Sol em Aquário ♒

O Sol vai entrando hoje no signo de Aquário, justamente a região do zodíaco onde o Sol tem detrimento. É um momento que não favorece as atividades “solares” porque a ação aquariana tende a ser de repúdio a tudo o que represente unidade, centralização ou liderança. E é justamente nisso que reside a lógica do detrimento do Sol em Aquário, na rejeição de tudo aquilo que se coloque como central, como absoluto, indivisível. Porque aquário é o signo que personifica a ideia de coletividade e igualdade, e a ideia de que alguém ou alguma coisa é melhor, mais importante ou mais especial do que todos os outros ou do que todo o resto é que é inaceitável. Mas em aquário existe também a necessidade de destaque pela diferença, mas ela não brota da mesma forma que a vontade leonina por exemplo. Enquanto que em Leão a necessidade gira em torno da aceitação, do reconhecimento e do aplauso, em aquário a necessidade reside no fator originalidade, no fator de raridade, de anormalidade, de desvio, de aberração. É a necessidade de partir do coletivo e de se destacar por ser uma célula completamente diferente das outras –mas ainda assim uma célula como qualquer outra. Enquanto que em Leão, o que se deseja é o reconhecimento como a maior dentre as células, como uma célula especial, importante. Aquário quer ser somente uma célula, porém, uma célula única.

O que impera em Aquário é a indiferença: todos são iguais, merecem tratamento igual. Por isso, se você espera aplausos efusivos ou reconhecimento por algo que você julga como uma grande qualidade sua, pode vir a quebrar a cara nesses dias aquarianos. Quando menos se espera, entretanto, alguém pode ser reconhecido não por ser especial, mas por ser diferente. E em aquário essas coisas surgem de repente, sem aviso prévio. Ser aquariano e ser “hipster” é quase a mesma coisa: é a necessidade de estar fora dos padrões, de gostar daquilo que ninguém gosta, de ser diferente de alguma forma. E em geral essa diferença não ultrapassa o rasante do plano intelectual e ideal. Mas aquário é o signo que simboliza as sedições, revoltas, rebeliões e esse tipo de evento é favorecido nessas épocas.

O momento favorece qualquer tipo de atitude radical, chocante ou rebelde. Mas favorece também o sentimento de amizade, de fraternidade, justamente pelo sentimento de igualdade que inicia um processo de aproximação entre as pessoas. Como estágio que sucede Capricórnio, aquário rompe com a rigidez e austeridade daquele signo e instaura um movimento de horizontalidade. Em Capricórnio o que predomina são as estruturas em forma de hierarquias: em aquário as hierarquias somem dando lugar as relações horizontais, de igual pra igual.

Ingresso: 20/01/2012 as 14:10 (fuso -2)

Deixa Aquário: 19/02/2012 as 3:12 am (fuso -3)

Os Trânsitos de Júpiter com os planetas e ângulos do mapa




Júpiter em trânsito com o Sol 

É um trânsito que sempre gera
aumento na vitalidade e na autoconfiança, indicando épocas marcadas por
vivacidade e amor pela vida. Na conjunção e na Oposição existe o potencial do
surgimento de boas oportunidades de crescimento e expansão na vida, com as
oportunidades que surgem durante as oposições trazendo também o desafio de se
lidar com um pensamento que se opõe ao nosso e de certa forma desafia nosso
senso de identidade. Os sextis são aspectos favoráveis, porém discretos
sugerindo uma fase moderada de sorte e otimismo. Os trígonos já representam uma
energia muito favorável e mais consistente concedendo oportunidades e  uma capacidade de se abordar a vida de
maneira muito positiva. As quadraturas são os aspectos que requerem mais
atenção porque podem levar a um estado injustificado de arrogância que leva a
pessoa a cometer erros de julgamento e a perder o senso de proporção na hora de
lidar com aspectos emocionais e materiais.   
Júpiter em trânsito com a Lua 
Esses trânsitos indicam bom
humor e benevolência em todos os casos, indicando que nossa interação com o
universo feminino bem como nossas relações de intimidade de modo geral ficam
favorecidas. É também um trânsito que fala de popularidade e é favorável para
viagens porque indica boa interação com desconhecidos também, porque emanamos
mais carisma. A conjunção pode exaltar o humor a ponto de deixar a pessoa rindo
a toa. A oposição pode levar essa tendência a extremos que causam problemas em
função do escárnio que pode soar ofensivo para os outros. Sextis e trígonos
indicam oportunidades de reconciliação com o passado e bons momentos na esfera
romântica. As quadraturas alertam para a preguiça, o desleixo e o deboche, mas
também são favoráveis indicando uma disposição muito generosa e magnânima. A
super exposição e as reações emocionalmente exageradas podem ser problemas, não
só nas quadraturas mas também nas conjunções e oposições.
Júpiter em trânsito com o Ascendente 

Aspectos de júpiter
com os ângulos são sempre favoráveis de alguma forma, indicando que naquele
momento estamos projetando qualidades muito jupterianas para as pessoas e
causando uma boa primeira impressão.  A
conjunção e a oposição melhoram a aparência e aumentam bastante as oportunidades,
e podem funcionar como verdadeiros portais onde somos apresentados a novas situações
e onde conhecemos muitas pessoas. Sextis e trígonos são favoráveis para todo
tipo de interação indicando que estamos sendo mais simpáticos e mostrando,
naturalmente, nossas melhores qualidades. As quadraturas pedem cautela porque
podemos passar uma imagem temerária, autoritária e arrogante, e podemos
protagonizar escândalos. Ao mesmo tempo elas sugerem autoconfiança e indicam
que transmitimos credibilidade, o segredo é conseguir filtrar a própria imagem
e evitar os excessos.   
Júpiter em trânsito com Mercúrio 
Esses trânsitos tem
efeitos mais discretos, indicando ampliação das capacidades cognitivas,
raciocínio, curiosidade, bem como as habilidades de comunicação e negociação.
Portanto são períodos excelentes para estudos, leituras e aprendizado de
matérias complexas. As conjunções e oposições podem ser excelentes para o
início em novas atividades estudantis ou pra se escrever um livro por exemplo.
Sextis e trígonos favorecem as interações comerciais, a resolução de pendências
burocráticas e indica também boas interações de natureza intelectual com
colegas, amigos ou professores. As quadraturas podem ser períodos muito
desfavoráveis para o comércio e pra se assinar qualquer tipo de contrato:  Nossa capacidade de prestar atenção a detalhes
fica deficiente e o excesso de otimismo na hora de abordar coisas que requerem
lógica sangue frio pode levar a erros. A indiscrição também pode ser um
problema, especialmente em relação aos assuntos alheios.
Júpiter em trânsito com Vênus

Essas são das melhores
interações planetárias. Júpiter atua trazendo oportunidades de afeto e prazer
para nossa vênus natal. A conjunção pode contrariar o senso comum; Muita gente
pensa que esse aspecto significa casamento e as vezes ele pode inclusive
indicar o fim de um relacionamento que já não é mais fonte de prazer. O que ocorre
de fato nessa conjunção (e também na oposição) é uma ampliação do senso de
autoconfiança fazendo com que nos sintamos e de fato fiquemos mais atraentes e
carismáticos, o que amplia as oportunidades na esfera social e afetiva. Outra
coisa que é imensamente ampliada por esses contatos é a criatividade
favorecendo aqueles que se expressam artisticamente em algum nível. Os sextis e
trígonos indicam momentos divertidos, popularidade e carisma elevados que
favorecem interações românticas e sociais. As quadraturas de Júpiter com Vênus
podem trazer muita preguiça e dificuldade pra lidar com as responsabilidades,
bem como dificuldade pra ouvir não, com a pessoa agindo de maneira muito autoindulgente.
Júpiter em trânsito com Marte
Esses trânsitos são muito energéticos
indicando ampliação das capacidades físicas, diminuição do limiar da fadiga e
aumento da coragem, ousadia e assertividade em todos os aspectos.  A conjunção é um aspecto excelente que nos
torna super produtivos no trabalho e mais ativos, dinâmicos, ágeis e fortes no
nosso dia a dia. A oposição tem efeitos similares, mas ela acaba levando a que
corramos mais riscos devido a impulsividade  e também a uma tendência a provocações. Os
dois aspectos tem um perigo: O risco de fazer com que não percebamos nosso
esgotamento físico, nos colocando num frenesi de atividades físicas e laborais
sem descanso, o que pode ter consequências para a saúde e até causar lesões. Sextis
e trígonos indicam basicamente um aumento das capacidades físicas, mais
atividade, iniciativa e audácia. As quadraturas tem o efeito adverso de levar a
reações exageradas, nos tornando melindrosos, explosivos e autoritários.
Acabamos inventando brigas em situações completamente injustificadas e podemos
atrair bastante antipatia e antagonismo se não formos cautelosos.    
Júpiter em trânsito com o Meio do céu 
O meio do céu é outro
ângulo muito importante do nosso mapa e está relacionado a assuntos
exclusivamente mundanos como nossa vida profissional e nossa posição social. As
conjunções de júpiter ao Meio do céu prenunciam oportunidades de crescimento e
expansão no escopo da carreira, além da possibilidade de premiações, sucesso e
êxitos em empreendimentos. Trata-se da boa fama. As oposições indicam um
desligamento temporário dos assuntos relativos a carreira. Momentaneamente eles
acabam ficando em segundo plano enquanto focamos em questões estruturais e
emocionais. Quadraturas são desafiadoras no sentido de nos colocar diante de
situações que vão além das nossas capacidades, da nossa zona de conforto.
Devemos encarar esses desafios como oportunidades de crescimento e
amadurecimento. Dependendo das condições de Júpiter, quadraturas podem sugerir
envolvimento com escândalos, a imagem pública fica um pouco bagunçada, mas nada
de muito grave. Tropeços devem ser esperados e não devem ser encarados como
tragédias.  Sextis e trígonos indicam que
as coisas fluem de forma positiva na esfera profissional e podem trazer
oportunidades de mudanças favoráveis, porém mais discretas.
Júpiter em trânsito com Júpiter natal


Júpiter em trânsito com Saturno

Esses trânsitos tem
elementos desafiadores porque nosso Saturno natal está relacionado a aspectos
da nossa vida demasiadamente rígidos e que simbolizam medos ou limitações que
percebemos como insuperáveis. É onde residem nossos sentimentos de
inferioridade e carência. Um dos sentimentos mais desagradáveis que pode ser
despertado e que podem nos deixar mais confusos durante um trânsito de Júpiter
com nosso saturno é o sentimento de inveja. Especialmente durante a conjunção
de Júpiter com nosso saturno, somos expostos a experiências que nos lembram das
nossas limitações através de vivências completamente depreendidas daqueles
temas que para nós são tão difíceis. Somos expostos a pessoas que  conseguem ser livremente e viver
desembaraçadamente justamente os aspectos da vida que mais tememos, e daí a
eventualidade dos sentimentos de ciúmes e inveja. Se aproveitarmos o momento
para superar medos e limitações psicológicas, aproveitamos a oportunidade e
evitamos os piores efeitos do trânsito. Se tentamos nos defender ou assumirmos
uma postura muito rígida, o efeito é o de nos engessarmos e de nos alienarmos
cada vez mais. Sextis e trígonos são os aspectos com potencial de levar a
vivência mais suave desse trânsito, com possibilidade de aprendizado sem dor.
Nas quadraturas e oposições, teremos que encarar nossas limitações de frente
caso queiramos aproveitar o momento. Se estivermos abertos a críticas e
sugestões, tudo pode fluir mais fácil, mas esse dificilmente é o caso.   
       
Júpiter em trânsito com Urano 
Este trânsito desperta o
gosto pelas novidades. Acabamos descobrindo formas de sair da rotina e fazer o “de
sempre” de maneiras inovadoras. Mas é um trânsito que pode trazer
sentimentos de tédio e ansiedade pelos mesmos motivos. Em geral os aspectos
tensos trazem muita inquietação e ansiedade. Ficamos propensos inclusive a
gerar transtornos a nós mesmos e aos outros na nossa busca por aliviar o
sentimento de tédio, e a sensação de que tudo está estagnado pode nos encolerizar
nos levando a atitudes abruptas e inesperadas. Podemos também sentir vontade de
chamar a atenção de alguma forma, normalmente contrariando propositalmente (e
as vezes inconvenientemente) as expectativas dos outros. Nos trânsitos
harmônicos conseguimos sair da rotina sem nos machucarmos e sem gerar
atribulação pra ninguém ao nosso redor, de forma harmônica e positivamente  oportunista. Os trígonos inclusive tem um
caráter criativo e inventivo que podem fazer o momento ser muito produtivo no
final das contas.        
Júpiter em trânsito com Netuno

Estes trânsitos são
interessantes porque despertam nosso lado mais contemplativo. A apreciação das
artes, principalmente aquelas relacionadas a cultura de massas como música e
cinema, pode ser muito proveitosa. É  um
tipo de trânsito que desperta nossa própria inspiração e criatividade e é
favorável para artistas; Outra coisa que fica sensibilizada é nossa empatia,
acabamos sentindo mais piedade e compaixão e podemos decidir genuinamente
ajudar aos outros de alguma forma. O perigo deste tipo de trânsito é que ele
nos leva a alimentar expectativas irreais em relação a situações e pessoas.
Pintamos oportunidades na nossa mente como se fossem coisas fabulosas mas no
final das contas nos decepcionamos por nos negarmos a enxergar a realidade. O
perigo do autoengano é bem forte sobretudo nos aspectos tensos, onde existe
também o risco de perdermos tempo demais com entretenimento e outras formas de
escapismo como sexo e drogas. Podemos também ser generosos demais com as
pessoas erradas.    

Júpiter em trânsito com Plutão
Este tipo de trânsito pode
nos colocar em contato com energias poderosas. É o tipo de momento em que não
economizamos esforços pra atingir nossos objetivos, com isso podendo ocorrer de
forma até mesmo obsessiva. A força de vontade nos leva a realizar mudanças e
transformações necessárias pra chegarmos onde queremos. Nos aspectos tensos
somos inclusive tentados a flertar com a corrupção e o abuso de poder, se isso for
necessário, pra que consigamos chegar onde queremos. Isso pode fazer com que
despertemos reações furiosas e sentimentos profundos contra nós, não
necessariamente como formas de punição, mas porque na nosso frenesi ambicioso
podemos atropelar outras pessoas e atravessar o caminho de outras mais
poderosas. A manipulação dos outros é outra temática que pode ser forte sob
este tipo de influência, tanto a ativa quanto a passiva. Ficamos mais
conscientes das energias sutis que realmente governam a realidade e significam
poder;