Mapa Astral: Nicki Minaj

Um nome que vem se destacando no cenário musical
internacional é o de Nicki Minaj, seja por sua música, seu estilo extravagante,
suas parcerias de peso ou suas polêmicas (na maioria mais do que intencionais).
Nos Estados Unidos ela tem uma reputação semelhante a dos funkeiros cariocas
brasileiros: amados de um lado e odiados por uma parcela ‘intelectual’ da
população que parece não admitir tantas ‘ousadias’, e isso não se deve somente
ao seu estilo musical ou pessoal, mas principalmente aos seus exageros
comportamentais e a uma certa tendência a provocação.
Apareceram dados de nascimento referentes a Nicki Minaj no
site Astrotheme (como sempre sem citação de fontes). De acordo com esses dados,
ela teria nascido no dia 8 de dezembro de 1982 as 5:05 da manhã, em Port of Spain,
Trinidad e Tobago. Ela teria o Planeta Júpiter em Escorpião conjunto ao
Ascendente, com ambos conjunto a estrela Alfa Centauri, estrela que aparece no
Ascendente de outros dois famosos que analisei aqui no blog, Justin Bieber e
Björk. Além disso, Urano aparece muito próximo do Ascendente. O Sol está em
Sagitário, a Lua em virgem e o regente do Ascendente é Marte em Capricórnio em
sextil com o Ascendente (exatamente o mesmo caso da Björk); O quadro apontado
por esses dados me fazem considerar esses dados como muito plausíveis.
Júpiter em Escorpião no Ascendente reflete a sensualidade
exuberante, a imponência e a megalomania indisfarçada; A conjunção Mercúrio,
Vênus e Netuno em Sagitário reforça ainda mais este fator, fazendo com que ela
tenha ideias que muitas vezes podem se revelar como delírios, relacionadas a sua
própria grandeza e importância. É o exagero de mercúrio em Sagitário (em detrimento) associado
as distorções de Netuno. Só que nesse caso a presença de Vênus suaviza o discurso
e o transforma em canções que vendem, já que Nicki fala em nome de toda uma
geração que compartilha de ideias semelhantes às dela. Ela é apenas um veiculo que
materializa a megalomania de toda a geração Netuno em Sagitário, já que nasceu
com tantos planetas pessoais conjuntos a Netuno. Tudo isso também contribui
para a criação dos alter-egos, como Roman
Zolanski criado para o álbum atual da cantora.            
Ela nasceu ainda com Urano em sagitário na casa 1, muito
próximo do Ascendente. Urano é o rei da bizarrice e da originalidade, e fica
bem evidente nas movimentações de Nicki uma frequente intenção de chocar, de
criar polêmica e de inovar de alguma forma. Como se trata de Sagitário o signo,
tudo que vem dela emerge com um toque de humor, deboche e exagero. E o Sol na
casa 1 desempenha com desenvoltura sua função centralizadora: Nick sabe como
ninguém como chamar atenção pra si mesma.  

Apesar de toda  essa
profusão jupteriana/Uraniana, existe ainda um elemento que entra em choque com
toda a imagem projetada para o exterior: Trata-se da lua no signo de Virgem. Essa
lua responde pelo lado extremamente crítico de Nicki que em alguns momentos vai
as raias do recalque. Mas ela cumpre bem com a função de eventualmente pressionar
as feridas dos seus pares, sempre de um modo exagerado e debochado. O que ninguém
imagina é que essa lua também responde por uma natureza profundamente insegura,
autocrítica e desejosa de ‘acertar’, que ela parece disfarçar muito bem.
Nicki entrou em cena de forma mais impactante neste ano de
2012, através de um videoclipe lançado logo no começo do ano onde ela desce a
lenha em diversas cantoras do mundo pop em um rap extremamente desbocado que
foi inclusive censurado em alguns canais de TV, “Stupid Hoe”. Neste clipe ela
faz alusões flagrantes a Lady Gaga, Rihanna e Shakira, uma espécie de homenagem
a Grace Jones e chega inclusive a debochar de Mariyah Carey imitando seu estilo
de cantar em alguns trechos da música. Muitos acusaram-na prontamente  de plágio quando o que ela estava de fato
fazendo era uma crítica (talvez não da forma mais delicada) e cumprindo com a
função cultural do Raper, que é a de, digamos, “meter a real” nas bitches;  Depois disso ela atuou como convidada em um
clipe novo da Madonna.
Veja Stupid Hoe:

Apesar de Rapper, especialmente neste último álbum ela
apareceu flertando loucamente com o pop, numa mistura deveras interessante e
ousada. No clipe mais recente ela mostra um pouco do seu país de origem, Trinidad
e Tobago, numa espécie de carnaval com direito a passistas de escolas de samba
à caráter no maior clima de carnaval carioca.
Contribuições para os avanços da ciência, da sociedade ou de
seja lá o que for Nicki certamente não faz, mas pouquíssimos são os cantores
que dão uma contribuição válida que vai além do entretenimento puro. É certo que ela
faz arte, mas sem dúvida uma arte que desagrada a muita gente.

       

2 opiniões sobre “Mapa Astral: Nicki Minaj”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.