A conjunção entre Saturno e Plutão em 2020

A conjunção entre Saturno e Plutão em 2020 será um dos aspectos mais importantes daquele ano em termos de evento astrológico. Saturno e Plutão são planetas relacionados a poder, limites e morte, cada um a sua maneira. Saturno era até o final do século XVIII, o limite conhecido do nosso sistema solar. Com a descoberta de Urano , esse limite se amplia. No século XX, ao ser descoberto, Plutão tornou-se durante várias décadas no corpo mais distante a orbitar o nosso sol, até que começou a ser desbancado pela descoberta de outros objetos a partir dos anos 90.

Astrologicamente , Saturno simboliza limites , estruturas, contornos e e formas definidas. É um planeta que sempre foi associado a elementos limitantes , a passagem do tempo, o envelhecimento , o definhamento e término das coisas, e por isso relacionado com a Morte. Na astrologia tradicional é o grande maléfico. Além disso, ele carrega elementos psicológicos ligados a responsabilidade, autoridade e a melancolia.

Plutão é um planeta geracional, cujo ciclo ao redor do sol dura quase 250 anos terrestres, e foi batizado com o nome do deus romano da Morte e do mundo inferior, o Hades, aquilo que é conhecido na cultura ocidental como “Inferno”. Dessa forma, Plutão está ligado diretamente as noções de poder, especialmente aos poderes mais absolutos, intrínsecos e dominadores. E também está relacionado a Corrupção, que é um elemento inerente a todas as formas de relação onde existe um poder explícito ou oculto.

O significado mais elementar da conjunção Saturno Plutão

Esta conjunção está relacionada a materialização de novas correntes de pensamento ligados ao poder , às estruturas sociais e os limites dentro das relações entre os seres humanos, num nível coletivo. Ela também tende a indicar o estabelecimento de novas forças competitivas nas disputas de poder como atores dominantes dentro de um ciclo que se inicia por este aspecto.

Como momento, é um aspecto que prenuncia dias extremamente pesados, difíceis e desafiadores. A experiência plutoniana, a transformação absoluta e a subversão de valores de forma extrema, são vividos simultaneamente com a experiência saturnina, que agrava a percepção de limitações, fraquezas e falhas. Isso torna o momento particularmente dramático para quem vive aspectos desafiadores, e definidor de novos paradigmas e estruturas de vida de acordo com a casa e com os planetas tocados em nosso mapa natal.

O ciclo Saturno Plutão
A conjunção entre Saturno e Plutão em 2020

Um ciclo entre dois planetas se inicia com uma conjunção , evolui até uma oposição e novamente se encaminha para o seu encerramento e reinício com uma nova conjunção, onde esses planetas realizam entre eles todos os aspectos possíveis ao longo do tempo. Neste caso, Saturno é o planeta mais rápido, e por isso seu passo é o fator determinante. A duração deste ciclo varia principalmente em função de onde Plutão está transitando em seu ciclo especialmente lento ao redor do zodíaco. As vezes Plutão demora apenas 11 anos para atravessar um signo, mas pode levar mais de 30 anos para cruzar outros.

Se nos remetermos ao ciclo que está terminando , percebemos que ele durou cerca de 37 anos. Este ciclo começou com plutão passando muito próximo do local onde ele fica mais rápido, e isso torna o ciclo mais extenso. Mas se analisarmos conjunções ocorridas no século XIX por exemplo, percebemos um ciclo de aproximadamente 30 ou 31 anos de duração, paralelo a velocidade de plutão que é de mais 30 anos por signo naquela época.

As três últimas conjunções entre Saturno e Plutão

00° – 02° de Câncer entre 1914 e 1916 ciclo entre 1915 e 1946 : Iniciou um ciclo que significou o fim de hegemonia das potências europeias sobre o mundo, enquanto elas se digladiavam nos dois maiores conflitos armados da história durante a primeira e segunda Guerra mundial. É também considerado um dos momentos mais desgraçados da história da China, estado mais antigo a existir no planeta, com desastres climáticos inimagináveis e a invasão Japonesa durante a segunda guerra mundial.

13° de Leão entre 1946 e 1948 ciclo entre 1947 e 1981: O ciclo marcado por esta conjunção durou durante toda a extensão da guerra fria , com o estabelecimento de duas novas potências mundiais: Estados Unidos e União Soviética. O ciclo foi marcado por conflitos em diversas partes do planeta, em especial na ásia com as guerras da Coréia e do Vietnã, dentre diversas outras campanhas cujos lados opostos eram financiados por estas potências citadas.

27° de libra entre 1981 e 1983, ciclo entre 1982 e 2019 : O ciclo marcado por esta conjunção significou a derrota e consequentemente desmembramento da União Soviética e o estabelecimento dos Estados Unidos como potência econômica e militar Única e soberana no planeta. Foi um momento marcado , na primeira década, pelo colapso da União Soviética e dos estados Comunistas , e pelas campanhas dos Estados Unidos em países ricos em jazidas de combustíveis Fósseis. Paralelamente, este ciclo marcou também a regeneração econômica e a transformação da China em uma nova potência mundial, aliada a países como Rússia e Índia.

A conjunção entre Saturno e Plutão em 2020 no signo de Capricórnio
A conjunção entre Saturno e Plutão em 2020

A conjunção que teremos em 2020 acontecerá em 22° de Capricórnio, e será exata no dia 12 de janeiro. Entretanto, o aspecto já é sentido ao longo de todo o ano de 2019, e é percebido ainda até o final de 2020.

A conjunção anterior em Libra significou o estabelecimento de poderes envernizados com discursos democráticos e em defesa dos direitos humanos. É como uma estratégia predominante que levou as pessoas a acreditarem que estavam escolhendo, mesmo que isso nem sempre fosse a verdade. E em alguns momentos houve o estabelecimento de governos legitimamente populares em diversas partes do globo.

Essa conjunção em Capricórnio inicia um momento histórico em que esses poderes voltam a se exibir da forma como eles realmente são, de maneira mais crua, objetiva e conservadora. Ela está relacionada ao movimento de ascensão da extrema direita no mundo inteiro, que materializa os significados de Plutão em Capricórnio, solidificados pela conjunção com Saturno agora em 2020.

Por outro lado , a situação da hegemonia mundial se encontra agora em um momento que lembra bastante o Início da Guerra Fria na década de 40, com a China atualmente fazendo frente e disputando com os Estados Unidos a hegemonia ao menos no nível econômico. Isso explica a onda de golpes de estado na America Latina, orquestradas por forças norte-americanas aliadas as pequenas elites corruptas de países como Brasil e Bolívia por exemplo . Trata-se de uma tentativa desesperada dos Estados Unidos de garantirem domínio sobre certas extensões do globo, já que a China atualmente atua em praticamente todos os continentes como principal parceiro econômico de diversos países.

Este ciclo que se inicia em 2020 será portanto caracterizado por este embate entre Estados Unidos e China. Terá uma duração de aproximadamente 34 anos, terminando com uma conjunção entre Saturno e Plutão em 13° de Peixes em 2054.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.