A Constelação de Cepheus

Cepheus e Cassiopeia fazem parte do ciclo mitológico envolvendo Perseu, Cetus e Andrômeda. Cepheu era o rei da Etiópia, e Cassiopeia sua esposa. Andrômeda era a filha deles. Localizam-se inteiramente no hemisfério norte do céu, sendo Cepheus impossível de se visualizar nas regiões sul e sudeste do Brasil. Cassiopeia é visível somente em regiões bem planas (no sul ou sudeste do brasil) porque suas estrelas aparecem na borda norte do céu numa determinada época do ano. Nas regiões norte e nordeste do Brasil as duas constelações são visíveis, especialmente Cassiopeia. No hemisfério norte ambas as constelações são plenamente visíveis e passam boa parte do tempo visualizáveis no céu de outono e inverno. Nas zonas próximas ao circulo polar ártico, Cepheus é visível o ano inteiro, com sua alfa já tendo sido a estrela polar a alguns milhares de anos atrás.

A importância astrológica dessas duas constelações, bem como de todas as localizadas nas regiões polares do céu é totalmente questionável, devido a distância que elas tem da eclíptica. Ainda assim elas possuem longitudes traçadas nos mapas celestes de forma que elas coincidem com certas regiões da eclíptica zodiacal. Assim, as estrelas de Cepheus se estendem (atualmente) entre os signos de Áries e Touro. Antigamente era entre Peixes e Áries, e de fato Cepheus fica paralelo a essas constelações, só que no extremo norte do céu.

Os mitos da constelação de Cepheus

Cepheus representa um rei entronizado e coroado, particularmente o rei da Etiópia, que devido a arrogância de sua esposa quase viu seu reino arruinado e foi forçado a entregar sua filha, Andrômeda em sacrifício para aplacar a fúria do deus Posseidon. Por esse motivo, o sentido astrológico dessa constelação é bom e ruim ao mesmo tempo. De um lado está associada a Júpiter, indicando a realeza e o poder, a autoridade, etc. Mas compartilha também de uma natureza saturnina, representando o Rei que precisa administrar uma crise em seu reino. O mito de Dámocles cai bem pra se falar a respeito de Cepheus:

“Dâmocles era um cortesão bastante bajulador na corte do tirano Dionísio, de Siracusa. Ele dizia que, como um grande homem de poder e autoridade, Dionísio era verdadeiramente afortunado.Dionísio ofereceu-se para trocar de lugar com ele por um dia, para que ele também pudesse sentir o gosto de toda esta sorte, sendo servido em ouro e prata, atendido por garotas de extraordinária beleza, e servido com as melhores comidas. No meio de todo o luxo, Dionísio ordenou que uma espada fosse pendurada sobre o pescoço de Dâmocles, presa apenas por um fio de rabo de cavalo. Ao ver a espada afiada suspensa diretamente sobre sua cabeça, perdeu o interesse pela excelente comida e pelas belas garotas e abdicou de seu posto, dizendo que não queria mais ser tão afortunado.

A espada de Dâmocles é uma alusão freqüentemente usada para remeter a este conto, representando a insegurança daqueles com grande poder, devido à possibilidade deste poder lhes ser tomado de repente ou, mais genericamente, a qualquer sentimento de danação iminente.”

Outra característica de Cepheus está relacionada a encenação. Isso pode estar relacionado ao fato de que em tempos mais antigos, quando essa constelação continha o polo norte celeste, ela era associada a um deus macaco egípcio conhecido como Kapi, um antecessor de Set. Macacos são conhecidos pelas “macaquices” e em inglês o verbo to ape significa encenar, imitar, o que chamamos em português macaquear. Uma das estrelas de Cepheus, Kurda, significa literalmente isso

Anatomia da Constelação de Cepheus

Cepheus é uma constelação circumpolar para o hemisfério norte sendo visível durante o ano inteiro , especialmente nas latitudes acima do trópico de câncer. No Brasil, abaixo da latitude 10° sul ela se torna invisível , e ao redor do equador é visível a depender da época do ano.

As principais estrelas de Cepheus são:

Nome da EstrelaLongitude zodiacal (01/01/2021)
Erakis (μ mu)09°59′ Áries
Alderamin (α alfa)13°03′ Áries
Kurdah (ξ xi)24°30′ Áries
Alphirk (β beta)05°50′ Touro
Alrai (γ gama)00°23′ Gêmeos

Erakis , chamada modernamente de “The garnet star”, ou em português “a estrela brinco”, fica na orelha direita de Cepheu. É chamada de Mu (μ) Cepheus Esse nome se deve a sua coloração que varia do rubi ao laranja, destoando da palidez das demais estrelas da constelação.

Alderamin, a estrela alfa da constelação alfa (α) Cepheus fica localizada no ombro direito de Cepheu. Chamava-se antigamente Al Dhira al Yamin, que significa o braço direito literalmente. A 20.000 anos atrás essa estrela foi a estrela polar, e a partir do longínquo ano de 7500 voltará a ser estrela polar.

Kurdah, xi (ξ) cepheus, fica localizada no peito de Cepheu. Um significado para o seu nome é “o macaco”.

Alphirk , beta (β) Cepheus, fica localizada no cinto de Cepheu. Antigamente, essa estrela e Alderamin em conjunto recebiam a alcunha de “o rebanho”. Alphirk é uma palavra árabe e significa literalmente o rebanho, mas aqui se referindo a um rebanho de animais selvagens, como antílopes por exemplo. Talvez “manada” seja a palavra mais apropriada.

Alrai, gama (γ) Cepheus, é uma estrela amarela localizada no joelho esquerdo de Cepheus. Vem do termo árabe alrai, que significa o pastor, de onde vem também o nome de outra constelação, Auriga, o pastor.

Deve-se notar que apesar das estrelas se estenderem por uma faixa zodiacal considerável (3 signos), trata-se de uma constelação relativamente pequena. Isso ocorre com outras constelações de regiões polares também. O significado de Cepheu é uma mistura de Júpiter e Saturno. Significa uma pessoa justa, mas que pode ser sujeita a julgamentos severos ao longo da vida. As estrelas que devem ser notadas são Alderamin e Alphirk principalmente, Alfa e Beta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.