Tag: estrelas fixas

A constelação de Eridanus
constelações

A constelação de Eridanus

A constelação de Eridanus é uma das maiores do céu noturno, localizada no hemisfério sul celeste , entre longitudes que vão do signo de Peixes até Gêmeos. Ela representa um rio mítico, que "nasce" nos pés de Órion, próximo de Rigel, e que após percorrer um caminho sinuoso, deságua indo em direção ao extremo sul do céu. O nome da constelação é o mesmo que o antigo nome do Rio Pó na Itália, rio que nasce nos alpes e atravessa o norte da Itália desaguando próximo de Veneza. É uma constelação que não forma asterismo muito claro , e também não tem muitas estrelas brilhantes. As mais destacadas são as que marcam as extremidades, Cursa, a nascente, e Achernar, a foz do rio. A melhor maneira de encontra-la é localizando a costelação de Orion, e olhando na direção sudeste do céu a partir de R...
A constelação de Argo Navis
constelações

A constelação de Argo Navis

A constelação de Argo Navis, ou o Navio dos Argonautas, ou simplesmente o Navio, é uma antiga constelação que hoje em dia foi dividida em quatro partes menores. Carina ou Quilha (base do navio), é onde ficam as estrelas mais brilhantes da constelação, inclusive Canopus, a segunda estrela mais brilhante do céu noturno depois de Sírius. Vela ou velame marca o conjunto de velas do navio , e Puppis ou Popa marca a parte de trás do navio. A constelação da Bussola também era incluída em Argo Navis tradicionalmente, apesar de não possuir estrelas de destaque à olho nu. É uma constelação do hemisfério sul do céu, que seria a maior de todas as constelações se não tivesse sido dividida em 4 na atualidade,com quase 1900 graus quadrados. Uma pequena parte dela é circumpolar na região sul do Brasi...
A constelação do Cão maior
constelações

A constelação do Cão maior

A constelação do Cão Maior se localiza no hemisfério sul do céu e apresenta a estrela mais brilhante, sem contar o sol, que é visível a partir da terra a olho nu. Trata-se de Sirius, uma estrela binária, 40 vezes maior que o nosso sol e a cerca de 9 anos luz de distância. Sirius é tão brilhante que chega a ser comparável com o brilho de Júpiter ou mesmo Vênus, os planetas visíveis com maior brilho vistos aqui da terra. A presença de Sirius atraiu os olhares para esta direção do céu desde o alvorecer das civilizações. Os egípcios adotaram a aparição oriental de Sirius como referência para o seu primeiro calendário, e esta constelação representava uma de suas maiores divindades, Isis. A aparição oriental de Sirius marcava o ano novo Egípcio. Esta sempre foi uma estrela muito importan...
A constelação de cão menor
constelações

A constelação de cão menor

A constelação de cão menor se originou de um asterismo antigo formado apenas por 2 estrelas , com origem na Mesopotâmia. É uma constelação bem pequena , mas contem a oitava estrela mais brilhante de todo o céu noturno. Tem apenas 183 graus quadrados de área, e está próxima das constelações de Gêmeos , câncer, Hidra e Unicórnio. A constelação do Unicórnio , também conhecida como Monoceros , apresenta uma área bem mais extensa. A constelação de Cão Menor aparece como que cavalgando o unicórnio. Ela foi criada somente no século XVII, mas a área que ela ocupa tinha uma constelação persa chamada "Neper". Ela não apresenta estrelas muito brilhantes e ocupa uma área de 482 graus quadrados. Está próxima de cão menor e maior, orion, gêmeos , lebre, pupa (argo navis) e hidra. Mitos associa...
constelações

A constelação de Gêmeos

A constelação de Gêmeos (ou Gemini) é uma das constelações do zodíaco localizada na porção Norte do planisfério celeste, por onde passa a linha da eclíptica (o caminho anual percorrido pelo Sol) . Esta constelação atualmente marca o solstício de Verão no hemisfério Norte e o solstício de Inverno no hemisfério sul, correspondendo na realidade, em grande parte, com o signo de Câncer nos dias atuais. Ela é facilmente reconhecível por ter um asterismo identificável, estrelas suficientemente brilhantes, e por ser vizinha de constelações ainda mais marcantes. Gêmeos fica próxima de Touro, Auriga, Órion, Cão Maior e Cão Menor, uma região particularmente importante do céu que conta com algumas das estrelas mais brilhantes. Mitos associados a Constelação de Gêmeos Egito, Mesopotâmia e Í...
A constelação de Aquário
constelações

A constelação de Aquário

A constelação de Aquário, ou Aquarius, fica localizada no hemisfério sul celestial , próxima da eclíptica , e é uma das constelações zodiacais. Em algum momento entre o século XX e o século XXII, o ponto vernal vai migrar para esta constelação, dando início a chamada "Era de Aquário". Fica próxima de Peixes, Pegasus, Cetus, Peixe Austral e Capricórnio,pra citar os vizinhos mais importantes. É importante lembrar porém, que a criação das era com base na precessão dos equinócios, é algo relativamente novo. Foi proposto por teosofistas e rosacrucianos no final do século XIX, sem base nenhuma na astrologia tradicional. O maior problemas dessas eras é que elas esbarram na arbitrariedade da definição da área de cada constelação. É por isso que existem tantos cálculos diferentes , varia de ac...
A constelação de Pegasus
constelações

A constelação de Pegasus

Também chamada de Hippos pelos gregos, a constelação de Pegasus é associada ao cavalo alado da mitologia grega, filho de Medusa e Posseidon. É uma constelação localizada no hemisfério norte do céu, próxima a Andrômeda, Aquário, Peixes, Cavalo Menor, Delphinos, Lacerta e vulpecula. Sua principal característica é um asterismo bem definido que acaba se destacando pelo fato de a maioria das constelações ao redor de Pegasus serem formadas por estrelas pouco brilhantes. Esse asterismo é formado pelas 3 principais estrelas de Pegasus e mais a Alfa de Andrômeda, que já apareceu no passado integrando Pegasus. Esse asterismo tem o formato de um quadrado e é muito útil para localizar as constelações de Andrômeda, Peixes e Aquário. Neste artigo também abordaremos a constelação de Cavalo meno...
A constelação de Touro
constelações

A constelação de Touro

A constelação de Touro (ou Taurus), a que deu origem ao nome do signo de Touro é uma das mais importantes desde tempos imemoriais. É também uma das mais fáceis de se localizar, por conta da presença de 2 aglomerados estelares que tornam a região dessa constelação especialmente estrelada. Além disso, a estrela Aldebaran (Alfa desta constelação) é bem fácil de se identificar no céu, por ser bem brilhante e ter uma tonalidade alaranjada. Por conta disso era conhecida entre os gregos como Tocha. Caso queira saber rapidamente onde está o touro, basta procurar pelas três marias (cinturão de Órion) , e olhar em linha reta em direção a esquerda (do ponto de vista do hemisfério sul) e procurar por uma estrela laranja bem brilhante. A própria forma da constelação de Touro é inconfundível, ...
A constelação de Aries
constelações

A constelação de Aries

A constelação de Áries não formava uma constelação própria na antiguidade , muito por conta do fato de suas estrelas serem pouco brilhantes. Ela acabava incorporando outras constelações, até que a constelação do carneiro surgiu no Império neo-babilônico. Foi adotada pelos gregos antigos, se tornando uma constelação do zodíaco. Deu nome ao primeiro signo do zodíaco porque o ponto vernal se localizava nessa constelação durante a antiguidade. Ela ocupa uma área de aproximadamente 450 graus quadrados, mas se estende por uma longitude reduzida. É uma constelação difícil de se encontrar , e fica mais fácil saber pra onde olhar quando touro já ascendeu , porque aí ela estará a oeste, especialmente se vc traçar uma linha reta imaginária a partir das Plêiades em direção ao oeste no céu. Ela es...
A constelação de Cetus
constelações

A constelação de Cetus

Cetus é uma grande constelação do hemisfério sul do céu sendo adjacente as constelações de Peixes e Áries. Aliás, durante um dia do ano (27 de março) o sol, astronomicamente, sai dos limites da constelação de Peixes e faz uma rápida passagem pela constelação de Cetus. Daqui a algumas centenas de anos o ponto vernal , que é o dia do equinócio da primavera, vai coincidir com essa região. Essa curiosidade é interessante pra mostrar a arbitrariedade das constelações, porque são um construto humano, uma forma de organização do céu que é arbitrária. A constelação de Eridanus faz o limite sul de Cetus. Apesar de grande,Cetus não tem estrelas muito brilhantes, destacando-se somente 4 estrelas. Dessas, 2 de razoável importância pra astrologia: Deneb Kaitos e Menkar. A palavra Cetus est...