Júpiter em peixes

De tudo o que existe na face da terra, nada personifica mais o signo de peixes do que o cristianismo, e nada Personifica mais a colocação de Júpiter em Peixes do que o próprio Jesus Cristo, o avatar da era de Peixes na qual ainda estamos inseridos, já falei isso mais de uma vez aqui. No momento o grau da proceção dos equinócios está no primeiro decanato de Peixes, entre o 5° e o 7° grau, não sei precisamente em qual grau, mas sei que é próximo disso, dirigindo-se retrogradamenta para aquário, mas ainda vai demorar muito para essa mudança ocorrer. Então  cada vez que júpiter passa por peixes,  esses valores “cristãos” ficam muito enaltecidos. Podemos ver agora na mobilização mundial para ajudar as vítimas do terremoto no Haiti. 
Essa música tem muito do clima de júpiter em peixes, a própria letra é filosófica, questiona a existência de Deus e retrata o sagrado como algo não superior, mas algo que está no mesmo nível que o humano …”e se Deus for um de nós?”, como iremos saber? Como iremos saber que “Deus”, seja lá o que isso signifique, não está presente ali naquele mendigo que nos estende a mão no meio da rua e do qual tentamos nos esquivar? São indagações tipicamente piscianas. Aqui a consciência e o respeito pelas coisas etéreas, que não podem ser conhecidas é amplamente vivificado. Não podemos negar Deus, nem defini-lo, justifica-lo ou comprova-lo. É a eterna incógnita, a eterna angústia do não saber simbolizada por Peixes. A maioria deve gostar dessa música … “one of us”

Queda

A queda é a debilidade essencial que aparece em segundo plano em termos de diminuição da força. Representa um planeta que tem sua expressão minimisada, reprimida. Veja abaixo os planetas e os signos de suas quedas:
Sol: Libra
Lua: Escorpião
Mercúrio: Peixes
Vênus: Virgem
Marte: Câncer
Júpiter: Capricórnio
Saturno: Áries
Só por estar em queda isso não significa que o planeta não tem possibilidade de ter alguma dignidade. Por exemplo, Marte em Câncer esta sempre em queda, porém, em mapas noturnos Marte tem triplicidade em Câncer, e se Marte cair nos primeiros graus de Câncer ele cai nos seus próprios termos. Nessas condições o fato de estar em queda e ter sua expressão reprimida não é diminuído, porém ele não será peregrino, terá mais qualidade e a energia certamente será trabalhada de uma forma saudável. 

Detrimento

É uma debilidade essencial que indica que o planeta está posicionado no signo oposto ao do seu domicílio, tendo sua expressão corrompida, de certa forma impedida e enfraquecida, ou direcionada no modo de ação mais precário possível. Veja abaixo quais os detrimentos de cada um dos planetas:
Sol: Aquário
Lua: Capricórnio
Mercúrio: Sagitário e Peixes
Vênus: Áries e Escorpião
Marte: Touro e Libra
Júpiter: Gêmeos e Virgem
Saturno: Câncer e Leão

O fato de estar em detrimento não impede o planeta de ter dignidades. A pior situação é quando o planeta além de estar em detrimento também está peregrino. Por exemplo, Mercúrio no signo de Sagitário está em detrimento. Porém, Todo o primeiro decanato de sagitário é regido por mercúrio, e assim se mercúrio cair nos primeiros graus de sagitário ele não será peregrino, apesar de não ser essencialmente fortalecido por isso. Se mercúrio cair em qualquer grau do terceiro decanato de Sagitário, onde ele não tem nenhuma dignidade, a situação tende a ser pior, pois além de posicionado no seu Detrimento mercúrio será peregrino.

Termos

Os termos são uma forma de divisão desigual dos signos. Cada signo tem 5 termos, regidos por Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno, e que podem aparecer em ordens variadas. Um planeta posicionado no seu próprio Termo não pode ser considerado peregrino, mas essa dignidade tampouco tem tanta força a ponto de indicar algo mais do que uma manifestação típica do planeta em questão. Os termos caíram em desuso na Astrologia Moderna, mas têm grande importância para quem estuda a Astrologia tradicional. O último termo de cada signo é sempre regido por um planeta maléfico, na maioria das vezes Saturno. Os termos têm mais força do que os decanatos, se for pra fazer a comparação entre um planeta que está apenas no seu decanato e um planeta que está apenas nos seus termos.  
Mesmo na tradição existem duas formas de se agrupar os Termos, uma de acordo com os egípcios e outra de acordo com os Caudeus. 

Faces ou Decanatos

Esse é um sistema de divisão igualitária do zodíaco que o divide em 36 partes iguais de 10° cada, dividindo assim cada um dos Signos em 3 decanatos, decanos ou faces. Para a Astrologia Tradicional, um planeta posicionado na sua própria face não pode ser considerado peregrino, mas ainda assim essa dignidade é muito fraca e não denota nada de muito especial. Os decanatos tradicionalmente tem a seguinte divisão, que pode ser vista na figura abaixo:
Nota-se que é observada a ordem caldáica de sucessão dos planetas. Na Astrologia moderna, entretanto, os decanatos são divididos dessa maneira:
A ordem, na Astrologia moderna, está ligada puramente aos elementos. Assim, o primeiro decanato de cada signo é regido pelo próprio signo, o segundo decantao é regido pelo trígono crescente e o terceiro decanato pelo trígono minguante. O problema desse sistema é que ele não trás consigo uma lógica de interdependência entre decanatos e signos, neste caso o conceito de decanato está totalmente em função do signo enquanto que na visão tradicional o decanato é uma subdivisão independente.  

Fomalhaut

Fomalhaut é uma das 4 estrelas sagradas para os persas, localizada atualmente aos 4°Peixes00’. Os cientistas chamam Fomalhaut atualmente de “o grande olho de sauron”, da trilogia “Senhor dos Anéis”, pelo seu aspecto deslumbrante que lembra um olho e pela coloração vermelha. Sabe-se que existe um planeta três vezes maior do que júpiter orbitando fomalhaut.
As 4 estrelas sagradas para os persas eram:
Aldebaran, o olho do Touro, localizado nos dias de hoje aos 9°Gêmeos56’, mas que na época dos persas ficava no signo de Touro mesmo;
Regulus, o coração do Leão, localizada atualmente em 29°Leão59’ (quase virgem) e que na época dos persas ficava em Leão;
Antares, o coração do Escorpião, localizada atualmente em 09°Sagitário54’, mas que na época dos persas ficava no signo de Escorpião;
Fomalhaut, a boca do Peixes, mas do Peixe da constelação de Pisces Austrinus, que fica encostada com a constelação de Aquarius, localizada atualmente em 4°Peixes00’, Mas que na época dos Persas ficava no signo de Aquário;
Essas estrelas eram sagradas, pois ficavam localizadas no meio dos signos que podem ser ditos “querúbicos”(de querubim), os signos fixos, que são considerados a manifestação máxima de cada elemento e personificam os elementos do sagrado.

O significado básico de fomalhaut é a sabedoria. Ela tem a natureza de Mercúrio e Vênus, e alguns autores modernos lhe atribuem uma influência de Netuno. Tende a ser muito benéfica, indicando proeminência, inteligência, associação com as artes. 

Estrelas Fixas

São estrelas especiais, que o são normalmente por sua magnitude  ou por algum tipo de tradição específica ou ainda por despontarem no horizonte em épocas específicas , enfim –  são estrelas mesmo, que podem ou não estar na faixa das constelações do zodíaco e que guardam consigo significados especiais. Assim, um planeta ou ângulo que formar conjunção exata por longitude ou então paralelo por declinação com uma dessas estrelas recebe sua influência. A conjunção precisa ter orbe bem estreita mesmo: Para planetas, no máximo 30′ de tolerância, para ângulos no máximo 1°. 
Algumas das principais estrelas fixas:

Algenib
Baten kaitos
Mirach
Amal
Menkar
Algol
Plêiades (são 7 estrelas em longitude muito próxima)
Aldebaran
Rigel
Bellatrix
Capella
Betelgeuse
Sirius
Canopus
Castor
Pollux
Procyon
Acubens
Régulos
Zosma
Denébola
Algorab
Spica
Arcturus
Acrux
Agena
Toliman
Antares
Vega
Altair
Deneb Adige
Achernar
Scheat

Glossário

Aqui você encontra uma lista de termos que podem ser de difícil compreensão pra quem entende pouco de Astrologia. Um bom local pra quem quer começar a aprender! A maioria das  definições aqui geralmente são mais compreensíveis para quem tem um nível intermediário, mas em breve colocarei inclusive as definições mais básicas.

Sugestões de novos termos, coloquem nos comentários que eu dou prioridade.

Beyoncé

Beyoncé Knowles é uma das cantoras mais importantes da atualidade, e está prestes a vir se apresentar no Brasil, agora em fevereiro de 2010. Começou sua carreira nos anos 90, a frente de um grupo que fez muito sucesso, o Destiny Child. Nos anos 2000 ela engrenou em uma brilhante carreira solo, vendendo milhões de discos e recebendo uma série de prêmios.  Ela nasceu no dia 4 de Setembro de 1981, 12:00, em Houston, estado do Texas, nos Estados Unidos. Veja seu mapa a seguir:
Sol em Virgem, Ascendente em Escorpião com Lua em Escorpião conjunta a Urano na casa 1, e Marte no signo de Leão como regente do mapa. O mapa em si indica muita feminilidade e uma sensualidade intensa, especialmente por conta da configuração que representa sua imagem. Lua em Escorpião é uma natureza emocional intensa, visceral e bastante complexa, que tende a ter um apego muito grande à manutenção da própria privacidade, detestando invasões e assédio, porém, no caso de Beyoncé vemos que isso é impossível já que a Lua está ali na casa 1, numa casa onde os princípios planetários ficam todos muito óbvios, expostos diante de quem quiser ver. Por mais que tente esconder, disfarçar, tudo aquilo que para o comum dos mortais seria facilmente mantido intacto e em segredo, no caso dela fica mais exposto, diante de todos, o que pode ser a fonte de um temperamento mais explosivo, defensivo e autoritário. Esse é o grande problema de se ter a Lua na casa 1, mas ao menos, pessoas assim tem pouco ou nada a esconder dos outros.
Em conjunção com Urano, essa lua indica uma natureza mais imprevisível e torna a pessoa mais explosiva. Assim ela não será a típica lua escorpiana que fica remoendo ódios e planejando vinganças: ela será reativa, e suas reações tendem a ser violentas, frias e letais, sem perda de tempo, bem no melhor estilo uraniano, revolucionárias e impiedosas. Beyonce aprendeu a impor um preço bem caro em troca da exposição do que existe de mais valioso nela mesma: seu corpo, sua personalidade, sua expressão e seu universo pessoal. Ela é conhecida pelos cachês altíssimos que cobra por cada trabalho.
O sol em Virgem na casa 10, sendo o regente do Meio do céu em Leão é a marca da competência e da capacidade de realização e sucesso, indicando muito perfeccionismo e senso crítico. Tudo o que foi descrito acima revela a personalidade mais externa e visível de Beyonce, que é forte, agressiva, guerreira, determinada. Mas a grande quantidade de planetas em libra revela uma faceta mais carente, sensível e romântica, que deseja a proximidade, o relacionamento, a companhia. É uma pessoa inteligente e diplomática (mercúrio em Libra) , muito disciplinada e atenta a imagem que transmite para os outros (Saturno em libra) e que se entrega de corpo e alma quando está apaixonada, sendo sensual e magnética ao extremo (Vênus em Libra em conjunção com Plutão). O bom gosto, a beleza e o senso estético são também marcas de quem tem forte influência do signo de Libra.
Ela vem para  Brasil agora, com 4 shows confirmados, em Florianópolis, São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador, todos os shows em fevereiro.

Exaltação

È a dignidade essencial que aparece em segundo lugar. Na verdade a origem das exaltações é mesopotâmica, sendo mais antiga inclusive do que os domicílios. Na exaltação ocorre um aumento, um exagero até, na expressão do Planeta. As qualidades do planeta são estimuladas e direcionadas em sua potência máxima. Veja abaixo quais as exaltações de cada planeta:
Sol: Áries
Lua: Touro
Mercúrio: Virgem
Vênus: Peixes
Marte: Capricórnio
Júpiter: Câncer
Saturno: Libra