Linda Evangelista, Cindy Crawford, Naomi Campbell, Christy Turlington, Elle MacPherson, Tatjana Patitz, Amber Valletta, Paulina Poriskova e Karen Mulder, entre outras. A modelo alemã entrou para o Guinness Book como a modelo que fez mais capas de revistas em todo mundo.Claudia Schiffer foi colocada na 3ª posição na lista das 20 modelos-ícones publicada pelo site Models.com. Foi noiva do mágico David Coperfield.

Goethe

Johann Wolfgang von Goethe (Frankfurt am Main, 28 de Agosto de 1749 — Weimar, 22 de Março de 1832) foi um escritor alemão e pensador que também incursionou pelo campo da ciência. Como escritor, Goethe foi uma das mais importantes figuras da literatura alemã e do Romantismo europeu, nos finais do século XVIII e inícios do século XIX. Juntamente com Friedrich Schiller foi um dos líderes do movimento literário romântico alemão Sturm und Drang.
De sua vasta produção fazem parte: romances, peças de teatro, poemas, escritos autobiográficos, reflexões teóricas nas áreas de arte, literatura e ciências naturais. Além disso, sua correspondência epistolar com pensadores e personalidades da época é grande fonte de pesquisa e análise de seu pensamento. Através do romance Os sofrimentos do jovem Werther, Goethe tornou-se famoso em toda a Europa no ano de 1774. Mais tarde, com o amadurecimento de sua produção literária, e influenciado pelo também escritor alemão Friedrich Schiller, Goethe se tornou o mais importante autor do Classicismo de Weimar. Goethe é até hoje considerado o mais importante escritor alemão, cuja obra influenciou a literatura de todo o mundo.

Oliver Stone

Oliver Stone (Nova Iorque, 15 de setembro de 1946) é um realizador estadunidense.
Stone estudou nas universidades de Yale e de Nova Iorque. Ganhou dois Oscar de melhor diretor com os filmes Platoon (serviu na guerra do Vietnã, onde ganhou a “Estrela de Bronze de Honra ao Mérito”) e Born on the Fourth of July.
Uma característica dos filmes de Oliver Stone reside no uso de câmaras e formatos de filme diferentes, que podem ir do VHS ao filme de 8mm até 70mm. Stone escreveu ou participou em todos os filmes que dirigiu, à excepção de U Turn, de 1997. Para além disso ajudou nos argumentos de Midnight Express, Conan the Barbarian, Scarface, Year of the Dragon, 8 Million Ways to Die e Evita.
Alguns críticos acusam Stone de ser um teórico da conspiração e que os seus filmes manipulam os espectadores, mas apesar disso muitos consideram também que que Stone é um dos melhores realizadores de Hollywood, e também o mais controverso.Já esteve preso duas vezes em sua vida: aos 21 anos, por porte de maconha no México, e em 1999, por porte de haxixe.

Fernanda Torres

Fernanda Pinheiro Monteiro Torres (Rio de Janeiro, 15 de setembro de 1965) é uma atriz brasileira.

Sol em Virgem e Ascendente em Libra

Existe uma grande contradição entre quem você é e aquilo que você sente que é no fundo, ou ainda, entre o que efetivamente é e o que sente que “deveria ser”. É complexo, mas isso ocorre porque você tem o sol e o Ascendente posicionados em signos totalmente antagônicos, ainda que tão próximos. Virgem e Libra são signos que formam contra-antiscion, uma relação desarmônica que denota extrema disparidade. Virgem é o último estágio do setor pessoal do zodíaco, denota humildade, eficiência, ideais metódicos e sistemáticos, uma visão crítica do mundo. Com o sol posicionado neste signo, você da um valor imenso a todas essas coisas. Mas o ascendente em Libra é o fator que realmente dita sua personalidade e revela o como você age, ou o que você é a despeito daquilo que acredita que deveria ser. Libra é o primeiro estágio do setor coletivo do zodíaco, indica equanimidade, busca por equilíbrio e justiça. Libra é uma busca ansiosa pela aprovação, confere uma forte tendência à busca de aliados, uma disposição sociável, superficial e romântica. O principal conflito que se percebe entre Virgem e Libra, é que o signo de Virgem é apegado às normas – é algo um tanto quanto travado, se comparado com Libra, que desliza musical e harmoniosamente com desenvoltura e sem a necessidade de seguir rigidamente nenhuma regra. Você é e age de forma Libriana, e por ter o sol em Virgem às vezes sente que está sendo desonesto, ou sente algum desconforto, pois o apego as normas, ao método, ao critério fala muito forte em sua natureza interior. As contradições surgem às vezes quando você age de uma determinada maneira reprovável pelos moldes virginianos (e você deve ficar atento quando esses moldes estão demasiadamente rígidos e obsessivos) e detecta alguém agindo da mesma maneira e passa a criticar a pessoa, sendo que você mesmo age espontaneamente da mesma maneira. A tendência básica é que você “engula” muitas das manias e obsessões ao invés de realmente descarta-las do seu ser: Elas continuam dentro de você, mas projetadas em outras pessoas.

Lavoisier

Antoine-Laurent de Lavoisier, (Paris, 26 de agosto de 1743 — Paris, 8 de maio de 1794) foi um químico francês, considerado o criador da Química moderna.
Foi o primeiro cientista a enunciar o princípio da conservação da matéria. Além disso identificou e batizou o oxigênio, refutou a teoria flogística e participou na reforma da nomenclatura química. Célebre pela sua frase “Na Natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma.”

Cassandra Peterson, “Elvira”

Cassandra Peterson (Manhattan, Kansas, 17 de setembro de 1951) é uma atriz estadunidense mais conhecida pela sua personagem da televisão e do cinema chamada Elvira, a rainha das trevas. A personagem era direcionada ao público juvenil dos anos 80 e explora elementos sexuais e de terror em voga nessa época. Lembra outras personagens famosas, como Mortícia Adams e Vampira (Maila Nurmi), mas seu formato foi basicamente feito para a TV. Seu filme é um dos mais reprisados na Sessão da Tarde (Globo)

Sol em Virgem e Ascendente em Virgem

A sensação que você transmite para as pessoas é de limpeza, mas entenda isso principalmente num nível mais, digamos, “energético”. Você é uma pessoa clara e limpa em tudo o que faz, seus pensamentos e idéias são coesos, e além disso você é dono de uma apurada capacidade pra discernir as coisas de forma sistemática e exata. Cuidadoso de si e dos outros, adora organizar, limpar, depurar, separar, purificar. Consegue perceber uma possibilidade de melhora, de aprimoramento ou refinamento em quase tudo, busca a perfeição, mas tende a não acreditar muito nela, sabe que cada coisa pode ser melhorada, que a escalada de evolução para tudo é infinita. Muito atento a imagem que transmite para as pessoas, teme muito o ridículo e se esforça sempre pra transmitir aquilo que considera adequado, razoável ou aceitável. Apesar de ser uma pessoa simples e humilde em essência, possui padrões elevados e é bastante exigente. Crítico de si, mas também muito crítico dos outros, deve tomar cuidado quando esta tendência se torna inconsciente. Você percebe isso quando as pessoas efetivamente reclamam ou passam a agir como se estivessem caminhando sobre ovos quando lidam com você. Você não tem muito espírito de liderança, quer dizer, talvez falte a firmeza ou a força necessária para segurar as rédeas, mas é um excelente planejador, estrategista, administrador ou coordenador, desde que a palavra final não tenha que ser a sua. Você é bom, entretanto, pra obrigar as pessoas a cumprir regras estipuladas. Sua dificuldade reside em controlar uma situação onde as pessoas precisam respeitar a SUA autoridade, mas quando existe uma autoridade maior (por exemplo, uma lista de regras ou leis), não existe ninguém melhor do que você pra garantir que todos andem na linha de acordo com o que foi estipulado por uma autoridade que você respeita. Prestativo, sente prazer em ajudar, contribuir, ser útil, mas é também muito sensível a ingratidão.      

Keanu Reeves

Keanu Charles Reeves (Beirute, Líbano, 2 de Setembro de 1964) é um ator canadense, nascido no Líbano. Veja a biografia dele aqui.

Andrea Bocelli

Andrea Bocelli (Lajatico, 22 de setembro de 1958) é um tenor, compositor e produtor musical italiano.

Agatha Christie

Agatha May Clarissa Mallowan (Torquay, 15 de Setembro de 1890 — Wallingford, 12 de Janeiro de 1976), mundialmente conhecida como Agatha Christie, foi uma romancista policial britânica e autora de mais de oitenta livros. Seus livros são os mais traduzidos de todo o planeta, superados apenas pela Bíblia e pelas obras de Shakespeare. É conhecida como Duquesa da Morte, Rainha do Crime, dentre outros títulos.
Criou os famosos personagens Hercule Poirot, Miss Marple, Tommy e Tuppence Beresford e Parker Pyne.

Calígula

Caio Júlio César Augusto Germânico (em latim Gaius Julius Caesar Augustus Germanicus; 31 de agosto de 12 d.C. – 24 de janeiro de 41), também conhecido como Caio César ou Calígula (Caligula), foi imperador romano de 16 de março de 37 até o seu assassinato, em 24 de janeiro de 41. Foi o terceiro imperador do romano e membro da Dinastia Júlio-Claudiana, instituída por Augusto. Ficou conhecido pela sua natureza extravagante e por vezes cruel. Foi assassinado pela guarda pretoriana em 41, aos 29 anos. A sua alcunha Calígula (que significa botinhas em português) foi posta pelos soldados das legiões comandadas pelo pai, que achavam graça vê-lo mascarado de legionário, com pequenas caligae (sandálias militares) nos pés.
Era o filho mais novo de Germânico, que, pela sua vez, era filho adotivo do imperador Tibério. Germânico é considerado como um dos maiores generais da história de Roma. A mãe de Calígula era Agripina. Cresceu com a numerosa família (tinha dois irmãos e três irmãs) nos acampamentos militares da Germânia Inferior, onde o pai comandava o exército imperial (14 – 16). Após a celebração em Roma do triunfo do seu pai, marchou com ele para Oriente. Germânico faleceu durante a sua estadia em Antioquia, em 19. Após enterrar o seu pai, Calígula regressou com a sua mãe e os seus irmãos para Roma, onde a incomodidade que a sua presença gerava no imperador degenerou numa inimizade, causador provável das estranhas mortes de uma série de parentes do futuro imperador entre os que se contavam dois dos seus tios. As suas relações com Tibério pareceram melhorar quando este se mudou para Capri e foi designado pontifex. À sua morte —a 16 de março de 37—, Tibério ordenou que o Império devia ser governado conjuntamente por Calígula e Tibério Gemelo.
Após desfazer-se de Gemelo, o novo imperador tomou as rédeas do Império. A sua administração teve uma época inicial pontuada por uma crescente prosperidade e uma gestão impecável; porém, a grave doença que atravessou o imperador marcou um ponto de inflexão no seu jeito de reinar. Apesar de que uma série de erros na sua administração derivaram numa crise econômica e numa fome, empreendeu um conjunto de reformas públicas e urbanísticas que acabaram por esvaziar o tesouro. Apressado pelas dívidas, pôs em funcionamento uma série de medidas desesperadas para restabelecer as finanças imperiais, entre as que se destaca pedir dinheiro à plebe.
Militarmente, o seu reinado esteve caracterizado pela anexação da província da Mauritânia (a cujo monarca assassinou numa das suas visitas a Roma), pelo insucesso na conquista da Britânia e pelas tensões que açoitaram as províncias orientais do Império. Em Oriente, deu amostras da sua graça mediante a concessão dos territórios de Bataneia e Traconítide ao seu amigo Herodes Agripa, e da sua megalomania ao ordenar que fosse erigida uma estátua na sua honra no Templo de Jerusalém; enquanto no Ocidente deu-as da sua demência ao pedir o exército que em vez de atacar as tribos britanas se pusera a recolher conchas, o tributo que segundo ele essas águas lhe deviam ao Monte Capitolino e ao Monte Palatino.
Segundo determinados historiadores, nos seus últimos anos de vida esteve envolvido numa série de escândalos entre os quais se destacam manter relações incestuosas com as suas irmãs e até mesmo obrigá-las a prostituir-se. A 24 de janeiro de 41, foi assassinado pelos executores de uma conspiração integrada por pretorianos e senadores, e liderados pelo seu praefectus, Cássio Querea. O desejo de alguns conspiradores de restaurar a República viu-se frustrado quando, no mesmo dia do assassinato de Calígula, o seu tio Cláudio foi declarado imperador pelos pretorianos. Uma das primeiras ações de Cláudio como imperador foi ordenar a execução dos assassinos do seu sobrinho.
Existem poucas fontes sobreviventes que descrevam o seu reinado, nenhuma das quais refere de maneira favorável; pelo contrário, as fontes centram-se na sua crueldade, extravagância e perversidade sexual, apresentando-o como um tirano demente. Embora a fiabilidade destas fontes seja difícil de avaliar, de acordo com o conhecido com certeza a respeito do seu reinado, trabalhou incansavelmente a fim de aumentar a autoridade do princeps; tendo de fazer face a várias conspirações surgidas com o objeto de derrocá-lo e lutando a fim de reduzir a influência do Senado, esmagando a oposição que este órgão legislativo continuava exercendo. Tornou-se o primeiro imperador em apresentar-se frente do povo como um deus.

David Copperfield

David Copperfield, nome artístico de David Seth Kotkin (Metuchen, 16 de Setembro de 1956), é um renomado mágico e ilusionista dos Estados Unidos.
Conhecido principalmente por sua combinação de ilusões espetaculares com a habilidade de contar histórias. Seus feitos mais famosos são: fazer desaparecer a Estátua da Liberdade (num programa de televisão – os assistentes ao vivo participavam na ilusão e sabiam como era feita), levitar sobre o Grand Canyon, sair de uma camisa de força e passar através da Muralha da China.
Começou a atuar profissionalmente aos doze anos, e se tornou o mais novo membro admitido na Sociedade dos Mágicos Americanos. Aos dezesseis anos ensinava mágica na Universidade de Nova Iorque.
Em 1982 fundou o Project Magic, um programa de reabilitação para pacientes com deficiência reconquistarem habilidades perdidas ou danificadas. O programa, reconhecido pela Associação Norte-Americana de Terapia Ocupacional, é praticado em mais de mil hospitais em todo o mundo.
Copperfield se esforça por preservar para as futuras gerações a história da arte da magia. Para isto tem um museu de livros, acessórios de antiquário, e outros fatos históricos relacionados com conjurações. A vasta coleção, conhecida como o Museu e Biblioteca Internacionais das Artes de Conjuração, localiza-se em Las Vegas, Nevada.
A revista Forbes publicou que Copperfield ganhou 57 milhões de dólares em 2003, o que o torna a décima celebridade mais bem paga do mundo.
Teve um relacionamento com a supermodelo Claudia Schiffer por seis anos, até 1999.
No Brasil ele tem grandes relações com Wesley Lima ou (Wesley IsMagic), cujo é um dos seus discípulos no ilusionismo, e um dos seus Designers de Mágicas nos seus shows atuais.

Sol em Virgem e Ascendente em Leão

Por fora você é pompa, grandiosidade, estilo, glamour e sucesso. Por dentro, para a surpresa da maioria das pessoas que não o conhecem, você é simples, humilde e extremamente ansioso pra saber se o que está fazendo está certo ou não. Mas no final das contas você ignora completamente a opinião alheia, é ousado, destemido e faz coisas que às vezes até você mesmo considera absurdas, mesmo que por dentro esteja em frangalhos, desesperado com a sensação de que está fazendo algo de muito errado. Por fora você é a imagem daquilo que mais reprova: arrogância e egoísmo. Por dentro você sabe que é capaz de ser muito melhor e mais sofisticado do que aquilo que demonstra para o mundo, mas é como se você estivesse o tempo inteiro se “economizando”. Você sabe as respostas certas, os modos corretos de fazer e agir, a maneira certa de realmente chegar ao sucesso e a perfeição, mas faz questão de transmitir uma imagem de ingenuidade e inocência, ou de prepotência exagerada com intuito de realmente fazer com que as pessoas achem que está blefando. E não, você não está blefando, e normalmente você surpreende a todos com demonstrações de agilidade, maestria e sua capacidade para o trabalho diligente e atividades organizacionais. Você não é apenas papo, você realmente faz o que diz, e quando faz normalmente faz até mais. No fundo o Ascendente em leão serve para manter protegida a fragilidade natural do sol em virgem, e no final das contas o resultado desta combinação em você é um equilíbrio entre a autoconfiança e o senso crítico. Você é uma pessoa muito exigente, e possivelmente vem daí sua fama de arrogante, já que no fundo o que você quer é qualidade ou exatidão, mas sua forma de cobrar isso das pessoas,  com a pompa e o calor exagerado do ascendente  leonino da a impressão sempre de que você está se excedendo nas cobranças. Você ao longo de sua vida irá conviver intimamente com as duas faces de uma mesma moeda, no que diz respeito aos esquemas psicológicos de “senhor e servo”, às vezes será você quem abusará da boa vontade alheia, às vezes será você a vítima dos abusos.

Freddie Mercury

Freddie Mercury, nome artístico de Farrokh Bommi Bulsara (Stone Town, 5 de setembro de 1946 — Londres, 24 de novembro de 1991), foi o vocalista da banda de rock britânica Queen. É considerado pelos críticos e por diversas votações populares um dos melhores cantores de todos os tempos e uma das vozes mais conhecidas do mundo. Freddie Mercury nasceu na cidade de Stone Town, na ilha Zanzibar, à época colônia britânica, hoje pertencente à Tanzânia, na África Oriental. Seus pais, Bomi Bulsara e Jer Bulsara, eram indianos da religião zoroastriana. Mercury foi educado na St. Peter Boarding School, uma escola inglesa perto de Mumbai, na Índia, onde deu seus primeiros passos no âmbito da canção, ao ter aulas de piano. Foi na escola que ele começou a ser chamado “Freddie” e, com o tempo, até os seus pais passaram a chamá-lo assim.
Depois de se formar em sua terra natal, Mercury e família mudaram-se em 1964 para a Inglaterra, devido a uma revolução iniciada em Zanzibar. Ele tinha dezoito anos. Lá diplomou-se em Design Gráfico e Artístico na Ealing Art College, seguindo os passos de Pete Townshend. Esse conhecimento mostrar-se-ia útil depois, ao Freddie projetar o famoso símbolo da banda.
Algo que poucos fãs sabem é que, na escola de artes em que se bacharelou, Freddie era conhecido como um aluno exemplar e muito quieto. Tinha uma personalidade bastante introspectiva. Concluiu os exames finais do curso com conceito A. Possui uma série de trabalhos em arte visual, hoje disponíveis em alguns sítios na internet.
Na faculdade, ele conheceu o baixista Tim Staffell. Tim tinha uma banda na faculdade chamada Smile, que tinha Brian May como guitarrista e Roger Taylor como baterista, e levou Freddie para participar dos ensaios.
Em abril de 1970, Tim deixa o grupo e Freddie acaba ficando como vocalista da banda que passa a se chamar Queen. Freddie decide mudar o seu nome para Mercury. Ainda em 1970, ele conheceu Mary Austin, com quem viveu por cinco anos. Foi com ela que assumiu sua orientação sexual (Freddie era bissexual) e os dois mantiveram forte amizade até o fim de sua vida. Mary inspirou Freddie na música Love of My Life, de acordo com declaração do cantor e de seus companheiros de Banda, sendo Mary acima de tudo o verdeiro amor dele.
No visual de Freddie, há uma mudança que não deixa de ser notada: se, na era Glam dos anos 70, o cabelo comprido, eyliner preto, unhas pintadas , os maillotes de bailado e sapato de tacão alto eram moda, estes iriam dar lugar a uma postura mais “macho”: cabedal preto, chapéu de polícia, cabelo curto e meses mais tarde bigode, essa seria a sua imagem de marca na promíscua década de 1980.
Mercury compôs muitos dos sucessos da banda, como Bohemian Rhapsody, Somebody to Love, Love of My Life e We Are the Champions; hinos eloquentes e de estruturação extraordinária, particulares e sempiternos. Suas exibições ao vivo eram lendárias, tornando-se imagem de marca da banda. A facilidade com que Freddie dominava as multidões e os seus improvisos vocais envolvendo o publico no show tornaram as suas turnês um enorme sucesso na década de 1970 e principalmente (enchendo estádios de todo o mundo) nos anos 80.
Lançou dois discos-solo, aclamados pela crítica e pelo público. Em 1991, surgiam rumores de que Mercury estava com AIDS, que se confirmaram em uma declaração feita por ele mesmo em 23 de novembro, um dia antes de morrer, vindo a falecer na noite de 24 de novembro de 1991, em sua própria casa, chamada de Garden Lodge. Sua morte causou repercussão e tristeza em todo o mundo. A casa de Freddie Mercury, passada por testamento à sua ex-namorada, Mary Austin, recebeu muitos buquês de flores na época e continua a receber até hoje.
O corpo de Freddie Mercury foi cremado e por isso infelizmente não existe túmulo para que seus fãs viessem para homenageá-lo.
Em 25 de novembro de 1992, foi inaugurada uma estátua em sua homenagem, com a presença de Brian May, Roger Taylor, da cantora Montserrat Caballé, Jer e Bomi Bulsara (pais de Freddie) e Kashmira Bulsara (irmã de Freddie), em Montreux, na Suíça, cidade adotada por Freddie como seu segundo lar.
Os membros remanescentes do Queen fundaram uma associação de caridade em seu nome, a The Mercury Phoenix Trust, e organizaram, em 20 de abril de 1992, no Wembley Stadium, o concerto beneficente The Freddie Mercury Tribute Concert, para homenagear o trabalho e a vida de Freddie.
O cantor também foi conhecido pelo pseudônimo de Larry Lurex e pelo apelido Mr. Bad Guy.
Freddie Mercury era proprietário da voz, quem sabe, mais lírica – ou, se preferir, forte – de todos os tempos, chegando provavelmente a superar Elvis Presley e John Lennon. Contam alguns que, durante as gravações do álbum Barcelona, Freddie desafiou Montserrat Caballé, a cantora lírica mais conhecida no mundo, para ver quem possuía maior fôlego. Mercury venceu com uma grande vantagem.
Em 1992, dão-se os Jogos Olímpicos de Barcelona, um ano depois da morte de Freddie Mercury, nos quais Montserrat Caballé intrepreta a famosa canção Barcelona (gravada em 1988) num dueto virtual com o cantor falecido. Ainda hoje o dueto é recordado como um marco histórico da música

Ingrid Bergman

Ingrid Bergman (Estocolmo, 29 de Agosto de 1915 – Londres, 29 de Agosto de 1982) foi uma importante actriz sueca.

Jeremy Irons

Jeremy John Irons (Ilha de Wight, 19 de setembro de 1948) é um premiado ator britânico.

Hegel

Georg Wilhelm Friedrich Hegel (Estugarda, 27 de agosto de 1770 — Berlim, 14 de novembro de 1831) foi um filósofo alemão. Recebeu sua formação no Tübinger Stift (seminário da Igreja Protestante em Württemberg).
Era fascinado pelas obras de Spinoza, Kant e Rousseau, assim como pela Revolução Francesa. Muitos consideram que Hegel representa o ápice do idealismo alemão do século XIX, que teve impacto profundo no materialismo histórico de Karl Marx.

Page 1 of 3

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén