Tag: Capricórnio Page 1 of 2

Júpiter em Capricórnio em 2020

O Trânsito de Júpiter em Capricórnio em 2020 na verdade começa 1 mês antes, logo no início de dezembro 2019. O ingresso ocorre mais precisamente às 15:20 do dia 02 de dezembro de 2019. Contaremos com Júpiter em Capricórnio até o dia 18 de dezembro de 2020, quando ele finalmente ingressa no signo de Aquário. Neste artigo vamos compreender o que esperar desse momento , que interações Júpiter fará com outros planetas e os possíveis impactos delas.

Quando vemos 3 planetas com significados tão distintos unidos num mesmo signo, (caso de Júpiter, Saturno e Plutão em 2020) isso nunca é algo simples de se interpretar. Primeiro porque se trata de um evento raro, e segundo porque as múltiplas influências num mesmo ponto geram grandes contradições entre elas, que lançam um desafio a capacidade de síntese de qualquer astrólogo. De antemão, podemos esperar uma influência massiva do signo de Capricórnio em 2020, não só porque os três estarão neste signo, mas porque um deles tem domicílio em Capricórnio.

Neste artigo lançaremos um olhar mais aprofundado somente para Júpiter. Se quiser ler o que já foi escrito sobre o trânsito de Saturno entre 2018 e 2020, leia este artigo clicando abaixo:

Entendendo Júpiter em Capricórnio

Júpiter em Capricórnio em 2020

Como Capricórnio é a queda de Júpiter , devemos entender que essa passagem representa um arrefecimento de expectativas, as vezes de forma abrupta. De repente a empolgação que sentíamos com alguma atividade, relacionamento ou o que quer que seja na nossa vida perde um pouco do encanto. Na medida em que a realidade se descortina diante de nós, percebemos as limitações que se escondiam por trás da nossa boa fé.

Sagitário, signo das apostas e da fé, aposta até em navios fadados a afundar, porque é generoso e deseja investir no mundo e ver tudo crescendo e prosperando. Essa influência, que dominou o ano de 2019, dará lugar a uma perspectiva muito mais realista em relação as mesmas coisas. Investiremos menos no mundo , acreditaremos menos na vida e mediremos melhor cada passo que vamos dar em 2020.

Para entender a diferença entre Júpiter em Capricórnio e Júpiter em Sagitário, basta imaginar a maneira como se desenham as mitologias fantásticas das mais diversas religiões do mundo. Toda essa riqueza épica é Sagitário, e ela existe nas religiões porque fazem parte de uma tentativa do ser humano em dar respostas fáceis para problemas que na verdade não são nada simples de se entender. Capricórnio, que aliás era o signo solar de Isaac Newton, trabalha com as limitações da realidade. É como a abordagem científica: material, sistemática, e rigorosa. Nada de imaginação , fé ou apostas: Ou as coisas são ou não são, não iremos pagar pra ver.

Para saber mais sobre o que significa Júpiter em Capricórnio, inclusive no mapa natal, clique no botão:

O que é indicado fazer durante a passagem de Júpiter em Capricórnio em 2020

Capricórnio é um signo ligado ao trabalho, especialmente pra quem pensa a própria vida numa perspectiva de carreira. É um momento propício para levar a sério as próprias ambições e investir no próprio aprimoramento profissional. É também indicado que se tenha iniciativas ligadas a trabalho: Procurar emprego, iniciar novos projetos dentro do seu escopo de trabalho e agir mais do que idealizar e sonhar. Nem mesmo o excesso de pensamento é bem vindo em Capricórnio porque neste signo entendemos claramente o significado do dizer “tempo é dinheiro”. Quem perde tempo, perde vida, além de dinheiro.

Por ser a queda de Júpiter, não é um posicionamento que favorece os assuntos ligados a Júpiter como viagens e educação. Isso porém , falando de uma maneira mais genérica, porque para quem tem o elemento terra forte, o ano tende a ser forte especificamente nestes temas jupiterianos. Não haverá muita generosidade gratuita, mas oportunidades tendem a surgir , cobrando um preço alto porém. Devemos aliás desconfiar de tudo o que não venha exigindo algo de nós neste momento, porque pode se tratar de armadilha. O almoço nunca é de graça quando os ventos que sopram são capricornianos.

Interações de Júpiter em Capricórnio com os demais planetas lentos

Júpiter em Trígono com Urano em Touro

Este aspecto fica válido somente em dezembro de 2019. É muito favorável para pessoas com planetas no início dos signos femininos (do elemento terra e água), principalmente virgem e peixes. Alia o senso de oportunidade de Júpiter com a aleatoriedade de Urano, indicando possibilidade de surpresas positivas e o surgimento de ideias muito criativas. Exato em 15 de dezembro de 2019. Válido por todo o mês de dezembro.

Júpiter em Sextil com Netuno em Peixes

Válido entre fevereiro e outubro de 2020. É um aspecto harmônico , indicando que a possível frieza típica de um Júpiter em Capricórnio será temperada com um mínimo de idealismo e compaixão ao longo de 2020. A boa influência capricorniana significa mais centralização e disciplina, na forma de oportunidades. Essas oportunidades poderiam ser encaradas como restrições em outros momentos, mas aqui elas vem na forma de coisas que servem pra estancar o aspecto caótico e delirante de netuno. Aspecto que fica exato em 3 ocasiões: Dia 20 de fevereiro de 2020, 27 de julho de 2020 e 12 de outubro de 2020. Aspecto sentido com maior intensidade entre julho e outubro de 2020.

Júpiter em conjunção com Plutão em Capricórnio

Válido entre final de março a Novembro de 2020. Um dos aspectos mais importantes do ano. Aqui o oportunista Júpiter se une ao ambicioso plutão; Pessoas com planetas em signos cardinais , especialmente entre os graus 21° e 26° de qualquer signo cardinal (áries, câncer, libra e o próprio capricórnio) se sentirão impelidas de forma apaixonada na direção dos seus próprios objetivos. Entretanto, Plutão é como uma joia escondida no fundo de um abismo, e a descida até esse abismo deve ser feita de maneira muito cautelosa, porque a queda quando plutão está envolvido, é sempre letal e extremamente humilhante.

O problema é que Júpiter estará excitando e precipitando os cardinais na direção do abismo , o que pode ser uma armadilha. É necessário cautela ao se tomar decisões: nada de abandonar coisas ou se agarrar a novidades de forma precipitada. Lembre sempre do abismo e a necessidade de se chegar até o fundo dele ainda vivo caso se queira reclamar a joia que existe escondida ali. Não se deve confiar em para-quedas com Capricórnio: é importante seguir o conselho das cabras, e ir pulando cautelosamente, de fenda em fenda.

Se conseguirmos ser cautelosos, porém, o ano pode ser especialmente proveitoso, inclusive para os cardinais. Controlar o excesso de ambição e ganância será fundamental. Outros que podem se beneficiar da boa influência são pessoas com planetas em Touro, virgem, escorpião e capricórnio (também de 21° a 26°) . Porque esta conjunção desperta o lado ambicioso de todos, o desejo de reformas e transformações e estaremos mais dispostos a esforços e sacrifícios para atingir metas.

Mercúrio em Capricórnio ♑

Mercúrio deixa seu detrimento em Sagitário quando entra em
Capricórnio, tratando-se de  uma situação
muito desejável  mesmo que Capricórnio
não dê grandes dignidades para este planeta. Apesar de ter triplicidade nos
signos de ar, Mercúrio seria da mesma natureza de saturno, frio e seco, isso
quando não está sob a influência de outro planeta que altere sua natureza
essencial, já que ele é volátil por natureza.
A principal característica de Mercúrio em Capricórnio e a
que mais destoa de Mercúrio em sagitário é a economia com as palavras. Não se
trata de um signo mudo, mas a regência de saturno serve pra levar a comunicação
a ser feita de forma muito mais cautelosa. A pessoa não assume que sabe uma
coisa que ela apenas conhece: ela costuma demonstrar muita humildade
intelectual, as vezes uma humildade desmedida se saturno estiver debilitado,
que leva a autocrítica e a um comportamento impertinente com outras pessoas.
Dizer que se “sabe” de alguma coisa, pra esse mercúrio, tem um peso
gigantesco, significa assumir uma grande responsabilidade, então ele será
extremamente  prudente na hora de
enumerar suas habilidades.
 Apesar de cautelosa,
essa comunicação tende a ser muito firme, austera  e a expressar muita sobriedade. Podemos dizer
que esse Mercúrio seria a “voz da autoridade”, seus nativos tem uma
tendência a se expressar de forma cortante, sendo críticos, e também muito
diretos e objetivos. Além de domicílio de Saturno, esse signo é exaltação de
Marte, e assim a comunicação pode ser extremamente agressiva, mas de um tipo
demolidor e que não pretende permitir que o diálogo ou debate continue por
muito tempo.  São planejadores e administradores
natos e o raciocínio é extremamente conservador, não gostam de se arriscar com
o desconhecido (intelectualmente falando) e podem ser inflexíveis quando
assumem que sabem algo.
Uma época de Mercúrio em Capricórnio é excelente para se
colocar ordem na vida  e principalmente
nos assuntos relacionados ao trabalho, favorecendo aquilo que chamamos de
“Balanço”, aliás, uma palavra que vêm de balança, um dos nomes para o
signo de Libra que assim como capricórnio é um signo que também dá grande poder
para saturno. De modo geral, nas empresas e no comércio esse é o momento de se
fazer o balanço, de se calcular os recursos disponíveis e planejar o ano pra
que ele seja mais eficiente. É um posicionamento que tende a resfriar o
comércio fazendo com que todos fiquem um pouco mais cautelosos na hora de
negociar.  Trata-se de um alívio se
levarmos em consideração o signo em que Mercúrio se encontrava, é um
resfriamento brusco nos ânimos que leva a que todos enxerguem as coisas com
mais prudência .
Ingresso: 24/12/2013
Deixa Capricórnio pra ingressar em Aquário: 11/01/2014

Entendendo a Super Lua do dia 23 de junho

O fenômeno da “super
lua” nada mais é do que um fenômeno que ocorre todo mês, a conjunção da
lua com seu perigeu, seu máximo em velocidade, brilho e proximidade com a
terra. A questão é que esse perigeu coincide com uma lua cheia no dia 23 de junho de 2013, e a coincidência
é na ordem de menos de 1° de distância do ponto exato. É importante primeiro
que saibamos que o perigeu da lua é o oposto do apogeu, máximo afastamento,
mínima velocidade e brilho da lua. O apogeu/perigeu da lua tem sido usado mais
recentemente, na astrologia antiga não era um ponto que recebia grande
importância.
Por influencia dos
círculos esotéricos britânicos do final do século 19, alguns astrólogos
associaram o Apogeu da lua a uma entidade mitológica chamada
“Lilith”, ou lua negra. Associaram esse elemento com aspectos
reprimidos da psique ou a uma manifestação negativa do feminino. As associações
foram feitas por astrólogos dessa época e não tem qualquer embasamento
tradicional, foram criadas ali. Lilith acabou evoluindo para um planeta
invisível teorizado por um místico no início do século XX, teoria que não tinha
qualquer embasamento astronômico. Dessa forma muitos astrólogos continuam a
utilizar Lilith, muitos ignorando inclusive o fato de ela ser o Apogeu da lua e
não um elemento concreto do céu. O Apogeu é tão somente fruto de um cálculo, um
ponto da longitude zodiacal em que se registra o máximo afastamento com a terra
e o máximo de lentidão da lua. Evidentemente que isso não impede sua utilização
em interpretações astrológicas, mas sua natureza básica deve vir antes de
atribuições mitológicas de fundamentação duvidosa.
O fenômeno do perigeu da
lua deste fim de semana (apelidado de Super lua) não tem qualquer importância
pra astrologia, num sentido de sinalizar eventos de importância por exemplo. A
importância é puramente astronômica. Entretanto, alguns astrólogos (e eu não me
incluo entre eles) tem se apropriado deste tipo de fenômeno. O termo
“Super Lua” é cunhado por astrólogos e não por astrônomos, e tem uma
intenção sensacionalista de criar rumor em cima de um fenômeno que não é assim
tão extraordinário. Tanto que o máximo que acontece nessa lua cheia do perigeu
é um aumento do brilho da lua e um sutil aumento nas marés, dentre outras
influências astronômicas que eu desconheço. Fato é que o termo ‘pegou’ e tem
sido empregado inclusive por alguns astrônomos e geógrafos que eu acompanho.
Por se tratar de uma lua
cheia, a tal super lua tem sim importância pra astrologia, já que toda lua cheia
tem importância astrológica, representando momentos de maior sensibilidade no
universo dos líquidos e emoções. Essa lua cheia em especial do perigeu cai em
Capricórnio, um signo cardinal , e cai em meio a uma configuração muito intensa
de aspectos planetários. O perigeu pode indicar momentos dramáticos, mas eles
não seriam causados por ele, são coisas que já vem acontecendo mundo a fora,
manifestações politicas e outras formas de comoção que se intensificam
especificamente durante o domingo e a segunda-feira próximos, enquanto a lua
passa pelo signo de Capricórnio. Na realidade, astrologicamente todo o mês de
julho está bem tenso, mas por motivos que não tem relação alguma com o perigeu
da lua! Se houver algum fenômeno anormal ele não precisa ser necessariamente
associado a Super Lua. A tensão que rola no céu (conflito exato entre Urano e
Plutão) será intensamente ativada por esta lua cheia, e essa tensão por si só é
capaz de superar os efeitos de qualquer super lua.
No Brasil já temos sinais
claros dessa “super lua” através do que observamos em relação aos
protestos que tem ocorrido. Desde a lua crescente temos observado um crescendo
nos ânimos, e estamos prestes  a
presenciar alguma forma de desfecho Neste domingo. A próxima semana será a
semana da lua cheia e promete ser regada ainda pelas mesmas tensões.

Algumas pessoas estão confundindo a Super Lua com um eclipse ou algo
equivalente: uma coisa não tem absolutamente nada a ver com a outra, são
femnômenos relacionados a lua mas com causas totalmente díspares. Eclipses são
famosos por terem sido associados pelos astrólogos antigos a desastres e
eventos intensos; O eclipse tem seu grau de tensão que é dado por elementos
muito particulares (a relação da lua, da terra, do sol e dos eixos nodais). O
perigeu ou apogeu da lua jamais foi associado a nada parecido, a não ser recentemente
quando um astrólogo americano associou uma lua cheia próxima ao perigeu com o
tsunami japonês.As tensões daquela época eram tão altas quanto as de agora, e a
atribuição é seguramente exagerada. É evidente que não é todo dia que ocorre a
coincidência de um Perigeu com a lua cheia exata, mas isso ainda assim não nos
dá motivos pra esperar por catástrofes.    

Plutão em Capricórnio ♑

 

Plutão já está a 5 anos em Capricórnio, estamos quase na metade deste trânsito. No primeiro texto que escrevi, tudo era especulação. Vale lembrar que estávamos não somente com Plutão em Sagitário, mas com Júpiter em Sagitário no ano imediatamente anterior ao ingresso de Plutão em Capricórnio. A introdução de um remake da crise de 1929 parecia improvável e foi nessa direção que fui quando comecei a especular sobre o trânsito de Plutão em Capricórnio, com ele ainda em Sagitário. Agora que Plutão já mostrou a que veio neste signo fica mais fácil formular um pensamento mais claro sobre o que ele já representou e ainda vai representar em nossas vidas.

Antes de uma olhada no primeiro post que escrevi, no final de 2007 (publicado no blog somente em janeiro de 2008):

E também neste onde falo sobre o que plutão representa:

A ascensão das posturas conservadoras, algo que parecia impensável durante a época de planetas passando pelos libertários signos de Sagitário e Aquário simplesmente nos tomou de assalto, atualmente vivemos a ameaça real da ascensão de movimentos muito semelhantes ao fascismo. Outra coisa que choca é a reação despótica de diversos governantes que passaram a reprimir de forma violenta diversos movimentos e manifestações políticas mundo a fora. Tudo parece se enrijecer e se entrincheirar cada vez mais, a medida em que os dias avançam. Bem como o avanço sorrateiro do conservadorismo. Os reacionários desejam a volta dos “bons e velhos” tempos do ditadura, ou pior, do fascismo. Na verdade, pra eles o importante não é que seja bom, o importante é que seja velho.

E de repente o pessimismo toma conta do mundo e emagrece as economias criando crises e uma onda de desemprego assola a antes próspera Europa. Uma das palavras chaves usadas pra se descrever o signo de Capricórnio, “austeridade” de repente se transforma em palavra de ordem. Rigidez, autoritarismo, austeridade e mesquinharia são forças desejosas de crescer e dominar as mentes das pessoas no momento atual. Felizmente , há reação, e uma reação a altura. Estamos simultaneamente com Urano em Áries, batendo de frente com plutão em Capricórnio neste momento.

Basicamente, Plutão em Capricórnio representa uma ameaça ao poder estabelecido. Ele estremece, exatamente como num terremoto. O movimento reacionário é uma consequência natural, uma reação ao estremecimento. Da mesma forma que Plutão em sagitário levava ao fanatismo e ao cúmulo do consumismo, Plutão em Capricórnio também leva a reações extremas e neste caso ele se vale do que existe de mais mesquinho e conservador tanto nesses que detém o poder quanto em pessoas normais que se veem ameaçada pelo “ruir” que se avizinha. O ruir de alguma coisa se aproxima, já se ouve as rachaduras de todo um sistema que quase não se sustenta mais sobre suas pernas. Mas não é em Capricórnio que o sistema, ou seja la o que tem que “ruir” cai. Isso só acontece quando Plutão chega em Aquário. Aquário é o desmoronamento propriamente. É a perda total do controle. E nesse ínterim são as massas que passam pela transformação e pela convulsão, para o bem e para o mal também.

Uma das coisas mais importantes associáveis ao signo de Capricórnio é o patriarcado, Capricórnio é um signo fálico por excelência. Ele simboliza o local mais alto, numa alusão clara a ideia de poder numa estrutura de mundo patriarcal. O signo oposto, Câncer, é o matriarcado, onde sobrevivência fala mais alto do que deter poder ou controle. Assim Capricórnio também fala diretamente acerca de diversas questões de gênero, e principalmente sobre a opressão do masculino sobre o feminino. Plutão em Capricórnio é também
um processos transformativo nessas estruturas, muito lento, mas que tem o potencial de elevar as relações de gênero a um novo patamar. Desde 2008 o feminismo e as batalhas por igualdade de gêneros, inclusive por direitos iguais dos casais homossexuais tem ganhado um foco no mundo, e finalmente seus opositores tem se erguidos também, exibindo toda sua fúria reacionária. Mas é o espectro reacionário quem afunda com plutão em capricórnio, na medida em que passamos do estágio capricorniano pro aquariano. Ao final do trânsito, as relações de gênero estarão em outro nível, e torço eu, num nível que coloque cada vez mais homens e mulheres em posição de igualdade.

A reação é o medo do caos, o medo das consequências da queda, porque a queda tem consequências boas e ruins, e as ruins afetam a todos, não somente os que lutavam pela manutenção da estrutura. O que se ganha em liberdade, se ganha em caos e instabilidade. Portanto enquanto Plutão permanecer em Capricórnio haverá uma força invencível lutando ferrenhamente contra o tal “desmoronamento”, por mais inevitável que ele seja. Neste cenário vemos a manifestação de Urano em Áries realizando um desafio a esse plutão, ameaçando derrubar tudo antes da hora, ameaçando expor a podridão do mundo, ameaçando instaurar o caos e a loucura se for necessário. É aí que as coisas enrijecem de forma cada vez mais descontrolada. Infelizmente, o conservadorismo e o sentimento de opressão vão num crescendo até o final de Plutão em Capricórnio. E infelizmente Urano deixa Áries antes disso. Ao final do trânsito de urano em Áries (ou mesmo antes, ao final da orbe de quadratura) fica bem claro isso e de novo volta a imperar a austeridade e o conservadorismo, sem grandes reações. E estes crescem até se tornarem insuportáveis, até que espontaneamente tudo exploda, até que finalmente Plutão entre em Aquário. O que não necessariamente será algo bom! Sem dúvida será libertador, mas como signo de saturno, aquário também traz um certo peso.

O que está em ameaça não é somente quem controla e detém o poder, mas principalmente, todo um sistema que tem governado a lógica, a ordem e tem dado sentido a vida a dezenas de anos. De certa forma, Plutão em Capricórnio é também a luta pela sobrevivência desses sistema, uma luta em vão porque a mudança é inexorável e não está relacionada somente com o ingresso de Plutão em Aquário. Entra jogo o que é representado pelo grande ciclo entre Júpiter e Saturno, que está prestes a passar por uma virada. Desde os anos 80
estamos na fase de transição, porque a mais de 200 anos as conjunções entre júpiter e saturno tem ocorrido em signos de terra, a marca da revolução industrial, uma revolução na produção e no consumo. Em 1981 a conjunção de Júpiter e saturno ocorreu pela primeira vez num signo de ar, Libra. Mas em 2000 a conjunção voltou a ocorrer em signos de terra, a ultima neste elemento, em Touro. A próxima que está pra ocorrer em 2020 vai acontecer em aquário, e logo depois é plutão quem entra em aquário consolidando um novo movimento que vai  ditar novas regras para os próximos 200 anos, quando todas as próximas conjunções de Júpiter e Saturno se darão em signos aéreos: Aquário, Libra e Gêmeos.

De 2020 em diante a marca vai ser do elemento ar, que rege a coletividade, o pensamento, a inovação e a renovação. Épocas anteriores marcadas pelo elemento ar foram marcadas pela queda de grandes impérios, mas trata-se de um processo muito lento. A queda do Império Romano ocorreu numa fase de conjunções em signos de ar, e o fim da idade média (com a grande crise humanitária europeia do século 14) também aconteceu numa fase de conjunções em signos de ar, e estamos prestes a entrar novamente neste processo.

Até la veremos resistência, mas quanto maior a resistência, maior é a força de reação que é gerada em resposta, num ciclo infinito que só termina finalmente com a quebra das estruturas. Só que também não adianta esperar que tudo caia de uma vez com Aquário, porque até se completar o trânsito por este outro signo vão mais de 20 anos. As mudanças que estamos vendo agora são irreversíveis mas a escalada conservadora é irresistível e ela só vai parar quando a quebra finalmente se iniciar com aquário. E Plutão em Capricórnio portanto se resume a isso: temor e tremor; O ponto alto do trânsito de Plutão em Capricórnio será no terceiro decanato, entre 2018 e 2022, com saturno passando por entre Capricórnio e Aquário. Vale lembrar que a independência dos Estados Unidos da América tem Plutão aos 27° de Capricórnio. A China atual  tem ascendente e lua nos primeiros graus de Aquário. Os dois grandes protagonistas da atualidade e motores do sistema que nos governa ainda não tremeram o suficiente.

Vamos tentar compreender como funcionam os trânsito de Plutão em Capricórnio numa visão geral pra cada signo. Leve em conta seu ascendente, sol ou algum signo que tenha ênfase no seu mapa se você souber qual é.

Áries

Áries vive a quadratura minguante, um dos aspectos mais difíceis de todo o ciclo de Plutão. Está relacionado a transformações muito profundas que frequentemente vem associadas a conflitos sérios com autoridades ou perdas. Basicamente Áries é o que existe de mais ameaçador pra Plutão em Capricórnio, porque num sentido simbólico, é o novo que anula o velho que se assanha e ameaça tomar o lugar do que já estava estabelecido. Por isso a repressão pode ser severa. Devem tomar cuidado pra não criar inimigos poderosos, devem evitar dar a cara a tapa sem proteção ou garantias. Pode haver a súbita quebra de estruturas antigas de vida. Isso pode afetar carreira, família, casamento, uma série de coisas. Tudo ficaria melhor explicado sabendo-se a casa por onde plutão está passando porque ela revela a área da vida que está sofrendo a “devastação”. Note que a devastação pode ser tanto em sentido figurado quanto literal. Não se acanhe de pedir ajuda neste momento, essa é uma batalha em que você não pode partir pro fronte desarmado e nem sozinho.

Touro

Momento tende a ser marcado por conquistas importantes, estabilidade e empoderamento em algum nível. As transformações sociais e políticas do momento vão de encontro com os interesses taurinos, apesar da instabilidade consequente que tende sempre a gerar apreensão. A tendência ao conservadorismo vai de encontro ao temperamento natural dos taurinos. Possibilidade real de se erguerem alicerces para a vida que servirão como fortalezas para as adversidades futuras. Aproveitar o momento pra estocar energia, porque dentro de 10 anos a entrada de plutão em aquário tende a reverter o quadro dramaticamente.

Gêmeos

Para os geminianos não há nenhum aspecto mas eles ainda estão cicatrizando das profundas transformações que ocorreram a pouco tempo atrás com Plutão em Sagitário (95 a 2007). Assim, o momento é estável, onde a nova realidade em que foram atirados naquela época agora é digerida e a vida vai pouco a pouco ganhando um novo senso de estabilidade. Os trânsitos de netuno pode sugerir mais algumas mudanças, mas essas nem se comparariam as anteriores com plutão, netuno é muito mais sutil e menos sofrido.

Câncer

Cancerianos são atingidos em cheio através do aspecto de oposição. A crise plutoniana tende a ser projetada no outro: ela ocorre com o outro ou é causada pelo outro. Há um sentimento de impotência que é falso, como se a pessoa estivesse a mercê das circunstâncias e fosse atropelada pelos acontecimentos. Devem perceber que a oposição pode dar uma oportunidade de empoderamento muito grande, mas somente se houver muita coragem e disposição pra abandonar muitas coisas. É como atravessar um umbral, um portal pra uma nova vida, você deve escolher pra valer. Se tentar ingressar no novo ainda travestido com o que costumava ser, corre o risco de ser violentamente despido. Pra quem é jovem ou mesmo pra quem já é crescidinho, tende a haver um processo acelerado de amadurecimento. É como se a pessoa agora desnudasse os segredos do mundo, se tornasse mais maliciosa e consciente do poder que todos são capazes de exercer. O diferencial agora é a conscientização no uso desse poder. Pra alguns pode ser a conscientização e o despertar da sexualidade, pra outros  a conscientização do poder proporcionado por alguma forma de vantagem que a pessoa tem no mundo. Isso pode levar a pessoa facilmente a se desvirtuar a e a ir por um caminho pouco ético também, sendo a escolha da forma de ação uma questão de livre-arbítrio, e que pode trazer consequências antes do que a pessoa imagina.

Leão

Leoninos atravessam um momento estável, consequente dos últimos anos de Plutão em trígono com o sol. Tiveram a oportunidade de se estruturar e de construir plataformas de ação que se revelam úteis até hoje. Neste momento não há aspecto, é uma fase de interlúdio. Em breve chega a oposição com Plutão em Aquário onde a vida começa a trazer novos desafios e novas oportunidades de crescimento simultaneamente.

Virgem

Para os virginianos, o momento é de cicatrização, porque vem de uma fase pesada de Plutão em quadratura (95 a 2007). O processo é de cicatrização e ao mesmo tempo de empoderamento vertiginoso. Estão vivendo o trígono crescente de Plutão e esse pode ter um sabor de vingança, porque os bloqueios, injustiças e sofrimentos do passado dão lugar agora a uma nova fase de estabilidade. O mundo agora oferece plenas condições pra sua atuação, bastando que você abdique dos seus receios, porque pra quem não é acostumado, o poder frequentemente assusta. Ao mesmo tempo, cuidado pra que esse novo poder não o cegue e não lhe crie a ilusão da invencibilidade. Aproveite o momento pra criar uma plataforma sólida de atuação que lhe servirá como apoio durante diversos anos da sua vida, o mundo lhe oferece os recursos pra isso neste momento.

Libra

Para os Librianos o momento é tenso, porque Capricórnio forma uma quadratura com este signo. Mudanças se impõe de forma irrevogável e desta vez não há negociação. Você deve perceber que muitas das estratégias que costumavam funcionar num passado recente agora se mostram completamente inúteis. Muitas das mudanças no momento podem lhe prejudicar ou limitar em algum nível, mas isso ocorre principalmente na medida em que você seguir apegado com a  vida que tinha a alguns anos atrás. Nada nem ninguém irá força-lo a mudar, mas o ideal seria que você tentasse seguir o curso das mudanças ao invés de resistir. A resistência gera como que um peso que pode dificultar uma futura reação da sua parte no futuro. Se perceber os sinais pra mudança, se de repente alguma situação de sua vida mudar drasticamente de modo a lhe causar inclusive sofrimento, saiba que se você não tomar a iniciativa, as coisas não irão melhorar pro seu lado. Se as coisas mudaram pra pior, nem adiante insistir porque a tendência é piorar mais e mais. Exercite o poder do não e a sua capacidade de promover finalizações importantes. É somente quando elas se fazem necessárias que percebemos o quanto elas podem ser difíceis!

Escorpião

Para escorpianos a vida não promete grandes transformações, mas é possível que estas estejam ocorrendo mais próximas do que você imagina. Muito provavelmente você vai precisar ajudar algum amigo em apuros. O momento é de estabilidade e segurança. Não promete reviravoltas e nem empoderamento substancial, mas concede a você uma visão e uma capacidade de compreensão do mundo a sua volta que provavelmente você não possuía antes. O mundo lhe permite criar estruturas agora, apenas certifique-se de não fazer elas com excessiva rigidez, porque ao terminar esta fase é bem possível que a vida lhe obrigue a uma mudança drástica de planos.

Sagitário

Sagitarianos passaram pela conjunção de plutão recentemente (95 a 2007) e ainda se recuperam dos violentos processos de transformação aos quais foram submetidos. Lentamente  vão construindo ao longo do trânsito de plutão em Capricórnio um senso de estabilidade e segurança. As transformações agora são incorporadas e fazem parte da nova realidade da vida. Podem ser úteis conselheiros para os que estão vivendo processos plutonianos agora de vido a experiência recente, apesar da abissal diferença entre os processos em sagitário dos processos de agora.

Capricórnio

Tudo o que o signo de Capricórnio representa está passando por um irreversível processo de transformação. E os nativos que tem este signo forte no mapa sofrem as consequências. As conjunções de Plutão tem duas fases: a perda/morte de um elemento importante da vida, e depois o renascimento e empoderamento consequente. É um processo de morte e ressurreição literal. Temos que lembrar que a quase 250 anos, desde a última passagem de Plutão por Capricórnio, um determinado “conceito” de diversos valores deste signo se mantém intactos no mundo. É por isso que a passagem de plutão é tão contundente. Para as pessoas  afetadas, é necessário manter a perseverança e a força de vontade. Na realidade, sob trânsitos deste tipo é muito comum que as pessoas descubram seus potenciais ocultos em meio a uma situação de aparente derrota. Passa a haver uma forte divisão na vida, é como se a pessoa se divorciasse completamente daquilo que ela costuma ser antes do processo da conjunção. é o sentimento de não ter nada a perder e de tudo a ganhar que faz brotar elementos antes desconhecidos da própria pessoa. Assim a sensação de desamparo inicial logo da lugar a um aumento do senso de individualidade e autoconfiança. Pra muitos é como descobrir os segredos do funcionamento do universo. É como descobrir a mágica pra fazer sua vida funcionar. Mas as custas de um processo bem doloroso. É no extremo da dor, quando a pessoa é precipitada ao seu limite que ela finalmente lança mão de todos os seus recursos, e o resultado final é ela sair completamente renovada do processo. A forma como o processo se dá depende muito da casa e de qual planeta ou elemento do mapa sofre a conjunção. Algumas são mais difíceis que outras. As conjunções com Sol, Lua, Marte e Saturno tendem a ser as mais difíceis, enquanto que as conjunções com outros elementos acabam sendo mais suportáveis, mas tudo depende também do que o planeta em específico estará regendo no mapa em questão. pra determinar isso, somente numa consulta astrológica.

Aquário

Para aquarianos este momento é ainda de estabilidade, mas já é possível vislumbrar ao longe que uma mudança se assanha no horizonte, quando plutão chegar em aquário. Até la os aquarianos não tendem a ser afetados particularmente por plutão, a não ser aqueles que também tem o signo de Capricórnio mais expressivo em seus mapas. O sentimento de enrijecimento pode começar a tomar conta de alguns e vai ficando estranha a ideia da possibilidade de uma mudança. Essa possibilidade só será vislumbrável mesmo quando finalmente o processo plutoniano se iniciar para os aquarianos.

Peixes

Para os piscianos a fase é de estabilidade. A capacidade de compreensão das circunstancias atuais e das transformações momentâneas colocam os piscianos em uma vantagem estratégica. Eles mesmo vem de um processo bem difícil envolvendo a quadratura de plutão com o seu signo entre 1995 e 2007, e pra muitos essa fase é um processo de cicatrização de criação de uma nova plataforma de estabilidade. Ainda assim, tem que conviver com mais mudanças, dessas vez as promovidas pelo trânsito de netuno por Peixes, só que essas muito mais bem vindas e processadas de forma bem menos violenta.

Efeméride resumida de Plutão em Capricórnio, mostrando até onde plutão avança em cada ano pelo signo de Capricórnio.

Ingresso 00°♑00’Capricórnio 25/01/2008
2008: 01°♑08′ Capricórnio
2009: 03°♑18′ Capricórnio
2010: 05°♑25′ Capricórnio
2011: 07°♑30′ Capricórnio
2012: 09°♑33′ Capricórnio
2013: 11°♑35′ Capricórnio
2014: 13°♑34′ Capricórnio
2015: 15°♑32′ Capricórnio
2016: 17°♑29′ Capricórnio
2017: 19°♑23′ Capricórnio
2018: 21°♑17′ Capricórnio
2019: 23°♑09′ Capricórnio
2020: 24°♑59′ Capricórnio
2021: 26°♑48′ Capricórnio
2022: 28°♑35′ Capricórnio
2023: 00°♒21′ Aquário
Deixa Capricórnio definitivamente: 19/11/2024

Totalizam quase 16 anos, apesar de quem nos últimos 2 anos plutão passa boa parte do Tempo em Aquário. Ele sai e volta pra capricórnio uma vez em 2023 e outra em 2024, saindo definitivamente do signo no mesmo ano de 2024. A influência de Plutão em Aquário já será total a partir de 2023 de qualquer maneira, a partir do primeiro ingresso no signo.

Urano em Áries

Urano já está em Áries a Algum tempo mas é sempre bom rever
e repensar no seus simbolismos especialmente agora que já estamos nos aproximando
da metade do trânsito (isso será ano que vem). Não se trata de um trânsito
“normal” de Urano por este signo. Aliás, Desde que Urano foi
descoberto nenhuma passagem sua tem sido “padrão”. Urano tem arranjado
encrenca com Plutão não só agora, mas também nas duas últimas ocasiões em que
esteve em Áries. 
A primeira vez foi entre o final dos anos 40 e início dos
anos 50 do século XIX. Naquela ocasião, urano e Plutão formaram conjunção nos últimos
graus de Áries e início de Touro (1851). Foi mais ou menos a partir daquele
momento que o sistema Capitalista começou, de fato, a tomar corpo, com uma onda
desenvolvimentista se apoderando do mundo como nunca antes, sobretudo através
da revolução industrial e da revolução científica, todas coisas iniciadas ainda
durante o século XVIII, o chamado “século das luzes”, século em que o
próprio Urano foi descoberto. A principal marca desta conjunção em particular
foi o início da exploração do petróleo, elemento fundamental e que responde por
muita coisa que aconteceu e que tem acontecido até hoje.
Na segunda vez, Plutão estava em Câncer. Isso foi entre o
final dos anos 20 e o início dos anos 30 do século XX. Vimos neste momento a
primeira grande crise do capitalismo , e Urano e Plutão formavam quadratura.
Foi o momento da grande crise de 1929, período entre guerras que foi
caracterizado pelo acirramento do nacionalismo fascista em todas as partes do
mundo, sobretudo na Europa. Durante a quadratura exata ocorreram eventos muito
fortes. Um deles foi a grande enchente da China (1931), que afetou centenas de milhões
de pessoas. Na ocasião o Japão não enviou ajuda para China: ao contrário,
aproveitaram o estado de calamidade no país e invadiram a Manchúria dando início
a onda expansionista que culminaria na segunda guerra mundial.  Essa é considerada a maior tragédia natural de
todos os tempos.  Mas a maior tragédia humana
(de acordo com o consenso geral e o senso comum) começou a se desenhar
propriamente nessa mesma época, em 1933, quando o partido Nazista assume o
poder na Alemanha e se inicia a escalada do fascismo em toda a Europa, criando as
condições para a eclosão da segunda guerra mundial anos depois, com plutão
mudando de signo.     
Agora, temos Plutão em Capricórnio e temos novamente uma
quadratura. Em 2008 vimos assombrados a segunda grande crise do capitalismo, o
início de uma era de pessimismo em nível mundial e a ascensão do conservadorismo.
Essa onda reacionária, destrutiva, moribunda e decadente, é a marca de Plutão
em Capricórnio. Urano em Áries agora representa uma reação das pessoas a essa
onda. Isso porque desta vez a quadratura é Crescente. Na quadratura minguante
(nos anos 30), urano foi a força opressora que se rebelava contra as
transformações (na forma de coisas como o nazismo, cujo líder na Alemanha tinha
urano no ascendente).
Mas as entidades transformadoras e em transformação de agora
são conservadoras e desejam um retrocesso, desejam o abandono de uma série de
conquistas que foram conseguidas a duras penas. Essa quadratura crescente de
agora é a reação da reação. O movimento de Plutão em Capricórnio em si é
reacionário, muito mais em relação aos excessos da época anterior de Plutão em
Sagitário, expansionista e ultra consumista. Mas essa força reacionária que
surge é contra evolutiva, simboliza um atraso e vem daí as reações simbolizadas
por Urano em Áries, na forma de protestos que pululam por toda a parte do
mundo. As pessoas perderam a paciência com esses sistema que só drena e oprime.
Essas ondas de protestos não são pontuais, mas são uma
reação massiva ao todo do sistema. Os motivos alegados, por exemplo, a
preservação de um parque na Turquia ou o aumento das passagens de ônibus no Brasil
não passam da gota d’água, do ascender de um estopim cuja bomba já estava
armada a muito tempo. Esse sistema exploratório que se iniciou no século XIX
estava fadado a ruir sobre si mesmo no momento em que foi iniciado. Mas
trata-se de um processo bem mais complexo e não é uma simples quadratura que
vai servir pra explicar os seus por quês. Mas ela simboliza o momento da crise,
da dúvida coletiva e da revolta. Tem que se levar em consideração que estamos
no fim de um ciclo de conjunções entre júpiter e saturno nos signos de terra
que durou 200 anos. A última dessas conjunções ocorrem em Touro no ano 2000. A
próxima dará início a um longo ciclo de conjunções no elemento ar, a começar
com a conjunção de 2020 no revolucionário signo de Aquário.
Essa tensão no ar que sentimos desde 2008 ainda não está
próxima de terminar. Somente em 2016 é que veremos um real processo de arrefecimento
dessa crise toda, com urano passando pra parte final de Áries, se afastando da
quadratura com Plutão. O conservadorismo capricorniano, entretanto, segue cada
dia mais forte e mais opressor, até o momento em que ninguém mais suportar
isso, até o momento do ruir das estruturas simbolizado pelo ingresso de plutão
em aquário, coisa que so vai acontecer em 2023. Até lá, paciência. Mas tudo
será mais fácil de suportar na medida em que o ponto mais conflituoso do ciclo
de urano e plutão se desfizer e o aspecto tenso se dissipar. Junto de Plutão em
Aquário veremos a entrada de netuno em Áries e de Urano em Gêmeos marcando um
momento contrário a este, de maior liberdade, e aí teremos que enfrentar as
consequências do excesso de libertinagem que virá associada a isso. Mas cada
coisa a seu tempo!  Por hora vamos
compreender melhor essa atual passagem de Urano por Áries.
A marca de urano em Áries é a pressa e o individualismo. É o
império da urgência. Sugiro a leitura do seguinte artigo da colunista da
revista época, Eliane Brum, pra entender melhor esse aspecto de Urano por
Áries:
“É urgente recuperar o sentido da Urgência” o
título. O texto fala do quanto estamos conectados ao mundo atualmente. Não se
trata de negar o que existe de bom nas inovações tecnológicas, mas de fazer
refletir sobre como essas coisas ocupam espaço e mudaram nossa forma de se
relacionar com o mundo, a forma como muitos de nós expressa sua individualidade.
O marketing pessoal nunca esteve tanto em alta como nos dias de hoje, na era
das redes sociais.
Urano em Áries pode estimular ainda mais o isolamento nas
relações interpessoais, processo que se iniciou ainda com as passagens de urano
e netuno por Aquário. O grande objetivo de Aquário é sair da prisão da
coletividade e viver a liberdade plena do ego representada em Áries. Essa
liberdade vem na forma do individualismo sem censura. Agora que chegamos a este
ponto, é válido questionar a utilidade dessa conquista. Vivemos atualmente um
processo de aprendizado nesse ponto e é precipitado julgar se isso é bom ou
não. Talvez essa onda ariana só se consolide de fato com o ingresso de Netuno
em Áries, porque por agora Netuno ainda passa pelo último dos setores da
coletividade, o signo de Peixes.
Uma coisa curiosa é a ascensão em popularidade da luta livre
(UFC), esporte de característica plenamente ariana, onde o combate, a
competição se dá no um contra um, sem subterfúgios, sem acessórios, sem ajuda
mútua, no legítimo mano a mano. A característica de violência  também é forte e é típica de Áries. Não sei se
essa popularidade é em nível mundial ou se é algo localizado no Brasil, conheço
pouco porque particularmente, não me interesso por esse esporte.
Em nível pessoal, a manifestação de Urano em Áries vai
variar de pessoa pra pessoa, e a cada ano, a depender dos aspectos que Urano
sofre de outros planetas, o efeito dele em trânsito para as pessoas tende a
variar muito. Abaixo vamos ver a influência levando em consideração cada signo
do zodíaco. Você pode levar em consideração seu Ascendente, signo solar ou
lunar, ou mesmo o signo que tem mais ênfase no seu mapa se você souber qual é.
As indicações são genéricas e variam bastante de acordo com os planetas
envolvidos e as casas onde ocorre o aspecto.
Áries
Para arianos o momento é marcado por mudanças que surgem sem
aviso. Esse é o momento em que o inesperado pode e deve ser esperado! Muitos
podem sofrer com ansiedade ou desenvolver sintomas similares ao que se atribui
a síndrome do Pânico. Por outro lado, trata-se de uma fase marcada por um
movimento rumo a uma verdadeira e absoluta libertação em relação aos aspectos
mais opressores da vida, e o problema vai ser somente nos casos em que a pessoa
é apegada a opressão. Esse processo de libertação, entretanto, não tende a ser
facilitado, porque Plutão em Capricórnio representa uma resistência muito rígida
às tentativas de mudança. Vai ser necessário força, fé e coragem pra se
conseguir levar a cabo todas as mudanças e transformações que se deseja operar
na vida. Em muitos arianos pode ocorrer um resgate do otimismo e da autoestima
sem precedentes, especialmente entre aqueles que realmente gostam de mudanças.
Aqueles que são acostumados a promover mudanças para os outros, mas que não
gostam quando essas são impostas pela vida sobre eles mesmos, podem sofrer
profundamente porque a lição que urano vem ensinar está relacionada a ausência
de controle. É uma energia caótica que não pode ser guiada pela força, e muito
menos pela vontade pretensiosa do ego. Trata-se do acaso, e se esse for
pressionado ele faz exatamente o contrário do que você deseja. Sua capacidade
de confiar nos rumos das coisas será testada mais do que nunca. Certamente você
será outra pessoa ao final do trânsito, independente das mudanças e das perdas
que venham como consequência, o ganho em liberdade é incalculável.
Touro
Para taurinos a influência de urano em Áries é sentida como
uma ameaça a estabilidade. Taurinos podem sentir desconforto especialmente
porque estaremos passando por um momento de mudanças, e mesmo que essas
mudanças não lhe digam respeito, taurinos preferem sempre a estabilidade. Ao
invés de se isolar e fugir da onda de mudanças, devem aproveitar o momento pra
observar com distanciamento e tomar nota, porque logo depois de Áries, urano
passa por Touro trazendo todas essas mudanças pra vida dos taurinos.   
Gêmeos
Para os Geminianos trata-se de uma época de boas mudanças,
de aumento na coragem e na ousadia, boa pras relações sociais e afetivas. Da
maneira como gostam de novidades, vão sentir um misto de excitamento e de pavor
diante dos conflitos desta época, mas provavelmente não estarão na linha de
frente e nem serão os perseguidos deste momento. É importante dar respaldo para
os amigos que venham a viver crises durante esta fase, já que Áries é a casa 11
de Gêmeos.
Câncer
Para cancerianos as mudanças são estruturais e o momento
pode ser sentido como muito pesado. A energia ariana soa naturalmente violenta
pra Câncer. Quando expressada através de Urano, soa como uma verdadeira
agressão. O mundo exige mudanças, mudanças pra ontem, e você mesmo reconhece
que está defasado em diversos aspectos, mas sua reação natural é defensiva,
como a tartaruga que se retira pra dentro do casco pra se proteger de uma
ameaça. Talvez seja sábio usar de um mínimo de proteção, mas tome o cuidado de
não abandonar sua vida no meio do caos. Não é o momento mais adequado pra você adiar
uma decisão importante, porque se você não escolher, as coisas mudam a sua
revelia e você pode acabar se vendo como a tartaruga, que ficou soterrada no
desabamento porque ao invés de sair do caminho dos entulhos preferiu, como
sempre se esconder no casco e se proteger. Em outras palavras: Não permita que
as mudanças se instalem a sua revelia, pra não sofrer as consequências depois.   
Leão
A fase tende a ser muito favorável para os leoninos porque
eles recebem trígono de urano, Momento favorece a introdução de mudanças
positivas na vida, mas de uma forma muito mais tranquila. Seu senso natural de
estabilidade pode ser de grande valia agora para os amigos que atravessam
crises típicas de urano. Caso não queira mudar nada, nem será obrigado a isso.
As mudanças que estão se processando no mundo agora se encaixam como uma luva
pra você, e podem inclusive vir a lhe beneficiar em alguns aspectos. De alguma
maneira haverá a partir de agora muito mais liberdade e seu raio de ação vai se
ampliar consideravelmente. Momento pra aproveitar e abrir novas frentes.
Virgem
Para os virginianos o momento é neutro porque não há aspecto
ptolomaico envolvendo os signos de Virgem e Áries. Virgem se beneficia bastante
justamente de Plutão em Capricórnio, que é o elemento conservador e que
representa a resistência aos ímpetos arianos. Na realidade, virginianos estão
agora reaprendendo a conviver com a estabilidade, já que a poucos anos urano
formava uma oposição com este signo. A flexibilidade natural deste signo fará
com que consigam se adaptar prontamente ás mudanças.
Libra
Para librianos o momento é muito intenso, com a vida
certamente impondo mudanças e exigindo reações e decisões rápidas. O grande
problema é que Librianos costumam ser naturalmente indecisos, e quando são
pressionados costumam criar impasses de forma completamente proposital, como
forma de reagir a qualquer força autoritária ou dominadora. O impasse como
rebeldia, a não decisão como grito de liberdade, a inércia como atitude
revolucionária: vale a pena pensar duas vezes se realmente é válido ficar à
margem da mudança e da inovação, porque isso tem o potencial de mantê-lo preso
ao passado, obsoleto. Por mais ameaçador que pareça, a mudança tem o potencial
de libertar e de inaugurar uma nova forma de viver a vida, colocando-o em outro
patamar. Procure ver que defender os “bons modos” quando a única
alternativa das pessoas é gritar e espernear pra ver alguma mudança acontecendo
pode levar com que elas não encarem com simpatia a sua negação em participar
das mudanças momentâneas. Por outro lado, se decidir entrar na onda, esteja
preparado pra lidar com um pouco de brusquidão e de sinceridade a queima roupa.
Escorpião
Para escorpianos, o momento é neutro, as mudanças de urano
não vem como imposição e você pode vir inclusive a achar fácil se esquivar
delas. Saiba , entretanto, que depois de Áries vem o signo de Touro. Aproveite
o momento pra observar e se preparar pra sair da sua zona de conforto daqui a
alguns anos, quando começar a oposição de urano com o seu signo. Por hora, você
pode ignorar a batalha que é travada lá fora se quiser. Mas se tomar partido e
participar do movimento, certamente chegará ao seu grande momento muito melhor
preparado pra abrir mão e realizar as mudanças que forem necessárias.
Sagitário
Para os sagitarianos o momento é muito favorável, marcado
por um trígono, o que indica que as mudanças do momento vem de encontro aos
interesses e objetivos deles. Sentirão que agora é mais fácil realizar mudanças
em suas vidas que transcorrem de forma natural e mais rápida do que imaginavam
que podia acontecer. Tendem a se beneficiar bastante de mudanças que estarão ocorrendo
no mundo a sua volta, e terão a oportunidade de se libertar de circunstâncias
opressivas, bastando que aceitem a novidade, o que significaria se deixar ir
pelo movimento mais fácil, que gera menos resistência. Momento de reafirmação
da própria identidade, de revisão e renovação nos objetivos e de reforma nas
estruturas de vida.   
Capricórnio
Os esforços pra manter certas estruturas antigas de sua vida
podem se revelar muito inúteis agora, e talvez seja o caso de refletir se não
vale à pena ceder as mudanças. Caso queira resistir, ainda assim será possível,
mas você corre o risco de ficar ainda mais preso a tais estruturas, tornando
uma futura mudança um processo muito mais penosos. Se abrir as portas para a
mudança estará traçando um futuro muito mais leve e promissor. É bem possível
que você se sinta ansioso e passe a exibir sintomas que costuma ser atribuídos
a quem tem síndrome do pânico momentaneamente. O momento é instável,
intraquilo, fica complicado contar com as coisas ou com as pessoas porque o
imprevisto ronda. Quanto mais tentar controlar o andamento das coisas, mais
elas tendem a ocorrer de forma a contrariar a sua pretensão. Se fizer um
esforço consciente e exercitar o desapego, certamente estes dias serão menos
penosos e certamente as recompensas que você terá no futuro serão das melhores.
Seguir o caminho da mudança pode parecer difícil, mas a longo prazo é sem
duvida o caminho mais lucrativo.
Aquário
Para aquarianos a fase é de boas mudanças, renovação no
círculo social  e principalmente nas
ideias. O momento favorece o abandono de posturas mentais negativas e uma
abertura pra elementos novos, que venham a enriquecer o repertorio individual. A
flexibilidade que tende a se instalar agora tende a melhorar os relacionamentos
de modo geral. Você estará mais estimulável e interessado nas novidades e
inovações do momento, e essa será uma boa oportunidade pra se atualizar caso
esteja se sentindo defasado.
Peixes
Urano em Áries não afeta os piscianos de forma direta, mas
como eles vem de uma fase de intensas mudanças com o trânsito anterior de urano
tendo ocorrido justamente em peixes, tendem a funcionar como excelentes conselheiros
neste momento. Tendem a encarar as mudanças do momento com muita naturalidade e
estão entre os mais qualificados pra auxiliar alguém que esteja enfrentando
algum tipo de crise tipicamente uraniana.
Efemérides ultra resumidas de Urano em Áries:
Ingresso: 00°00′ Áries 27/05/2010
00°35′ Áries 2010
04°33′ Áries 2011
08°32′ Áries 2012
12°31′ Áries 2013
16°30′ Áries 2014
20°30′ Áries 2015
24°30′ Áries 2016
28°31′ Áries 2017

Deixa o signo de Áries definitivamente: 06/03/2019
Essa não é a primeira vez que falo de Urano em Áries, veja o texto que escrevi na época do ingresso de urano em áries em 2010: 

Sol em Capricórnio com Ascendente em Leão

Esse posicionamento produz uma personalidade forte, altiva,
impositiva, produtiva e extremamente criativa. Ambos os signos, Capricórnio e
Leão são dados ao comando , e gostam de controlar as situações das quais fazem
parte. Capricórnio complementa leão com senso administrativo e mais iniciativa,
enquanto que leão complementa Capricórnio com um forte senso de auto-confiança.
Entretanto é muito comum encontrar pessoas com essa combinação que tem uma
personalidade muito fendida e dada a oscilações muito fortes variando entre a
autoconfiança inabalável e o derrotismo mais profundo. Capricórnio e Leão são
dois extremos, Leão é luz, o domicílio do sol, a vontade de ser e de brilhar.
Capricórnio é a noite, é um dos domicílios de saturno e representa velhice,
maturidade e esforço. Capricórnio  é a
liderança que vem por direito, herdade, a liderança reivindicada pelos anciãos.
Leão é a liderança dos jovens que a conquistam através da luta e do
merecimento. As vezes a pessoa recebe algum tipo de atribuição e sente que
aquilo é desmerecido porque ela na verdade acha que deveria ter lutado pra
conquistar o direito. As vezes um direito lhe é negado e o mundo parece forçar
ela a uma batalha que pra ela é completamente absurda. É o sentimento de as
vezes estar abusando do universo e as vezes estar sendo profundamente
injustiçado, sendo bem difícil encontrar o equilíbrio entre esses extremos.  

A criatividade pode ser comprometida por medos e inibições
típicas de Capricórnio. Sempre haverá um duelo, uma parte da pessoa desejando
brilhar e a outra parte sabotando o sucesso e diversas oportunidades. Mas toda
essa autocritica, por vezes severa demais, costuma salvar a pessoa do ridículo
e mesmo de situações mais difíceis, pra onde um leonino seria atraído por pura
ingenuidade.  Costumam assumir grandes
responsabilidades, as vezes mais do que pode arcar. Podem ter uma incrível
dificuldade pro trabalho em equipe por não conseguirem delegar
responsabilidades. Ou dão ordens, as vezes de forma abusiva, onde tudo tem que
ser feito do jeito que a pessoa quer, ou então ela prefere fazer tudo sozinha.
É necessário aprender a delegar, sem monopolizar o andamento de tudo, pra
evitar a sobrecarga ou atritos com as pessoas.

Marilyn Manson

Kate Moss

Katherine Moenning

Ava Gardner

Joana D’arc

Sol em Capricórnio com Ascendente em Câncer

Indica uma personalidade cativante, que inspira segurança e transmite
confiabilidade. Câncer e Capricórnio são signos opostos, tem em comum a
modalidade cardinal e a polaridade feminina. Por esse motivo a pessoa é
controladora, fazendo isso com sutileza, sensibilidade e ao mesmo tempo muita
firmeza, mas sem tirania ou autoritarismo gratuito. Tendem a posturas paternais
ou maternais, e nessa pessoa os papeis de pai e mãe podem ser bem misturados,
inclusive com a vivência desses elementos tendo sido percebida de modo confuso.
Isso seria melhor explicado pela lua no mapa de nascimento, mas de qualquer
maneira é como se a mãe tivesse características paternalistas e o pai características
maternais, é como se na psique os dois elementos estivessem misturados. Costumam
ser provedores, e tende a haver uma divisão forte entre um lado mais ambicioso
e um lado voltado pro mundo particular e a vida privada. São mais intimistas,
sensíveis e empáticos do que outros capricornianos.

Podem ser bem conservadores e não se trata aqui de uma
questão de ideologia política, mas de forma básica de atuar no mundo. São mais
reativos, defensivos e costumam evitar a instabilidade e o desconhecido,
preferindo fórmulas conhecidas, que deem base e segurança. O sol estando no
sétimo signo em relação ao ascendente indica uma pessoa contraditória. Não se
consideram pessoas com “frescuras” ou de excessivas suscetibilidades,
mas o comportamento contradiz isso por que o ascendente em câncer tende a ser
espontaneamente melindroso, defensivo e reativo. Isso cria a impressão de que a
pessoa é insegura ou chorona, mas a realidade pode ser bem diferente,
surpreendendo e até chocando os outros, porque na realidade a pessoa é mais
firme e objetiva do que aparenta.  As
vezes dão a impressão de serem extremamente intimistas mas revelam um comportamento
apático, que se envolve pouco e que chega a expressar inclusive certa frieza. Não
gostam de perder tempo com futilidades, costumam não se empolgar muito com
novidades ou coisas que surgem de forma súbita, valorizando o que tem tradição,
história e valor agregado ao invés do que é potencialmente efêmero.

Mel Gibson

Carla Bruni

Sol em Capricórnio com Ascendente em Gêmeos

Essa combinação pode levar a uma pessoa que se esforça em
dobro pra provar ao mundo seu valor, pra construir sua credibilidade. Tudo isso
porque o ascendente em Gêmeos, a atitude espontânea da pessoa, acaba por
transparecer uma imagem de leveza, ingenuidade e de alguém que é pouco
confiável, por aparentar superficialidade e falta de foco. Mas trata-se
realmente de uma questão de aparência, porque o sol em capricórnio garante
disciplina, força de vontade e muita ambição. Isso faz com que a pessoa seja
reconhecida pelo que ela considera mais essencial de si mesma, acaba sendo
julgada pelas aparências e tem de se esforçar pra mostrar que essas aparências
podem esconder coisas muito válidas. Basicamente trata-se de uma pessoa
extremamente ágil, prática e objetiva. Muito mais flexível do que um
capricorniano típico, é alguém que não perde tempo com coisas que tem potencial
pra não funcionar. Trata-se da capacidade de enxergar a crise antes de ela
aparecer, e de tirar o corpo fora pra não ter que lidar com problemas inúteis,
porque o sol costuma estar na oitava casa no mapa de quem nasce com esta
combinação, ou ao menos no oitavo signo em relação ao ascendente.
Possuem muitas habilidades sociais, podendo desenvolver um
círculo amplo de amigos que podem ajudar na conquista de seus objetivos. Podem
se tornar verdadeiros alpinistas sociais unindo ambição e objetividade com
graça, leveza e capacidade de se infiltrar nos mais diferente meios, e uma
incrível desenvoltura social que não costuma ser o forte do signo de
capricórnio. Mas tudo isso a um preço: a pessoa é condenada a não ser
reconhecida pelos seus verdadeiros potenciais, acaba sendo associada a imagem
superficial e sociável do ascendente em gêmeos. É por esse motivo que surge a
necessidade de mostrar pras pessoas que existe estrutura por trás de máscara de
aparência tão efêmera. Caso Mercúrio esteja em capricórnio no mapa natal, a
imagem será menos superficial. Essa combinação é ainda fonte de muita
sensualidade, de uma pessoa magnética. Pode indicar uma grande divisão na vida
porque parte da pessoa deseja se adiantar ao mundo, é amante de novidades e
extremamente curiosa e experimental. mas outra parte pende mais para o que é
seguro, para o conservadorismo e a resistência ao novo. Apesar disso, costumam
ser pessoas prosaicas e progressistas ao mesmo tempo.

Rick Martin

Cláudia Raia

Kepler

Sol em Capricórnio ♑

Quando o Sol chega em Capricórnio, um ciclo se fecha e outro se inicia, ao menos para a cultura ocidental e em diversas outras regiões do mundo, cujos calendários tem como dezembro seu último mês. Fica evidenciado o sentido principal do signo de Capricórnio nessas épocas porque chegamos ao divisor de águas anual, o fim de um ano e o início do outro. Não é a toa que Capricórnio é o principal domicílio de Saturno, planeta que governa, dentre outras coisas, o tempo. Sem esse controle promovido pelo estabelecimento de calendários, provavelmente nos sentiríamos perdidos, como se a própria vida não fizesse sentido;

O Sol não tem dignidades em Capricórnio, a não ser no terceiro decanato, governado por ele. Ainda assim, é um posicionamento marcante, porque acompanha uma mudança bastante extrema: Quando o Sol entra em Capricórnio ocorre o solstício de inverno no hemisfério norte e o solstício de Verão no hemisfério sul, indicando que Capricórnio (e o seu par oposto, Câncer) é um signo que aponta para extremos. É o signo mais relacionado ao Sul, e quando o Sol atinge o grau zero ele se moveu para o extremo sul da eclíptica.

Está relacionado ao patriarcado, ao conservadorismo, indicando também trabalho, empenho e industriosidade. Ambição é uma palavra chave tanto em Capricórnio quanto em Sagitário, signos que na verdade são mais parecidos do que se imagina, já que formam Antíscion. A diferença é que Sagitário representa as expectativas, os preparativos, a caminhada em direção ao objetivo, enquanto que Capricórnio representa o objetivo conquistado, as expectativas desfeitas, a realidade exposta e os limites conhecidos e mapeados.

Essa é a melhor época do ano para se traçar planos, e se organizar em todos os sentidos, especialmente nas questões relacionadas a profissão e carreira. É momento de realizar definições, estabelecer metas e se fazer uma análise crítica do que se fez até então, do que se vai continuar fazendo e do que vamos abandonar por não nos trazer resultados. Instintivamente todos nós pensamos mais nos rumos de nossas vidas quando nos aproximamos dessa época. Mais um ano se conclui, mais um ano se inicia, e o que fizemos de nossa vida até agora? Esse é o melhor momento para se responder a esta pergunta com serenidade, honestidade e realismo, e começar a trabalhar para a manutenção das conquistas, a remoção do que tem dado errado e o estabelecimento das novas metas. Apesar de Capricórnio ser um signo conservador, esta talvez seja uma das época mais propícias para uma renovação, ao menos uma renovação subjetiva, nas intenções e ambições.

Ingresso: 21/12/2013
Deixa Capricórnio e entra em Aquário: 20/01/2014

Astrologia e Tarot: Capricórnio e o Diabo

A carta do Diabo no Tarot é sem dúvida uma das menos compreendidas pela maioria das pessoas, até mesmo por alguns tarólogos que insistem em atribuir a ela um significado quase sempre negativo. Mas essa é uma das cartas que guarda em si a melhor definição de “poder”, mas em muitos casos, ela trata do poder que a maioria das pessoas teme exercer: O magnetismo Pessoal. Esse é o poder de influenciar, usar, utilizar, seduzir, manipular o outro em nome dos próprios objetivos. Pode não ser bonito, pode estar distante do conceito de moral e correção da maioria, pode ser “baixo”, mas é importante, e sem exercer esse tipo de poder as pessoas permanecem eternamente no rasante da normalidade, sem jamais atingir seus objetivos.  Mas essa carta  é também um poder “positivo”,  o poder de atrair recursos, pessoas e situações positivas que auxiliam a pessoa como num passe de mágica. Acima de tudo, essa carta retrata o uso consciente da VONTADE , do desejo, ela representa a ambição, e é a que melhor representa a magia. Na verdade a magia nada mais é do que o exercício da própria vontade.  
A representação desta carta em geral retrata o demônio em sua acepção mais popular, com chifres, patas de bode e asas de morcego, olhar malicioso e órgãos sexuais expostos. Ela ocupa a posição central, geralmente em cima de algum tipo de pedestal. Abaixo dele encontram-se duas figuras, uma feminina e uma masculina, “presas” ou atadas a ele mas por livre e espontânea vontade: Na verdade o demônio não tem essas figuras como reféns, elas podem deixá-lo  a qualquer momento mas mesmo assim permanecem presas e imóveis, como se estivessem subjugadas.  A imagem que abre este post é a carta do Diabo como retratada por Ellygator, e a figura que representa o demônio não é exatamente a mais típica, apesar de a imagem representar uma pessoa com o estereótipo típico do signo de capricórnio. A segunda imagem é a carta do diabo retratada por Aleister Crowley, cuja imagem representa o símbolo-mor tanto do Diabo como do signo de capricórnio: Uma cabra. Logo abaixo deste parágrafo você vê a representação do Diabo pelo tarô de Marselha, com a figura clássica do humanóide com chifres, patas de bode e asas de morcego. Neste caso é interessante notar que a figura do Diabo é também a representação de uma das figuras mais satanizadas no cristianismo: A figura do travesti. Repare que ele tem pênis e ao mesmo tempo seios. 

Mais abaixo você vê a representação do tarô mitológico de Liz Greene para a carta do Diabo. Ela retrata esta carta com a figura do deus Pã. Na mitologia Grega, Pã está associado aos dois mitos distintos que explicam a origem da constelação de capricórnio. Num dos mitos, capricórnio na verdade seria a cabra Almateia, que foi uma das inúmeras amantes de Zeus. Do amor entre os dois nasceu Pã, e Almatéia que também foi ama-de-leite de Zeus e lhe abrigou até a idade adulta para que ele se escondesse de Cronos (Saturno) seu pai que queria devorá-lo foi transformada numa constelação (Capricórnio) como uma homenagem. Um outro mito fala sobre um dia em que todos os deuses estavam nas margens do Rio Nilo quando subitamente surge Tífon inimigo de todos os deuses que diante de sua presença se assustaram e assumiram a forma de um animal para assim escapar. Pã assumiu a forma de uma cabra, mas cuja metade inferior teria assumido a forma de um peixe, e a constelação de capricórnio na verdade retrataria pã nesta forma. Pã governa os pastores, os gurdadores de rebanhos, os bosques e campos. Sua principal característica era a feiúra, eram poucos os deuses que toleravam sua presença, e ao mesmo tempo o amor pela música e pela dança. Ao mesmo tempo em que era horrendo em sua aparência, rejeitado e digno de vergonha, Pã era considerado pelos Romanos como um deus essencial devido a sua associação com a natureza (da qual o homem sempre dependeu) e com o mundo. 

“Na mitologia, o bode está associado à libertinagem, sendo considerado um animal lascivo e indecente. Mas, ele também é o bode expiatório, sobre o qual as outras pessoas projetam o próprio interior — muitas vezes imoral e indecente — para poderem se sentir limpas e decentes. Assim, Pã, o Diabo, é o bode expiatório, que leva a culpa por todas os problemas de nossa vida. ” (Do livro o Tarot mitológico de Liz greene, 1988)
O principal elo entre a carta do Diabo e o signo de Capricórnio se encontra no simbolismo da Ambição e no conceito cristão da ambição. O cristianismo prega a humildade, tornando a ambição uma característica vil, abjeta, indigna daqueles que um dia serão conduzidos para o reino dos céus. A ambição é atribuída aos adoradores de satanás, aqueles que querem poder a todo custo e são capazes inclusive de “vender suas almas”. O sexo, a luxúria, o desejo são todos aspectos também associados a carta do Diabo, também satanizados pelo cristianismo e também associados (tradicionalmente) ao signo de capricórnio, que tinha a reputação da perversidão, da luxúria e da concupiscência na astrologia tradicional. 
        

Page 1 of 2

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén