Lua em Câncer

Com a Lua em Câncer seu universo emocional é intenso. Você tem um respeito, um apego e um amor tão intenso e tão incondicional pela sua própria história, pelas pessoas que povoaram seu passado e principalmente pela sua família que não é exagero dizer que você é um eterno nostálgico. Se não tiver uma família você certamente irá inventar uma nova, e suas amizades são encaradas como pactos, como se os novos amigos fossem novos membros do clã, e você não tolera nada que seja superficial em termos de relacionamento.

Você é acolhedor, caloroso e apto a fazer com que todos se sintam bem ao seu redor, mas é sensível, se magoa facilmente e raramente faz cerimônias em relação as suas emoções, expressando-as sem pudor. Como o chefe de uma máfia, você não tolera traições e exclui aqueles que não são dignos de compartilhar da sua intimidade. Como uma mãe, você acolhe, protege e gera vínculos de dependência dos quais se alimenta. Pra você é primordial o sentimento de raiz, de suporte, de base, daí a importância que tende a ser direcionada a sua família, mas principalmente para os pais.   

A infância em geral é marcada por muita proteção e plena nutrição física e emocional. A não ser em casos de uma lua mais aflita, a pessoa cresce com uma sólida segurança e um alto grau de amadurecimento emocional, que é interpretado de forma errônea por muitas pessoas. É que muita gente nos dias de hoje confunde a transparência emocional canceriana como se isso fosse uma fraqueza. De fato essa transparência torna o nativo aparentemente mais vulnerável, mas as pessoas que tem lua em câncer aprenderem cedo a ser transparentes expondo suas vulnerabilidades e ao mesmo tempo aprendendo a cuidar da retaguarda ao lidar com as hostilidades mundanas. Se conectar com o que sente, expressar esses sentimentos e ser certeiro na hora de identificar o que que lhe faz bem (acolhendo isso sem cerimônias) e o que lhe faz mal (imediatamente afastando a ameaça e assumindo uma postura emocionalmente encouraçada), ser intuitivo e ter uma memória primorosa de natureza emocional não são sinais de fraqueza, mas de muita força e de muita inteligência emocional, porque se pra você é fácil acessar esse espectro da vida, pra maioria das pessoas esse pode se configurar como um dos maiores desafios da existência. 

A lua em Câncer é também um termômetro, porque sentem o ambiente de maneira plena, e assumem uma postura defensiva automática diante da violência , da vulgaridade e da mesquinhez  emocionais que sentem ao redor, fechando o semblante e não disfarçando o mau humor. A sensibilidade é tamanha que chega ao ponto de ser específica: A lua em Câncer sempre sabe reconhecer a fonte de ameaças, onde elas vão se fechar como ostras para os emocionalmente hostis e vão ficar completamente abertos para quem lhes parece legal. É como se tivessem nascido com um sensor de infra-vermelho que lhes alerta sobre as bad vibes da vida. Nas situações opostas, quando o ambiente é amigável, essa lua fica à vontade quase que automaticamente revelando um temperamento amigável, divertido e atencioso. Não se trata de uma questão assim tão subjetiva, de modo geral quem assume um comportamento agressivo, superficial, artificial ou negativo leva a lua canceriana a se defender, não se tratando de uma questão de interpretação da realidade mas de percepção e precaução. A lua canceriana instintivamente sabe que você pode ser um babaca, você não precisa agir como um pra ser automaticamente excluído. E mesmo que você esteja sendo um tolo, se a lua canceriana perceber algo de bom em você ela é a que vai se aproximar e vai tentar lhe fazer se sentir à vontade.  

Outra questão da lua canceriana é que são céticos em relação a capacidade de regeneração do outro. Se você aprontou no passado, a lua canceriana nunca esquece. Isso não quer dizer que ela não consiga perdoar ou que fique alimentando rancores, porque em geral são emocionalmente maduros demais pra ficar colecionando picuinhas, e decididamente, não é exatamente o tipo de lua que bebe veneno de forma voluntária. Então apesar de ter sido perdoado e de já não existirem mágoas, a lua canceriana nunca mais vai voltar a confiar em você; Se tentar se aproximar ela vai se fechar como uma ostra e haverá um claro limite onde a sua entrada jamais voltará a ser permitida. Mas ela vai continuar a falar com você, vai até te tolerar nas redondezas. Mas aquele lugar especial no coração dela você nunca mais vai voltar a ocupar, e graças a você o mesmo vale pra qualquer pessoa que se pareça (psicologicamente) com você. Questão de sobrevivência. Você pode inclusive ter mudado e ser outra pessoa hoje, mas a lua canceriana não vai se arriscar.    

24 opiniões sobre “Lua em Câncer”

  1. Dependendo do ascendente e outros aspectos como posicionamento de vênus, a pessoa pode seu disfarçar a sensibilidade que possui e utilizá-la a seu próprio favor.

  2. Danielle e Unknown, vocês são tão ignorantes e nojentos que me da asquero de ver seus comentários, afinal de contas, o que as pestes fazem aqui?

  3. Realmente essa Lua tem um poder… rsrsrs, E comigo pelo menos é estranho sabe, ter Sol, Vênus e Mercúrio em Gêmeos + essa Lua em Câncer, é unir em si forças contraditórias, Eu vario muito entre a superficialidade e a sensibilidade, entre a indiferença e a suscetibilidade, entre cuidar e proteger e o deixar viver, entre o sair e o ficar em casa, entre o pensar e o sentir e por ai vai…

    Jhonatan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.