O Ciclo Vênus – Sol

Vênus pode ser vista como a estrela D’alva, ou estrela da amanhã, ou como afirmou Rudhyar, Vênus-Lúcifer. Lúcifer é nada mais nada menos do que uma palavra hebraica (originalmente heilel Ben-shachar ou הילל בן שחר) cujo significado é justamente estrela D’Alva, o planeta Vênus,”desvio”, mas também foi o nome dado ao anjo caído, da ordem dos Querubins. Sempre que Vênus retrogride e realiza a conjunção inferior com o sol ela se desloca para a sua aparição oriental,surgindo como a estrela da manhã.
Em sua aparição vespertina, Vênus é nomeada como a estrela vésper, Estrela da Tarde, ou Vênus-Héspero. Após a conjunção superior com o sol, Vênus começa a aparecer todos os dias logo após o por do sol.

Vênus é um planeta com muito conteúdo pra ser estudado. Os planetas mercúrio, Vênus e marte, associados ao ciclo do sol, formam importantes ciclos que são na maioria das vezes negligenciados pelo estudante de astrologia. O mais básico desses ciclos é o ciclo Vênus-Sol, que desenvolverei aqui, tomando como base a obra de Alexandre Ruperti (Ciclos de Evolução).
Uma Revolução de Vênus em torno do sol acontece em 260 dias. Como Vênus está mais próxima do sol do que a terra, Quando vista do nosso planeta Vênus está sempre próxima ao sol. Sua distância em relação ao sol, do ponto de vista de um observador terrestre, nunca ultrapassa os 48° de distancia. Devido à dinâmica, de se levar em consideração não apenas o movimento de Vênus ao redor do sol, mas também o movimento da terra em torno do sol, para o expectador terráqueo, o ciclo de Vênus terá uma duração maior, de 584 dias, recebendo o nome de ciclo sinódico de Vênus. O ciclo que iremos abordar aqui, portanto, é o ciclo sinódico*. A figura abaixo ilustra bem os pontos-chave do ciclo Vênus-sol, demonstrando de que maneira ocorre cada uma das conjunções:

Notamos então que na conjunção inferior ocorre a passagem de Vênus na frente do sol, sugere algo que poderíamos chamar de “fase nova do ciclo”. Na conjunção superior, Vênus passa por trás do sol, Muitas vezes sendo ocultada (ou sempre? Isso eu não tenho certeza). Seria algo como “a fase cheia do ciclo”. Em cerca de 8 anos, Vênus realiza 10 conjunções com o sol, 5 superiores e 5 inferiores. O ponto no qual vamos nos focar é a conjunção inferior, que ocorre sempre quando Vênus está em movimento retrógrado e demarcaria aquilo que eu, arbitrariamente, resolvi chamar de fase “nova” do ciclo.
Vou colocar abaixo uma lista com as conjunções inferiores de Vênus com o sol, que ocorreram entre 1990 e que ocorrerão até 2050:
18/01/1990 28°Capricórnio
22/08/1991 29°Leão
01/04/1993 11°Áries
02/11/1994 10°Escorpião
10/06/1996 20°Gêmeos
16/01/1998 26°Capricórnio
20/08/1999 27°Leão
30/03/2001 09°Áries
31/10/2002 07°Escorpião
08/06/2004 17°Gêmeos
13/01/2006 23°Capricórnio
18/08/2007 24°Leão
27/03/2009 07°Áries
29/10/2010 05°Escorpião
05/06/2012 15°Gêmeos
11/01/2014 21°Capricórnio
15/08/2015 22°Leão
25/03/2017 04°Áries
26/10/2018 03°Escorpião
03/06/2020 13°Gêmeos
08/01/2022 18°Capricórnio
13/08/2023 20°Leão
22/03/2025 02°Áries
23/10/2026 00°Escorpião
01/06/2028 11°Gêmeos
06/01/2030 16°Capricórnio
11/08/2031 18°Leão
20/03/2033 00°Áries
21/10/2034 28°Libra
29/05/2036 09°Gêmeos
03/01/2038 13°Capricórnio
08/08/2039 16°Leão
18/03/2041 28°Peixes
19/10/2042 26°Libra
27/05/2044 07°Gêmeos
01/01/2046 11°Capricórnio
06/08/2047 13°Leão
15/03/2049 25°Peixes
16/10/2050 23°Libra
Se você for olhar na mandala, e unir os pontos das conjunções usando linhas retas, em seqüência, a figura que se formará é a do pentagrama. Acompanhem a figura abaixo (clique na imagem para ampliar) :

O que trás de prático, a nível astrológico, o estudo deste ciclo? Se levarmos em consideração que Vênus sempre estará retrógrada durante as conjunções inferiores, a informação dada por Ruperti acaba sendo bem conveniente:
Numa interpretação individual do ciclo Sol – Vênus, a roda das casas forma o quadro de referência básico, conforme faz para todas as experiências pessoais. A posição da casa da conjunção inferior entre o Sol e Vênus mostrará a área de experiência pessoal na qual poderão ocorrer problemas venusianos e uma necessidade de uma revisão dos valores básicos próprios, ou realização venusiana.”
 
O conceito do autor eu considero válido, mas não concordo exatamente com a interpretação que ele faz para a conjunção em cada uma das casas. Ele “transpersonalisa” demais uma questão que a meu ver é simples.
Se a conjunção cai na casa 1, problemas em relação a aparência, com a estética corporal, com o look da pessoa. De qualquer maneira este é um dos casos mais desejáveis porque a pessoa passaria 5 meses ou mais com Vênus na sua casa 1, o que tem alto potencial de melhorar sua aparência, torna-la mais simpática e mais carismática do que de costume e aumentar bastante seu magnetismo sexual.
Na casa 2 são as finanças que são afetadas. Vênus nessa casa atrai dinheiro mas leva ao desejo de consumir, de se cercar de luxo, e a pessoa pode acabar permitindo que as coisas fujam do controle.
Na casa 3 poderá ser exigido um aprimoramento na escrita, e pequenos problemas podem surgir envolvendo irmãos, vizinhos e parentes próximos. De modo geral, fica uma lição pra que a pessoa aprenda a se relacionar melhor com o mundo que lhe cerca.
Na casa 4 a questão do conforto no lar se faz importante no período inaugurado pela conjunção. O romantismo fica mais acentuado do que um eventual lado aventureiro: a pessoa fica mais disposta a viver intensamente uma relação. Fica o desafio pra se restaurar a paz no lar caso isso se faça necessário, porque vênus aqui deseja harmonia acima de tudo.
Na casa 5 o prazer precisa ser medido, o hedonismo transforma-se num sério empecilho que consome muito do tempo e da energia da pessoa. Deve se tomar cuidado com apostas e com o tempo que se gasta com jogos, brincadeiras e flertes. De modo geral, as experiências no âmbito sexual tendem a ser bem positivas e intensas, apesar do exagero. Esse é o deleite de Vênus, a casa que rege a diversão mais egoísta , mas a presença de vênus por tanto tempo nesta casa leva aos exageros.
Na casa 6, necessidade de rever hábitos, rotinas, dietas e etc. Podem surgir problemas de saúde de natureza venusiana. Se a pessoa já tiver diabetes, cuidado especial com uma eventual crise decorrente dessa doença.
Na casa 7 cuidado com o espaço que se abre para as pessoas, com a liberdade que se dá aos outros. De repente as pessoas podem se sentir no direito de abusar da sua confiança se você não impor limites. isso tende a ocorrer em função de um estado de carência que faz com que você tema que a outra pessoa lhe abandone se não fizer tudo o que ela quer. De modo geral, essa vênus beneficia o romance, o sexo e as parcerias, mas existe esse problema citado.
Na casa 8 a energia sexual se intensifica e os ganhos financeiros podem aumentar. Acaba sendo uma fase de desejos intensificados mas não há garantias de que o mundo vai lhe responder com a mesma intensidade. Tende a surgir conflitos entre o que a pessoa deseja e o que é possível de se obter, podendo essa ser uma fase de “fome insaciável” por algo ou alguém.
 Na casa 9 os estudos e as viagens, além das questões que envolvem a religião ficam evidenciados. Uma viagem de casal fica bem cotada num período como esse, sendo bem aproveitada. O amor pode surgir quando a pessoa estiver passando por lugares distantes ou quando travar contato com pessoas estrangeiras.
Com Vênus na casa 10, a vida profissional fica movimentada, especialmente se o trabalho estiver relacionado com o público , com as artes ou se depender de uma boa apresentação. Mesmo se o trabalho não tiver nada relacionado com esses temas, essas questões podem ficar importantes agora. Necessidade de cultivar a própria imagem pública em nome da popularidade.
A casa 11 é a infelicidade de Vênus. Basta pensarmos nos seguintes termos: quando temos um bolo imenso e delicioso, o melhor é dividir ele com todos (casa 11) porque se você resolver comer o bolo todo sozinho (casa 5) com certeza vai engordar e vai ter uma indigestão. Essa é a lógica de Júpiter, que goza na casa 11, mas tem infelicidade na 5. O prazer jupteriano deve ser compartilhado, do contrário nos intoxica. Quando temos um docinho minúsculo mas extremamente delicioso, se resolvemos compartilhar ele com todo mundo acaba que muita gente vai ficar sem , vai ficar com raiva de você e os que não ganharem vão sentir inveja, vão tentar te roubar, te enganar, e por aí vai. Compartilhar o docinho minúsculo é uma fábula pra falarmos da Vênus na casa 11. O docinho tem que se consumido por você, de preferência sem que ninguém saiba, por mais generoso que você seja, fazer assim é melhor porque evita que aqueles que não vão poder ganhar uma lasquinha do docinho sintam raiva de você.  O Grande problema da Vênus na casa 11 é que ela nos coloca em situações em que não podemos esconder dos outros os nossos prazeres venusianos. Então Vênus nessa casa vai exigir que você administre sentimentos como inveja, cobiça e mesmo ressentimento por conta do que você tem. O mesmo ocorre com namoro, outro assunto venusiano. São dois universos distintos, que quando misturados tem o potencial de causar problemas. Acaba ficando desconfortável a vivência dos temas puramente venusianos. O lado bom é que indica um aumento na popularidade, boas amizades, etc. Ou Amizades em que o sexo se mistura com o amor.
Na casa 12 as relações clandestinas podem se tornar um problema pelo tempo de permanência de Vênus nessa casa, ficando difícil manter o segredo secreto. Outra coisa que essa vênus pode causar é um comportamento misantropo, fuga das situações sociais. Se insistir em conviver socialmente, pode ser levado facilmente ao consumo de drogas ou bebida numa tentativa de fugir da situação. Tende a haver uma disposição muito mais contemplativa, boa pra apreciação das artes de modo geral.

 

Observação: O CICLO SINÓDICO corresponde ao tempo que um determinado planeta leva para , partindo de um ponto comum entre a terra e o sol, voltar para este mesmo ponto. No caso de vênus , este ciclo leva 584 dias.

8 opiniões sobre “O Ciclo Vênus – Sol”

  1. não que eu tenha entendido assim muuuita coisa, mas o texto tá ótimo, bem ilustrado, e talz… parabens!!! vc deveria pensar em escrever um livro… e é sério…
    =***

  2. Que assunto fudid@docar#lh@*!!!!!
    Obrigado pelas descrição das casas, porem a descrição da casa oito ficou superficial. Acho que seria um bom artigo esse famigerado ‘sexo da casa oito’. No mais o transito da Vênus sobre a casa 11 me ajudou bastante. Gratidão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.